Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sábado, 25 de dezembro de 2010

ENTÃO É NATAL


No ano 270 da era Cristã, o imperador romano Lucius Domitius Aurelianus favoreceu o culto ao deus Sol, ou “Sol Invictus”, cuja festa acontecia no dia 25 de dezembro, o chamado “Dies Natalis Solis Invicti” ( dia do nascimento do Sol Invicto). A data foi escolhida por conta do solstício de inverno, ou seja, quando o sol parece estar parado e a duração da claridade do dia começa a aumentar.

No hemisfério norte da Terra, entre os dias 22 e 24 de dezembro, parece que o Sol pára, sendo que a escuridão do dia atinge seu ponto máximo e  a claridade o mínimo. Logo depois do solstício a luz do dia começa a aumentar gradativamente, assim nesse dia 25 o Sol parece renascer “invencível” em sua luta contra as trevas.

No ano 350 da era Cristã, para fazer frente as comemorações do Dia do deus Sol, o Papa Julio I, determinou que as comemorações do nascimento de Cristo deveriam acontecer no dia 25 de Dezembro, explicando que o verdadeiro Sol Invictus é o Salvador Jesus Cristo, aquele que venceu as trevas, baseado no Evangelho de Lucas, que apresenta o doce rabino de Nazaré como o verdadeiro sol nascente. O Papa Libério, sancionou por lei eclesiástica a data de 25 de Dezembro como o Natal de Cristo Jesus.

Antes disso, o nascimento de Cristo era festejado em 15 de Março, que segundo alguns estudiosos, baseados no calendário judaico, é o verdadeiro dia de Sua entrada, como homem, no mundo.

Naquela época os calendários eram muito confusos. Existiam vários calendários. Alguns até com semanas de quinze dias e meses de dez dias. O povo, de uma maneira geral, não conhecia as datas de nascimento, casamento ou falecimento. Tanto que não existem registros históricos a respeito de festas de aniversários na antiguidade romana. E provavelmente por isso, os evangelistas também não se detiveram no detalhe do dia e do mês em que nasceu o Salvador da Humanidade.

Somente no ano 582 foi proposta uma era cristã pelo padre Diniz, da igreja católica romana, donde surgiu o calendário cristão, que hoje conta com 2.010 anos.

De qualquer sorte, Cristo é o verdadeiro “astro-rei”; aquele que veio a este mundo para ser a luz eterna; que ilumina o caminho que leva ao Pai; aquele que é a luz que ilumina todos os homens.

NADA DE NOVO NO FRONT

                                                                     Por Dora Kramer, jornal Estado

E para terminar o ano mais um escândalo no Congresso, mais caos nos aeroportos e mais um discurso de emotiva autoexaltação do presidente Luiz Inácio da Silva em rede nacional.


A boa notícia é que Lula deve se aquietar em merecido descanso (de parte a parte) por alguns dias antes de voltar a falar de si dia sim outro também.

Por ora, nada de novo no front: os aeroviários fazem uma abjeta chantagem com a população que neste fim de ano enche os aeroportos por causa das férias e das festas, enquanto o presidente, indiferente aos malefícios gerais, desfila para cima e para baixo declarando-se o melhor governante de todos os tempos.
Aos passageiros, claro, resta enfrentar mais uma vez sua saga de Natal.

No departamento de escândalos, outra vez juntam-se Legislativo e Executivo na produção de um vexame envolvendo ministro indicado pela presidente que toma posse daqui a nove dias. Como ensaio geral não poderia ser mais significativo.

Pedro Novais apresentou pedido de ressarcimento de R$ 2.156,00 relativos a despesas no Motel Caribe em São Luís do Maranhão, seu domicílio meramente eleitoral, pois mora no Rio.
Indicação do PMDB sob o gentil patrocínio do presidente do Senado, José Sarney, e do líder do partido da Câmara, Henrique Eduardo Alves. Explicação da excelência?
“Não enche o saco”, disse ao repórter Leandro Colon, do Estado, com a fidalguia inerente à estirpe.

Difícil saber o que é pior: o deputado cobrar, a Câmara pagar a conta da festa no motel, o PMDB indicá-lo para o ministério ou a presidente e a equipe de transição aceitarem a indicação sem procurar saber nada sobre a conduta da pessoa a quem entregarão uma pasta que liberou irregularmente dinheiro de emendas parlamentares, cujo orçamento em 2010 foi de mais de R$ 4 bilhões.Talvez Pedro Novais não emplaque no ministério, mas o padrão está sinalizado.

Na Câmara, as regras ditas moralizadoras, baixadas depois do escândalo da farra das passagens aéreas, dão a cada deputado entre R$ 15 mil e R$ 32 mil a título de verba indenizatória para fazer o que quiser. Inclusive festas em motéis.

Sobre os aeroviários, aprenderam o caminho das pedras em 2006, com os controladores de voo, e desde então o Natal é o mesmo inferno. Não só por causa deles.

A incúria e a imprevidência governamentais, a cobiça e o desacato das empresas aéreas em relação ao consumidor estão na origem de uma situação que faz milhões de brasileiros reféns indefesos de agonia sem remédio e dão ensejo a um movimento salarial de natureza criminosa. Isso porque Nelson Jobim iria dar um jeito no setor.

Três anos depois Lula ainda sai dizendo que “onde houver um brasileiro sofrendo quero estar espiritualmente ao seu lado”.

Com toda certeza, os prisioneiros do caos prefeririam a sua parte em respeito, um mínimo de organização, atenção ao bem-estar da coletividade e menos empenho estritamente eleitoral.

NÃO DÁ PRÁ ENTENDER

Tem coisas que acontecem na Bahia, que fogem completamente ao raciocínio lógico. Uma delas é a reeleição do atual governador, e ainda mais no primeiro turno. Um governo chinfrim, trôpego, mambembe, que gasta uma nota preta em propaganda para trombetear uma ou outra realizaçãozinha, escondendo assim a verdadeira Bahia que vai descendo a ladeira.

Agora, segundo pesquisa divulgada pelo DataFolha, traz Jaques Wagner ( o galego carioca que veio consertar a Bahia, segundo LuLLa) como o terceiro mais bem avaliado entre os governadores pesquisados pelo Datafolha, que avaliou oito estados e o Distrito Federal. 

Segundo a pesquisa, lidera o ranking o governador reeleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Reeleito com 63,83% dos votos, Wagner teve média de 7,3 e aprovação de 60% dos baianos, segundo a pesquisa. O líder Eduardo Campos teve a nota de 8,4 atribuída pela população  e a taxa de aprovação de 90%.

Antecedendo  o governador da Bahia aparece Cid Gomes, governador reeleito do Ceará, com média de 7,6 e aprovação de 65%. 


Sinceramente, dá prá entender um negócio desse?

PAZ NA TERRA


                                                          Por Nélio DaSilva
H á exatamente quarenta e dois anos, em 1968, praticamente o mundo inteiro parou para ouvir trechos do primeiro livro da Bíblia: livro de Gênesis. 
Apesar das palavras serem bem familiares, aquela leitura teve um significado muito especial naquela noite. 
Aqueles homens liam aquelas palavras pela primeira vez na história da humanidade, de uma distância jamais experimentada. 
Frank Borman, Jim Lovell e Bill Anders olhavam para a terra da sua nave que orbitava a Lua. De lá, eles contemplaram uma magnífica esfera azul e branca orbitando na vasta negritude do espaço.

Por um breve momento, as pessoas ao redor do mundo se juntaram num espírito de paz, senso de celebração e realização. Nunca na história da humanidade tivemos, até então, um senso de unida perspectiva do nosso planeta.

Hoje, nós somos mais interconectados e interdependentes do que jamais fomos. Viajamos com relativa facilidade pelo espaço sideral, porém, com muita frequência, focalizamos muito mais nas coisas que nos dividem. E, ao fazermos isso, trazemos desnecessários sofrimentos e desespero. Apesar de sermos singulares, o fato é que nossos interesses comuns superam em muito as nossas diferenças. 



Nesse dia de Natal, o melhor presente que eu e você podemos dar e receber é Paz na Terra!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

De Fraldas e Chupetas

"Não tem nada mais socialista do que uma mãe. Uma mãe pode ter dez filhos. Ela pode ter um mais bonitinho, um mais feinho, mas uma mãe gosta de todos em igualdade de condições." (Pres. Lula, falando no dia 14/12, em Salgueiro, PE, sobre os recursos que ele julga presentear a Estados e municípios).

O presidente radicalizou o paternalismo e acaba de instituir o maternalismo de Estado. Ele já foi o pai da pátria, já foi (como no filme) o Filho do Brasil, e agora se declara mãezona da nação. E tem sido assim, na base da mamadeira, que, segundo a mais recente pesquisa encomendada pela CNI ao Ibope, 87% dos brasileiros consultados, de fraldas e chupeta, beijam a mão do cara e não se sentem nem um pouquinho desrespeitados pela situação. Gu-gu da-dá.

Admito que não se pode esperar da massa um perfeito discernimento sobre a concentração de poderes e de recursos que ao longo das últimas duas décadas fluíram para Brasília. Mas a capital federal, a "capital da esperança" já realizou o sonho dos seus. Ali não se produz um prego, não se fabrica meio palmo de estopa, mas ali se tem o PIB per capita mais elevado do país (quase o dobro do paulista!). Ali, na antiga terra dos candangos, se tem - também disparado na frente - o mais alto Índice de Desenvolvimento Humano entre as unidades da Federação. E, certamente, ali se tem o mais deslavado grau de satisfação com o saque dos recursos nacionais pela nossa elite política e administrativa. Ali é a matriz dos inconformados com seus salários de R$ 24,5 mil por mês, que passaram a receber R$ 26,7 mil para não terem que ir bater o pires na porta da igreja. Quando se criticam os 594 congressistas que vão receber isso tudo, durante mandatos de quatro anos, eu fico pensando nas dezenas de milhares de membros dos outros poderes, que recebem o mesmo montante, em valor irredutível, para o resto de suas vidas! O sentido de proporção é dos mais elementares ensinamentos da matemática.

O povo dificilmente vai entender o processo de desapropriação a que estão submetidas as riquezas nacionais se ninguém na grande mídia lhe explicar que os recursos distribuídos aos Estados e municípios pelo paternalismo de saias, ou pelo maternalismo presidencial, são extraídos de jamanta dessas mesmas unidades da Federação para onde, mais tarde, retornam em doses homeopáticas. Quando o presidente formula uma declaração como aquela destacada aí em cima, a mídia teria a obrigação de esclarecer que somos triplamente roubados pelo papai (ou pela mamãe) estatal. Somos roubados por uma tributação excessiva.

Somos roubados na má qualidade dos serviços públicos e da infraestrutura que utilizamos, infimamente proporcional ao montante dos impostos que pagamos. E somos roubados pela terrível centralização das receitas fiscais na órbita da União.

Família é a mais importante instituição de qualquer sociedade que deseje ser livre e bem organizada. Mas as analogias familiares são incompatíveis com uma sociedade política que, por seu turno, deseje ser livre e bem organizada. São incompatíveis, também, com os valores republicanos e com o respeito que os poderes de Estado devem aos cidadãos.

Para finalizar, e antes que me esqueça: minha mãe era uma pessoa maravilhosa, dedicou sua vida aos sete filhos e nunca, nem como desvio de inspiração poética, foi socialista.

Presidente do Brasil se torna “Papai Noel” dos homossexuais

O presidente do Brasil Luiz Lula da Silva se tornou o “Papai Noel dos gays” à medida que seu reinado vai chegando ao fim, aprovando centenas de milhões de dólares para a propaganda homossexual, bem como um novo órgão governamental para promover a agenda gay.
Além disso, o governo Lula começou a distribuir “kits” para crianças entre as idades de 7 e 12 anos, projetados para incentivá-las a aceitar a homossexualidade. Conforme a imprensa, os kits incluem um DVD com uma estória sobre um rapaz de catorze anos que vai ao banheiro, e fica sexualmente excitado enquanto observa outro estudante urinar perto dele.
O DVD provocou a revolta de Jair Bolsonaro, deputado federal no Congresso Nacional do Brasil, o qual o denunciou como “vergonhoso” num recente discurso na tribuna.
O ativista pró-família brasileiro Julio Severo escreveu: “O velhinho de barba branca da ficção (Papai Noel) dá presentes inofensivos e inocentes para crianças. O barbudo do PT garante distribuição de kits gays para crianças de escola”.
A afirmação de Severo de que Lula se tornou o “Papai Noel dos gays” foi adotada pelo movimento homossexual. Toni Reis, o líder da mais influente organização homossexual do Brasil, disse num recente encontro com o presidente que “O Lula é muito gente boa. Tem até a barba branca, é o Papai Noel dos gays”.
Enfrentando seus últimos dias, o governo Lula fez seu esforço de último minuto para aprovar o projeto “Lei contra a Homofobia”, também conhecido como PLC 122, o qual permitiria que o governo silenciasse todas as críticas à homossexualidade. Apesar do apoio do ultrapopular presidente à medida, e uma coalizão de maioria pró-Lula no Congresso Nacional, o governo dele nunca conseguiu aprovar o projeto de lei. Os esforços dele fracassaram pela última vez no começo deste mês.
Apesar da perda, Lula tem dado uma chuvarada de variados presentes para o movimento homossexual do Brasil nos últimos dias de seu governo. Eles incluem a criação do “Conselho Nacional de Combate à Discriminação” (CNCD), cujo propósito evidente é fortalecer o poder das iniciativas gays legais e políticas. Um dos membros do conselho será Luiz Mott, que se considera como “decano” do movimento homossexual e que fez declarações no passado sugerindo o apoio à pedofilia.
A criação do CNCD em 9 de dezembro, a pedido dos ativistas homossexuais, ocorreu depois que 300 milhões de reais foram destinados para combater a “homofobia” em novembro. No mesmo dia, o governo Lula aprovou a concessão de pensões para duplas homossexuais, bem como outros privilégios normalmente reservados para casais casados. Em 13 de dezembro, o governo deu o “Prêmio de Direitos Humanos” para Toni Reis, que é presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.
O entusiasmo de Lula pela agenda homossexual esteve manifesto durante todo o seu governo. Durante seus oito anos na presidência, ele subsidiou o movimento homossexual com milhões de dólares em assistência, adotou medidas para fechar programação de televisão que critique o estilo de vida gay e promoveu acordos internacionais para combater a “homofobia”.
No entanto, uma recente pesquisa de opinião pública indicou que, apesar das campanhas vigorosas do governo Lula para promover o homossexualismo, o povo brasileiro continua a rejeitar uma legislação de “união civil” para duplas gays. 
Por Matthew Cullinan Hoffman/ Notícias Pró-Família
Traduzido por Julio Severo: http://juliosevero.blogspot.com/

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Partidos disputam as ‘joias da coroa’

Segundo informações do jornal O Globo, com a conclusão da equipe ministerial da presidente eleita, DiLLma Rousseff, começou a guerra pelo segundo escalão. O alvo principal agora inclui as presidências e diretorias de estatais, as “joias da coroa”. Partidos aliados, insatisfeitos com o espaço no 1º escalão, esperam compensação em cargos de empresas como Petrobras e Eletrobras, além de em bancos públicos.



DiLLma decidiu congelar as negociações para as estatais até fevereiro, para evitar mais insatisfação e não contaminar a disputa pelas presidências de Câmara e Senado.

Aliados como PMDB começam a articular pleitos para as estatais. Com abaixo-assinado da bancada do PMDB de Minas, os mineiros indicam o deputado derrotado Marcos Lima à direção de Furnas. A bancada avisou que não aceita a indicação para o cargo do senador Hélio Costa (PMDB-MG), também derrotado nas urnas na disputa pelo governo mineiro. Dilma, porém, já avisou que varrerá de Furnas qualquer influência de grupos do PMDB como o de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Essa não é a única reivindicação do PMDB. O diretório de Goiás trabalha pela indicação do ex-prefeito Íris Rezende, também derrotado ao governo estadual, para uma diretoria do Banco do Brasil ou vice-presidência da Caixa Econômica Federal, na vaga deixada por Moreira Franco.

Petrobras

DiLLma vai manter a Petrobras como feudo do PT. Ela sinalizou que manterá no comando José Sérgio Gabrielli. E a facção petista Democracia Socialista já pediu a permanência do ex-deputado Miguel Rossetto como presidente da Petrobras Biocombustível. Ella sinalizou que quer reassumir o comando da Eletrobras, mas o senador José Sarney (PMDB-MA) tenta manter no comando da estatal seu afilhado político José Antonio Muniz.

Outra solicitação da Democracia Socialista é a presidência do Banco da Amazônia para a governadora Ana Júlia Carepa (PT-PA), que não se reelegeu. Há um movimento para empregar o deputado e ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). Com o veto ao nome dele para a Infraero, a pressão é para que Geddel assuma a CBTU ou a Embratur.

Fora do primeiro escalão, o PSC tenta compensações nas estatais. Com 17 deputados, o partido não esconde a frustração por não ter feito um ministro após socorrer DiLLma na campanha, no auge da crise religiosa. “Nada como um dia depois do outro. Mas estamos satisfeitos. Conseguimos eleger a presidente DiLLma”, disse o magoado vice-presidente do PSC, Pastor Everaldo Pereira.

O PTB está insatisfeito com a ausência no 1º escalão e tenta ser compensado com Embratur e Conab. O PR deseja manter o Dnit. O PSB tenta ficar com o Banco do Nordeste e fortalecer o grupo de Ciro Gomes. Também tenta Dnocs e Codevasf, além da manutenção da Chesf.

JÁ VAI TARDE

No Estadão Online está a notícia que LuLLa já era.

O relatório do Orçamento que ele criticou ontem (terça-feira, 21) foi aprovado hoje pela Comissão Mista que cuida do assunto. Agora, a matéria irá ao plenário. O projeto prevê, entre outras coisas, o reajuste do salário mínimo para R$ 540, ou seja, um aumento real de pouco mais de UM REAL.

O texto havia levado o presidente a discordar publicamente de sua colega de partido Serys Slhessarenko, senadora pelo Mato Grosso e relatora da matéria. A proposta de Slhessarenko previa corte de R$ 3,3 bilhões no programa. Lula dera ordem de não cortar verba do PAC. 

Ontem, a petista optou, em seu texto, por essa redução de recursos. Em seguida, o presidente ameaçou vetar os trechos do projetos que atingissem o PAC. A Comissão Mista ignorou a ameaça e aprovou o texto.

Todo mundo sabe que ele não aceita ser contrariado e é capaz de todos os desatinos para ver sua vontade prevalecer. Tanto que ele ameaçou: “Vocês sabem que eu tenho poder de veto. Esse Orçamento, depois de votado, vai vir para mim, mas está sendo negociado. O fato de a relatora dizer que quer fazer isso ou aquilo… Primeiro precisa ver se vai fazer. O que eu posso dizer é que não vão cortar dinheiro do PAC”, disse ontem o presidente.

Lulla, mesmo fora do poder, ainda vai infernizar a vida deste país e vai assombrar sua "guardadora de lugar" a ex-terrorista DiLLma Roussef, porque não quer desencarnar do poder.

Na verdade o poder está nas mãos do PT, enquanto partido, pois é quem comanda a máquina burocrática, que foi totalmentle aparelhada. 

Zé Dirceu, durante as eleições, já dizia que "com Dillma, o PT finalmente chegará ao poder", revalando que com o aprendiz de caudilho LuLLa na presidência, mesmo com todo o aparelhamento do estado, as coisas só aconteciam se fossem da vontade de LuLLa.

Podem anotar: agora começa a luta intestina pelo poder. LuLLa encheu o governo de espiões; 46 por cento dos ministros são indicações suas, pessoais; tem uma agenda na cabeça para continuar aparecendo e pretende voltar à Presidência daquí a quatro anos. E a cúpula do PT quer impor suas idéias jurássicas de governo e quer impor-se como poder.

Na antiga União Soviética vimos isto acontecer. Na China também. Agora com a ex-terrorista formalmente no poder, a pergunta que se faz é se ela será fiel àquele que a elegeu presidente ou se renderá a "nomenclatura" do PT?

O pior desta história é que não importa que lado vença. A derrota é do povo brasileiro.

EM TEMPO:
De acordo com as últimas nformações, o salário mínimo não terá ganho real como escrevemos acima. Com a inflação que está sendo corrigida  para 6% ao ano, o salário mínimo de R$ 540,00, vai ficar abaixo da inflação. Cadê os sindicatos e as centrais dos trabalhadores que nada dizem?  Com cereteza vão continuar caladinhos, pois a pelegada está de bolsos cheios.

Governo Federal provoca greve na saúde de Itabuna


O Secretário de Saúde de Itabuna, o médico ortopedista Antonio Vieira, nos informou que a greve decretada pelos funcionários do Hospital de Base, só está acontecendo por culpa do Governo Federal, que não fez os repasses da Saúde.

É a velha história de pagar o justo pelo pecador, ou “ papagaio come milho e periquito leva a fama”. A greve é o reflexo da saúde doentia em todo país.

Em Itabuna as pessoas ainda são atendidas com demora na consulta ou não, mas em outras cidades as pessoas estão morrendo nas portas dos hospitais. Um fato que em Itabuna, pelo menos por enquanto,não acontece.

VASSOURA DE BRUXA

A vassoura de bruxa foi trazida para  a região cacaueira da Bahia, criminosamente, através da mão do homem, conforme ficou comprovado pela policia, que não descobriu, o autor da façanha,  apesar do nome do deputado federal Geraldo Simões (PT) (o inelegível e agora elegível), ter sido apontado à época como culpado por uma testemunha, que entretanto não conseguiu apresentar provas de sua acusação.


O crime da destruição da lavoura do cacau pela “vassoura” matou muita gente do coração, enquanto outros tiveram seus nomes sujos através da cadeia nacional de proteção ao crédito (Serasa).

O certo é que as investigações foram interrompidas e o processo arquivado.
Ninguém ficou sabendo quem realmente trouxe a praga para o sul da Bahia, que ainda teve outra vertente perversa: provocou o inchaço das cidades e  com ela a violência urbana, notadamente Itabuna e Porto Seguro, atualmente pólos de maior índice de homicídios do sul do Estado.

Agora, nada mais justo do que o Governador Jaques Wagner  pagar parte da dívida do PT para como os cacauicultores, implantando indústrias de chocolate, mesmo depois que o cacau foi quase exterminado. Ou até por isso.

A realidade é que a região do cacau, que tanto contribuiu para o desenvolvimento do Estado, hoje se tornou vítima das chacotas dos maus políticos,  que só chegam aqui em época de eleições, fazem promessas e não realizam nada.

A prova está ai nos arquivos de canais de televisão e em jornais para todos verem, o governador carioca da Bahia, prometeu acabar o problema de água em Itabuna: “vai ser o meu presente do centenário!”
E, até hoje nada!  
E LuLLa ainda gracejou durante o anúncio das obras da FIOL, dizendo que “para consertar a Bahia, foi preciso importar um galego carioca”.

VERGONHA !


Antonio Onofre Oliveira, é fundador e único pastor da Igreja Universal Volta de Cristo. É um senhor de 78 anos, casado e pai de dois filhos. Foi vereador de Itabuna, nos anos 90, não conseguindo se reeleger.
Este homem está sendo acusado de estupro, ou pelo menos de tentativa, pois um menino de 10 anos o acusa de ter sido forçado a pegar em seu pênis.
Caberá a polícia provar a acusação, e a justiça penalizar.

Mas, independente disso, o escândalo em torno da ação de um “pastor” , é constrangedor para o evangelho. 

No velho testamento, Deus, através do profeta Jeremias (21:1) já alertava para o fato: “ Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto”.
Cristo, falando aos discípulos, disse “É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem” Lucas 17.1).
E o apóstolo Paulo recomendava aos Corintos (I Cor. 10:32) que “ portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus”.

É claro que ninguém vai aceitar essas deformações de caráter como coisa normal, mas esses escândalos que pipocam em todo o mundo, envolvendo homens que deveriam estar exercitando a Palavra de Deus, nada mais são do que a confirmação das profecias. São os famosos “lobos em pelo de cordeiro”, que tentam destruir a obra de Deus na terra.

O conforto para os cristãos é que Jesus assegurou que as portas dos inferno não prevalecerão contra a sua igreja. (Mateus 16 : 18)



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

LULLA E O CONTO DO PAC

Se há alguém muito, e bota muito nisso, desinformado, para acreditar nessa baboseira inventada pelo Rei do Trolóló, que foi denominado de PAC.preste atenção nas últimas notícias.
Na verdade o PAC nada mais é do que o orçamento geral da união, mais um monte de obras tocadas pela iniciativa privada.
As da inciativa privada andam, a do orçamento geral da união, patinam...
O preâmbulo é prá falar do corte de verbas do tal PAC.

O Ministro Guido Mantega já disse que vai haver cortes no orçamento da união, e a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), relatora do Orçamento Geral da União, anunciou que a vai ter que diminuir, em 2011, nas tais "obras do PAC", R$ 3,3 bilhões. LuLLa reagiu dizendo que não é preciso fazer cortes.
 
Certo está nosso Rei do Trolóló, nosso apedeuta militante.Ele é ignorante mas não é burro.
O governo LuLLa gastou, em média, 1 BILHÃO E 100 MILHÕES REAIS  por ano EM PROPAGANDA; se DiLLma cortar só esse gasto, o corte no orçamento pode ser menor. E existem mais outros tantos BILHÕES jogados fora, ou nos bolsos de alguns privilegiados, que também podem ser eliminados.

Desse "imbroglio" todo, a única certeza é que o salário mínimo será mínimo; que os aposentados que ganham mais de um salário mínimo, vão se ferrar pelo oitavo ano consecutivo; que os professores vão continuar sem receber o piso salarial; que os policiais não vão conseguir aumento; que o governo (ao menos oficialmente ela estará no comando) da ex-terrorista vai aumentar em mais 1500, o número de "gafanhotos" (são aqueles que comem a folha de pagamento); quem trabalha vai continuar financiando a compra de votos, através do bolsa família; todo mundo vai continuar ralando dia e noite para dar boa vida a pelegada dos sindicatos que está incrustada no governo. e a bugrada vai continuar dizendo que LuLLa é o cara.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Azevedo na festa do campeão



Numa manhã de domingo ensolarada, colorida e milhares de torcedores nas arquibancadas do Estádio Luis Viana Filho em Itabuna, foi nesse clima de muita alegria e expectativa que São Pedro e Califórnia, as finalistas do Campeonato Interbairros de Futebol 2010, entraram em campo. E fizeram bonito. A equipe da Califórnia venceu por 2x1 o do São Pedro e conquistou o titulo de campeã.
“Foi um jogo difícil, com jogadas duras e muita marcação, mas  vencemos e é o que importa”, comemora Tibinha, que marcou o segundo gol que deu a vitoria à sua equipe. O atleta é o artilheiro da competição, ao lado de Touro Bandido, do time do Lomanto.
Quem abriu o placar foi Califórnia com o gol do meia Watson, já no finalzinho do primeiro tempo.  São Pedro empatou no inicio do segundo com o gol do pelo lateral direito Buzu. O título de campeão do Interbairros para a seleção da Califórnia chega após 10 anos da conquista do vice-campeonato. Já o bairro São Pedro foi campeão no ano de 2006.
Ao entregar os troféus de campeão e vice-campeão, as respectivas seleções, o prefeito Capitão Azevedo, que acompanhou a partida, ressaltou a importância de resgatar o Interbairros, considerado como um dos maiores eventos esportivos regionais. “É uma competição bonita, participativa, que tem o poder de reunir atletas, famílias e amigos num momento de alegria e descontração”.
Ele também elogiou o secretário de Esportes, Alcântara  Pellegrini e sua equipe e afirmou que “uma competição como essa, além de promover e engrandecer o futebol amador, é também um grande exemplo de cidadania. Todos estão de parabéns, desde os organizadores aos atleta que souberam fazer essa festa bonita”.     
 Foto:Pedro Augusto 

Nesta quarta-feira (22) às 19 horas, na Sede da USEMI, bairro São Caetano, acontece a entrega de premios aos campeões, artileiros, juizes, diretores das equipes e de empresas que colaboraram para o sucesso do evento.

Cabral Souza, presidente da equipe campeã (Califòrnia), muito satisfeito e, já pensando no bicampeonato, através desse blog faz um agradecimento especial a todos os empresários que contribuiram para o sucesso de sua equipe. Assim, como também, a torcida e os seus atletas que fizeram grande esforço para que o time do bairro Califórnia fosse o grande campeão.

Como campeão, Cabral faz um agradecimento e, ao mesmo tempo, um  apelo ao Prefeito Capitão Azevedo e a Secretaria de Esporte, através seu secretário Alcântara Pellegrino e do seu diretor Paulo Rezende para que  no próximo campeonato, venha ter mais sucesso ainda.   
Leia mais:

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

HERANÇA MALDITA

A ex-terrorista DiLLma Rousseff, comprovadamente uma incompetente, (quando foi Secretária de governo de Porto Alegre deixou a prefeitura em estado pré-falimentar), como vai administrar a herança maldita que LuLLa está deixando?
 
Quando LuLLa assumiu o mandato há oito anos, encontrou um País arrumado, pronto para crescer. Ainda por cima, deu sorte, pois nos seus oito anos de governo(???), não houve uma crise internacional (excessão a "bolha imobiliária dos EEUU, que encontrou o Brasil apto a enfrentá-la).
 
Quando LuLLa recebeu o governo de FHC, a carga tributária era de 32,6%. Entrega para Dilma em 37,1%. LuLLa sai do governo deixando uma bomba relógio pronta para explidir: o extraordinário aumento dos gastos públicos, que em vez de levar a riqueza econômica para os investimentos, transferiu a mesma para o bolso da burocracia improdutiva.
 
E  tem mais, agora DiLLma recebe um país com inflação em alta, com uma dívida interna de UM TRILHÃO DE REAIS, e segundo informação oficial do Banco Central, com uma  divida externa total, que em 2010 somou US$254,1 bilhões.
 
Conclusão: que Deus tenha misericórida de nós!!! 

NEM SEMPRE O POVO TEM RAZÃO

Por Giulio Sanmartini
Um dos grandes enigmas do comportamento político da humanidade é o da população submetida que dá, durante um tempo, apoio irrestrito e uma grande aceitação a cruéis e sanguinários déspotas, que se revelaram incompetentes governantes. Basta ver os exemplos práticos de Hitler na Alemanha, Mussolini na Itália, Stalin na União Soviética, Fidel Castro em Cuba e Kim Jong-il na Coréia do Norte.


O jornalista Carlos Alberto Sardenberg faz interessantes e pertinentes observações sobre o assunto. Ele começa perguntando se um governante com ampla aprovação está forçosamente fazendo a coisa certa. E logo dá a resposta que coincide com o que está escrito acima: “É possível que um líder tenha prestígio enquanto faz uma administração absolutamente desastrosa, e isso vale tanto para os eleitos quanto para os ditadores”.

Citando como exemplo emblemático o de Mao Zedong, reverenciado até hoje como o “grande timoneiro”, mas que conduziu o país a grandes desastres: “matando milhões, economia arrasada, assassinatos em massa, torturas”, mas na verdade a passagem da China para grande potência foi obra de Deng Xiao Ping. “Mas é a imagem de Mao que se vê por toda parte”.

Estes tipos de governantes baseiam-se na propaganda e no princípio marxista que  uma mentira quando contada repetidamente transforma-se em verdade. 

O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, para usar e abusar desse sistema, foi buscar, como seu ministro da Propaganda, apelidado pelo governo de ministério da Comunicação Social, Franklin Martins, que tem um currículo invejável: guerrilheiro no MR-8, da Ação Libertadora Nacional (ALN), participou de seqüestros, assaltos a bancos e a carros pagadores. Exilou-se em Cuba onde teve aulas de armamento, explosivo, túneis e principalmente táticas militares. Com grande desenvoltura engana o povo criando slogans retumbantes, lançando planos mirabolantes, não importando se são realizados ou não.

Continua Sardenberg : “(Lula) Passou seu governo inteiro no palanque, anunciando planos e mais planos, metas e mais metas, inaugurando várias vezes a mesma obra. (…). A Ferrovia Transnordestina é um caso exemplar: foi lançada e “inaugurada” cinco vezes, sempre apresentada pelo presidente como sua obra especial. Prometida para este final de ano, tem menos de 100 km prontos, para um projeto de quase 3 mil. 
Nada disso impediu que a obra aparecesse como resultado de sucesso na prestação de contas de Lula, aquela registrada em cartório. Claro que o texto não diz que a obra está pronta, mas, sim, em execução, que foi viabilizada “pela primeira vez”, sem nenhuma referência aos atrasos e problemas que ainda enfrenta. (…) 

O  lulismo quer representar  estabilidade macroeconômica ortodoxa, mas está calcado  numa onda mundial favorável, um setor privado (agronegócio e mineração) capaz de atender à demanda global e dinheiro público para gastar com as diversas clientelas, dos mais pobres até as grandes empreiteiras. Um bom momento inflado pelo presidente no palanque”.

Todavia, a propaganda dirigida por Martins esconde algo de muito perigoso: o fato do Brasil continuar consumindo mais do que produz, investindo menos que o esperado de um país emergente e campeão mundial de impostos de pessoa física e jurídica.

Lula vai empurrando com a barriga, achando que poderá valer-se desse artifício eternamente. “É claro que não é igual a Mao. Longe, muito longe disso. Há um oceano entre um ditador e um presidente eleito e reeleito. Mas o que têm em comum é a enorme capacidade de formar a opinião pública. Mao, transformando desastre em avanço heroico. Lula, herdando um bom momento, para multiplicá-lo e assumir pessoalmente todos os méritos”.

Nessa mixórdia só resta uma certeza: o presidente Fernando Henrique Cardoso certamente é o nosso Deng.

EM TEMPO:
Se propaganda é a alma do negócio, não é à-toa que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrará o mandato com uma aprovação popular recorde de 83%, segundo pesquisa do Instituto Datafolha. Em oito anos de mandato, Lula gastou pouco mais de R$ 9,3 bilhões dos cofres públicos no intuito de manter a sociedade informada sobre os atos de governo – em valores corrigidos pela inflação.

CAI ASSINATURA BÁSICA DO TELEFONE FIXO

De acordo com o jornalista Samuel Celestino, ao menos em janeiro de 2011, todas as empresas de telefonia que operam na Bahia não poderão cobrar a assinatura básica de seus clientes.
A lei estadual que proibiu a cobrança entra em vigor no início do ano, e como o pedido de suspensão da nova regra, protocolado pelas empresas no Supremo Tribunal Federal (STF), ainda não foi analisado, a cobrança não poderá entrar na conta a ser enviada aos consumidores no final de janeiro. O STF entrou em recesso na última sexta-feira (17) e só retoma as votações em fevereiro. O deputado Álvaro Gomes (PCdoB), autor do projeto, é só alegria. “Se não houver nenhuma manobra de última hora de parte da Associação das Empresas, não tem como essa taxa ser cobrada em janeiro”, diz. Informações do A Tarde.

O TREM ATRASOU

Dia 10 deste mês, LuLLa foi a Ilhéus para dar a largada no início da construção da FIOL, trecho Ilhéus-Catetité. No discurso, segundo os blogs, prometeu que as obras começariam dentro de uma semana.
Mais uma invencione do rei do trololó.
Segundo informações, a Valec só deve começar as obras no mês de fevereiro do ano que vem, quando a ex-terrorista já tiver tomado posse.
Tomara que esta ferrovia não seja igual ao metrô de Salvador. Aquele que, tudo indica, é furado a prego, tal a demora para a conclusão da primeira parte.

Liderado por Marino Moura Turma do Ninho faz confraternização

o blogueiro Reginaldo Silva ao lado de Barbosa, um dos mais animados
A turma do ninho fez neste domingo uma confraternização de natal no pesque e pague em Buerarema. A festa como sempre bem organizada com Marino Moura e Antônio Barbosa no comando e algo importante foi ver todo mundo com dinheiro nos bolsos.

Como o lugar traz muita inspiração, Adeildo Marques aproveitou para tirar muitas fotos e escrever poesias a vontade, resenhar muito, e contar piadas- Hermano cantor não quis saber de cantar se não comer e encher a cara contou muitas historias de políticos de Itabuna- Ary Rodrigues querendo convencer todo mundo a apoiar Dr. Zacarias para vereador Ary que coordenou a campanha de Renato Costa na ultima-


De verde Adeildo Marques, presidente do Clube do Poeta Sul da Bahia
 Dr. Zacarias o candidato cheio de modéstia boa conversa mas sem dinheiro para nada- O amigo do boné caladinho só sorria e falava muito pouco-

Paulo Lima o único acompanhado com sua noiva comendo uma baita moqueca de camarão recebendo tudo na boquinha ( chupa que é de uva) de óculos escuro, tirando onda- Fernando de Badalo meio triste porque Gil do samu ta de mal com porque ele o chamou de GIL RICO!

 António Barbosa se defendendo das acusações de ser namorador, bicho papão e boca preta mas o cara é cruel mesmo-

Marino Moura um dos chefes do ninho quase chorando a ausência de Valdir Catarino que estava na praia e de Gil do Samu que o ninho sem ele não consegue ficar, mas Marino também falou muito sobre o partido do ninho e esta falando bem direto de Emanuel Acilino o candidato dele! E ta prometendo a todo mundo que Acilino vai construir varias quadras polisportivas em Itabuna.

Ninguém entendeu o porque da ausência de Gil do samu, mas ele está cismado com Ary Rodrigues e Fernando de Badalo- Eu e meu irmão Gilson Silva família comportada.

A namorada de Paulo Lima muito bonita elegante (JOVEM) comunicativa e versátil. 

Obs: Este peixe Marino tomou de um cara lá para dizer que foi ele quem pescou! É brincadeira...
 
Texto do Amigão10 e fotos de Adeildo Marques