Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Assistência Social avalia avanços em inclusão social

Ao considerar que 2010 foi o ano das comemorações do Centenário de Itabuna e de superação das dificuldades em função dos cortes nas receitas da prefeitura, o secretário de Assistência Social, José Antônio Formigli Rebouças fez uma avaliação positiva do desempenho daquela unidade, que atuou com o foco voltado para a inclusão social e o combate à pobreza.

Ele destaca entre as ações implementadas o acompanhamento do Programa Bolsa Família em Itabuna, com mais de 20 mil visitas a famílias auditadas e inclusão de mais sete mil novos beneficiários no processo.

Na área da habitação popular, o secretário explica que a SAS não apenas promoveu o cadastramento das famílias beneficiárias para o Programa Minha Casa, Minha Vida, como também atuou na substituição de 200 barracos por casas de alvenaria, em Nova Ferradas e outros bairros na periferia da cidade.

Jose Antônio Formigli Rebouças destaca também a atuação da Secretaria da Assistência Social na implementação do Programa Bolsa Renda Municipal, que atende a centenas de famílias carentes. O programa promoveu, em parceria com a Ceplac e a Microlins, cursos de qualificação profissional para 140 pessoas, 50% das quais já diplomadas.

Para o secretário os números indicam um balanço positivo nas atividades implementadas, inclusive com relação ao benefício continuado para pessoas idosas ou incapacitadas, com a descentralização do atendimento e a implantação de dois postos avançados em Nova Ferradas e no Jardim Grapiúna.

Outro aspecto destacado por ele foi com relação ao atendimento às gestantes carentes, que receberam assistência médica integral, viabilizada pela Secretaria da Saúde e acompanhamento assistencial da SAS, através de palestras e atividades diversas, culminando com a distribuição de um kit de fraldas, roupas infantis e material de higiene para recém-nascidos.

Para Rebouças outro avanço significativo foi com relação ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil através da recuperação dos núcleos de atendimento e do trabalho realizado junto a mais de dois mil jovens.

Já o serviço Projovem Adolescente, que é voltado para os jovens na faixa etária dos 15 aos 17 anos, teve a sua atuação ampliada de 600 para 1,2 mil inscritos. A SAS investe ainda num programa voltado para a inclusão de jovens aprendizes.

A SAS dedicou atenção especial também a 219 jovens que cumprem medidas sócioeducativas e realizou no ano de 2010 mais de 250 visitas domiciliares, gerando mais de 200 relatórios para a Vara da Infância e Adolescência

O secretário ressalta ainda o atendimento do Creas para crianças, mulheres e idosos, vítimas de abusos ou em situação de risco. A SAS investiu ainda na ampliação das escolas profissionalizantes, com a oferta de novos cursos beneficiando a um grande número de pessoas.

Apesar das dificuldades financeiras enfrentadas, explica José Antônio Rebouças, o Plantão Social teve também as suas atividades ampliadas e para 2011, estão entre as prioridades de ação: o cadastramento de moradores de rua, implantação de casas de passagem para mulheres e jovens vítimas da violência, assistidos pelos conselhos tutelares, além da implantação da Casa dos Conselhos.

Por:  Kleber Torres Fotos: 04-01-2011
Leia mais:
http://www.itabuna.ba.gov.br/

Nenhum comentário: