Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sábado, 20 de novembro de 2010

Flamengo derrota o Guarani por 2 a 1

Rio - O temor do rebaixamento já está mais longe da Gávea, mas cada vez mais próximo do Brinco de Ouro da Princesa. Em jogo fundamental para a pretensão das duas equipes na reta final do Campeonato Brasileiro, o Flamengo voltou a respirar graças a uma vitória contra o Guarani, neste sábado, no Engenhão. Renato Abreu e Diego Maurício aliviaram a tensão rubro-negra em triunfo por 2 a 1 construído diante de quase 40 mil torcedores.


Com a vitória, o Flamengo foi a 43 pontos e começará o domingo na décima terceira posição, com seis pontos a mais que o Avaí, clube que abre a zona de rebaixamento. O Guarani também tem 37 e só está à frente de Goiás e Grêmio Prudente. Na última rodada, ainda pegará o Fluminense no mesmo Engenhão onde sucumbiu neste sábado.

O jogo

Encarando o duelo com o Guarani como decisão, o Flamengo foi sempre protagonista nos primeiros 45 minutos no Engenhão. Isto, porém, apenas na iniciativa, já que esteve longe de mostrar um padrão de jogo à altura de sua camisa. Excessivamente recuado, o Guarani justificou o fato de ter o pior ataque do Campeonato Brasileiro, levando perigo apenas na bola parada de Baiano e em raríssimas estocadas de Mazola, sozinho na frente.

A torcida rubro-negra ainda assim teve mais motivos para festa que tristeza no primeiro tempo. Já aos 2min, Renato Abreu cobrou linda falta de longe e não deu chances para Emerson, trazendo um clima muito positivo para o bom público do Engenhão. Foi o terceiro gol de Renato desta forma no Campeonato Brasileiro.

O Flamengo ainda tentava se reorganizar em campo quando recebeu a resposta na mesma moeda. Baiano, aos 12min, bateu falta da esquerda, a bola passou por toda a defesa e também por Marcelo Lomba, morrendo no fundo das redes. Após mais uma falha, Lomba foi vaiado pela torcida. As arquibancadas chegaram a gritar pelo nome de Bruno, preso há cerca de cinco meses.

O gol paulista fez com que toda a energia positiva se virasse contra o Fla, pressionado por três pontos dentro de casa. A torcida deixou de jogar 100% junto e o time só tocava curto, sem deslocamentos, com dificuldade de ameaçar Emerson. Só mesmo Diego Maurício, acionado aos 22min por conta de lesão de Deivid no tornozelo, para oxigenar a partida.

Renato bate falta com perfeição para marcar o primeiro gol do Flamengo na partida
Foto: André Mourão / Agência O DiaDepois de criar boa jogada com ele e finalizar prensado, à esquerda do gol de Emerson, o Flamengo se encorpou e teve boa chance: lançado por Maldonado, Léo Moura bateu e balançou, por fora, a rede do Guarani. O lance foi bom presságio: esforçado, Diogo tentou invadir a área trombando com a defesa. Diego Maurício, ligado, recolheu e chutou forte, aliviando o sofrimento flamenguista na primeira etapa.

Com cautela, o Flamengo voltou para a segunda etapa mais disposto em não sofrer gols do que em marcá-los. Assim, administrou a bola durante os 20 primeiros minutos. A estratégia dava certo, já que o Guarani não ameaçou em nenhum lance mais agudo. Vanderlei Luxemburgo, entretanto, tinha outros planos. Com Marquinhos e Petkovic, ambos pedidos pela torcida, voltou a jogar na frente como no primeiro tempo.

Em seu primeiro lance, o sérvio do Fla esboçou bela arrancada à área do Guarani, mas foi travado na hora de finalizar. Jogando em cima e bem postado na defesa, o time da casa controlou a tentativa de pressão do Guarani, que mostrou pouco poder ofensivo e ficou muito perto do rebaixamento.
O Dia Online

PT volta a criticar mídia e pede democratização

(O PT quer papar tudo)

Eugênia Lopes e Vera Rosa / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo


No primeiro encontro da presidente eleita, Dilma Rousseff, com o Diretório Nacional do PT, o partido ressuscitou a tese da regulação de conteúdo da mídia. Ao final da reunião, ontem, o PT aprovou resolução propondo a "democratização da comunicação" e "um debate qualificado acerca do conservadorismo" que "se incrustou" nos meios de comunicação e na sociedade.


O texto recebeu sinal verde depois que Dilma já havia deixado o encontro. Ao fazer uma saudação ao PT, ela se emocionou e chegou a chorar. Pediu "compreensão", "tolerância" e "maturidade" dos petistas para governar. "Temos de governar para aqueles que nos apoiaram e para aqueles que não nos apoiaram", disse a presidente eleita.


Em meio à disputa travada por partidos aliados que querem ocupar mais ministérios, Dilma pregou a unidade do PT, defendeu as alianças e admitiu haver uma "complexa relação" entre partido, governo e movimento social. "Aprendemos a conviver com as diferenças. E sabemos que é possível, apesar das diferenças, criar um consenso em prol do Brasil", discursou ela, diante da plateia formada por 200 petistas, entre os quais quatro governadores.


Quatro horas depois, a resolução que passou pelo crivo do PT - intitulada "Uma Grande Vitória" - sustentava que, além da reforma político-institucional, é urgente democratizar a comunicação. No documento, o PT diz que fará isso "respeitando a liberdade de imprensa". O texto também prega o "caráter laico do Estado brasileiro" e diz que a atual "guerra cambial" é apenas um dos sintomas das incertezas econômicas e políticas no âmbito internacional.


"Foi uma posição do partido. Não diz respeito à proposta do governo. A ação partidária não está relacionada com ações do Executivo", afirmou o presidente do PT, José Eduardo Dutra. O debate sobre o "conservadorismo" e a renovação da cultura política foram considerados "medidas essenciais para superar o descrédito de amplos setores da sociedade para com partidos e instituições".


Nos últimos oito anos, o governo do PT fez algumas tentativas de restringir a liberdade de imprensa. Em 2009, por exemplo, a 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) chegou a propor "controle social" dos meios de comunicação, o que foi interpretado como uma tentativa de volta à censura.


A primeira versão do programa de governo de Dilma entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também pregava o controle da mídia. A proposta apontava medidas para combater o chamado "monopólio" dos meios de comunicação. Diante da repercussão negativa, o comando da campanha retirou a proposta.


Cargos. A divisão de espaços no futuro governo e a formação de um "blocão" no Congresso, integrado por cinco partidos (PMDB, PP, PR, PTB e PSC), dominaram os bastidores da reunião do diretório petista. "O PT e o PMDB estão condenados a se entender e a governar juntos com os partidos que apoiam Dilma", resumiu o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, reabilitado na cena política.


A portas fechadas, o PT não escondeu seu apetite por cargos. No governo Lula, o partido ocupa 17 dos 37 ministérios, mas quer ampliar seus domínios. Ficou acertada a criação de uma comissão, com integrantes da Executiva, para fazer o mapeamento das vagas e apresentar sugestões de áreas que o PT quer abocanhar. O PT está de olho em Comunicações, Saúde e Integração Nacional - ministérios administrados pelo PMDB -, além de Cidades, nas mãos do PP.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Itabuna negocia recursos do PAC para obras de infraestrutura

A Administração municipal do prefeito Capitão Azevedo, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), deverá investir R$ 134,5 milhões em obras de infraestrutura e habitação, através de projetos em parceria com o governo federal e o Estado da Bahia, durante os próximos dois anos.

A informação é do secretário Fernando Vita, destacando projetos para a captação de recursos do Plano de Aceleração do Crescimento – PAC I e II – visando atender a diversos bairros carentes de infraestrutura e serviços.

Ele destaca que o Município, através da Sedur, vem pleiteando, junto ao Ministério das Cidades R$ 57,9 milhões, dos quais R$ 2,9 milhões para investimento no esgotamento sanitário dos bairros da Califórnia e Nova Califórnia, duas áreas densamente povoadas.

Bairros

Num outro projeto de R$ 55 milhões, Fernando Vita ressalta o direcionamento de recursos para investimentos na urbanização de áreas carentes de infraestrutura, como é o caso dos bairros Bananeira, Santa Catarina, Jorge Amado, Emanoel Leão, Rua de Palha, Sinval Palmeira, Nova Itabuna e Lomanto Junior.

O projeto destina investimentos para esgotamento sanitário, macro e microdrenagem de águas pluviais, pavimentação e a melhoria das condições de moradia para famílias de baixa renda, com a substituição de barracos por casas de alvenaria.

Urbanização

Estão negociados e previstos, ainda para este ano, investimentos de R$ 20,3 milhões, com recursos do Ministério das Cidades, para diversos projetos de obras, dos quais R$ 16 milhões para urbanização do Daniel Gomes e Maria Pinheiro, com a implantação de esgotamento sanitário, drenagem e urbanização, além da construção de 280 casas populares.

Outros R$ 2 milhões serão destinados para a construção de 120 casas para famílias de baixa renda, cadastradas através da Secretaria da Assistência Social e mais R$ 1,2 milhão vão ser direcionados para o projeto de pavimentação do bairro São Roque, compreendendo a interligação do prolongamento das avenidas Ilhéus e Itajuípe, melhorando a mobilidade urbana.

Fernando Vita , foto arquivo
Para Fernando Vita, mais de R$ 1 milhão serão aplicados ainda este ano na pavimentação do bairro Zizo e outros R$ 100 mil destinados à pavimentação da rua Clóvis Santos, no Santo Antônio, que também foi contemplado com recursos do Ministério das Cidades.

Execução

O Município está investindo mais R$ 23,4 milhões na execução de obras em andamento. Cerca de R$ 550 mil estão sendo aplicados num projeto da Secretaria de Esportes para construção do placar eletrônico, alambrados, bilheterias, sanitários e novo acesso à nova arquibancada do Estádio Luis Viana Filho, com recursos do Ministério dos Esportes.

Vita salienta, ainda, a destinação de R$ 5 milhões, através do Ministério das Cidades, para o projeto de ampliação do abastecimento de água de Itabuna em parceria com a Emasa.

Os recursos deste projeto são direcionados para a adução e recalque de Nova Ferradas até a estação de tratamento do São Lourenço, bem como para a unidade de processamento dos resíduos de água tratada.

No elenco de obras em execução estarão ainda a urbanização do bairro Maria Pinheiro, com implantação de esgotamento sanitário, urbanização, pavimentação e construção de 190 casas populares, em conjunto com a Secretaria de Assistência Social e recursos do Ministério das Cidades.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente outros R$ 2,6 milhões serão aplicados nas obras de urbanização e infraestrutura do bairro Fernando Gomes, em Ferradas, com a construção de 97 casas populares.

Também estão em fase de conclusão, com um custo de R$ 900 mil, as obras da creche do bairro Jorge Amado, um projeto elaborado em parceria com a Secretaria Municipal da Educação e recursos repassados pelo MEC.

Uma obra de grande porte e que está em execução é o de macrodrenagem e urbanização do canal do Lava-Pés, na avenida Amélia Amado, com um custo de R$ 12,8 milhões - recursos repassados pelo Ministério da Integração Nacional, com contrapartida do município.

Estado

O Município negocia, junto ao governo do estado, investimentos da ordem de R$ 28,8 milhões para diversos projetos. Deste total, R$ 23 milhões deverão ser aplicados na construção da barragem do rio Colônia, um projeto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia para a Emasa, considerado essencial para ampliação da captação e melhoria do abastecimento de água.

Fernando Vita destaca, ainda, o investimento previsto de R$ 2,8 milhões que serão destinados à elaboração do Projeto Básico do Sistema de Esgotamento Sanitário de Itabuna e mais R$ 2,9 milhões, para ampliação da rede de esgotamento sanitário do bairro Nova Califórnia.

Prefeitura de Itabuna vai recorrer

contra rejeição de contas pelo TCM

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, solicitou que a Secretaria de Planejamento e a Controladoria do Município ingressem com recurso para a revisão da decisão do Tribunal de Contas dos Municípios que, em Parecer Prévio, opinou pela rejeição das contas da Prefeitura de Itabuna relativas ao ano de 2009.

O controlador do município, Rubem Piropo, destacou que além de documentos ”vamos levar evidencias ao TCM demonstrando que a contratação nos primeiros meses de governo, mediante dispensa de licitação, fez-se necessária e não fere a legislação”.

Problemas herdados

No caso de Itabuna, ele explica que o prefeito Azevedo encontrou a cidade sem coleta de lixo, com mais de 400 toneladas de detritos acumulados nos diversos bairros, o que contribuiu para a proliferação de ratos e insetos, bem como com a eclosão de uma epidemia de dengue.

Piropo explica que em razão dos problemas existentes, o governo contratou em caráter emergencial, por 90 dias, prorrogáveis por igual período e em conformidade com a Lei 8.666/93 - lei que rege os procedimentos licitatórios -, os serviços da Construtora Marquise para a coleta do lixo, uma vez que os procedimentos licitatórios ainda estavam em tramitação durante o período do contrato emergencial.

Quanto ao déficit orçamentário, ele explica que o orçamento, para o exercício de 2009, foi elaborado pela administração anterior, o qual levou em conta os recursos da gestão plena da saúde, mas que foram retirados do município em novembro de 2008.

Plena da Saúde

Somente em 2009, as perdas estimadas com a retirada da gestão plena foram de R$ 60 milhões, o que gerou um déficit orçamentário de R$ 23.282.672 constatado pelo TCM. Um fato observado por Rubem Piropo é que, mesmo com a queda da receita e a perda do controle da saúde, não foi possível desmontar a estrutura de pessoal existente e, com isso, as despesas do executivo com recursos humanos - que eram de 44,1% em 2008 -, passaram a 75,5% em 2009, primeiro ano de mandato do atual gestor.

Vale salientar, que em 2008 o município de Itabuna tinha uma receita mensal que oscilava entre R$ 18 milhões e R$ 20 milhões, para um gasto com pessoal estimado de R$ 8,5 milhões. Hoje, em 2010, dois anos depois, a receita caiu para R$ 14 milhões e os gastos com pessoal estão em torno de R$ 9 milhões por mês.

Metas alcançadas

O relatório do TCM ressalta que foi cumprida a exigência contida na Constituição Federal, uma vez aplicado na manutenção e desenvolvimento do ensino o montante de R$ 41.702.446, correspondente ao percentual de 25,21%, superior ao limite legal de 25%.

Quanto aos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB, a administração municipal investiu o total de R$ 26.863.454, na remuneração dos profissionais do magistério da educação básica em efetivo exercício na rede pública, correspondente ao percentual de 87,18%, também atendendo a exigência legal.

Nas ações e serviços públicos de saúde, apesar da perda de receitas da gestão plena, foi aplicado o valor total de R$ 18.827.792, correspondente ao percentual de 17,29% dos recursos pertinentes, superior ao mínimo de 15% estabelecido pelo Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.


Por -Kleber Torres Fotos: 19-11-2010
http://www.itabuna.ba.gov.br/

Ilhéus começa a se preparar para o verão

Entre as ações que integram o pacote de obras anunciado pelo governo municipal nesta semana está a realização de mutirões. Essas atividades têm o objetivo de promover reorganização urbana, melhorar o aspecto estético e deixar a cidade bonita para o verão. Nesta segunda-feira (22), após visitar diversos bairros, o Pontal, localizado na zona sul de Ilhéus, será o primeiro a receber o pacote de melhorias. O trabalho conta com a participação de 60 homens.

Limpeza geral de ruas, com retirada de lixo e entulhos, pintura de meio-fio, poda de árvores, capina de mato e manutenção das áreas verdes são alguns dos serviços que serão iniciados no bairro e devem se estender até o centro da cidade, de acordo com o secretário do Desenvolvimento Urbano, Carlos Freitas. “Os mutirões só serão encerrados quanto todos os serviços forem finalizados. Este é um momento muito importante para que a população tenha consciência do seu papel na manutenção de uma cidade mais limpa e melhor para se morar, evitando jogar lixo e entulho nas ruas”.

Ainda de acordo com Carlos Freitas, a manutenção do sistema de iluminação pública e a troca de lâmpadas de vapor metálico (de cor branca) por lâmpadas de vapor de mercúrio (cor amarela) integram as ações dos mutirões. Outros bairros foram escolhidos para receber melhorias, a exemplo do Hernani Sá, Sapetinga, Malhado, Barra, Iguape, Teotônio Vilela e Nelson Costa, avenidas Itabuna e Princesa Isabel, além da Praia do Sul até Olivença.

O centro da cidade recebe os mesmos serviços. No caso da avenida Soares Lopes e de outros locais que costumam ser bastante visitados durante o verão será realizada a recuperação das pedras portuguesas. Ainda estão previstos a construção de estacionamento para veículos, visando reordenar o trânsito no local, que deve receber equipamentos de lazer, como parque de exposição e praça gastronômica.
Por - Walmir Rosário
Ascom/Ilheus

A VOZ DOS PELEGOS


Já temos no Brasil, há muitos anos, o programa “A VOZ DO BRASIL”, que anuncia os “feitos” do governo e do legislativo federal.

Além disso, ainda há uma lei que abre espaço para o Presidente da República e Ministros de Estado falarem suas abobrinhas.

Agora, tramita na Câmara um projeto de lei que busca criar “A VOZ DOS PELEGOS”, espécie de "horário sindical gratuito" para as centrais sindicais, visando conceder a essas centrais, dez minutos por semana de transmissão -em emissoras de rádio e TV- de suas "mensagens", "temas de interesse" e posições em assuntos "político-comunitários".

É mais uma idéia com o intuito de beneficiar a casta sindicalista que prolifera à sombra do Estado, a pelegada totalmente voltada para seus próprios interesses políticos e materiais,   em detrimento das demandas dos trabalhadores..

A idéia estapafúrdia partiu de Vicentinho da Cut, hoje deputado federal pelo PT de São Paulo.

Se não bastasse o governo Lulla nada ter feito para modernizar o sindicalismo brasileiro, ao contrário, fez tudo para agudizar as distorções herdadas do Estado Novo de Getúlio Vargas, agora aparece mais este projeto, gestado para beneficiar os pelegos sindicalistas, que há décadas mamam nos cofres públicos e que no governo Lulla, atingiram o máximo da esbórnia com o dinheiro dos trabalhadores, tudo sem nenhuma fiscalização, uma vez que Lulla os livrou através de lei, de prestarem conta do dinheiro que recebem.

O deputado petralha afirma que a lei se faz necessária para garantir "liberdade de expressão" à sociedade civil. Se a moda pega, vão faltar horas na TV e no Rádio para que outras corporações se autopromovam.

 A proposta já foi aprovada na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara, mas terá que ser votada e aprovada em outras comissões e no plenário, mas como o governo aprova tudo o que quer, uma vez que o legislativo há muito se transformou numa casa homologatória, o projeto tem tudo para ser aprovado.



Rogério Medrado lança seu primeiro livro em Itacaré

O poeta Rogério Medrado, filho do município de Ubaitaba (BA), sócio do Clube do Poeta Sul da Bahia laça no próximo dia 18 de dezembro, deste ano, o seu primeiro livro de poesia.

Com horário previsto para as 19 horas no Hotel Villa Ecoporon, Rua Jacarandá, Condomínio Concha do Mar, em Itacaré, Bahia, o livro é intitulado “Vida e Poesia”.

Rogério Medrado, apesar de ainda ser um jovem poeta, já conta com várias premiações a nível nacional.

Em sua poesia o leitor sentirá numa visão quase realista a preocupação do poeta com as injustiças cometidas pela humanidade numa linguagem em forma de protesto.

Em versos ricos, não deixando de ter uma conotação forte a união e ao amor. Nesta oportunidade, Rogério Medrado convida todos os diretores e sócios do Clube do Poeta Sul da Bahia. 

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Depois do Triathlon, Ilhéus se prepara agora para a III Corrida Temática Costa do Cacau

Depois do sucesso alcançado pelo Festival Ilhéus de Triathlon, ocorrido no sábado (13), quando centenas de pessoas prestigiaram o evento, o município se prepara agora para receber outra realização esportiva. Programada para o dia 12 de dezembro, pela terceira vez consecutiva, acontece em Ilhéus a Corrida Temática Costa do Cacau.

O coordenador e diretor da Costa do Cacau Comunicação e Assessoria, Afonso Maria Zeni, informa que o evento conta com o patrocínio máster da Bahia Mineração e com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, Ceplac, Intervig e Easy Turismo, além de vários outros apoiadores e co-patrocinadores.

Com largada prevista para as 8h30min, a corrida terá o seguinte percurso: saída da praça da Catedral São Sebastião, avenida Soares Lopes até a concha acústica, retorno pela própria avenida, contorno pela praça Rui Barbosa, seguindo pela rua coronel Paiva e avenida 2 de Julho, entrando na segunda rua à esquerda em frente ao posto local, sentido Bataclan, seguindo para a praia do Cristo e continuando até a praça da catedral São Sebastião.

De acordo com a coordenação serão duas voltas de cinco quilômetros. Ao lado da corrida, também será realizada a III Caminhada Temática Costa do Cacau, em parceria com o Lions Clube de Ilhéus-Centro, Lions Clube de Ilhéus-Norte e Lions Clube de Ilhéus-Pontal. O percurso de 2,5 quilômetros acontece na Soares Lopes, com a inscrição sendo realizada através da entrega de duas quilos de alimentos não perecíveis que serão destinados a instituições sociais.

A inscrição para a corrida rústica pode ser realizada até o dia 8 de dezembro, Loja Costa do Cacau (aeroporto de Ilhéus Jorge Amado) e banca Ilhéus Revista (Largo Cultural). Já a inscrição online pode ser feita no site www.costadocacau.com.br. Além de dois quilos de alimentos não perecíveis a taxa custa 15 reais nos postos fixos e 19 reais através da internet. Já a inscrição para a caminhada temática poderá ser realizada no dia 11 de dezembro (sábado), a partir das 10 horas, na Clínica Unifísio, avenida Soares Lopes, com a entrega de dois quilos de alimentos não perecíveis.

O kit de participação da corrida temática, que pode ser retirado no dia 11 de dezembro, a partir das 10 horas, também na Clínica Unifísio, inclui camiseta, número de peito e chip de cronometragem (que deverá ser amarrado ao cadarço do tênis, sendo obrigatórios o seu uso e a devolução do mesmo ao final da prova). Já os participantes da caminhada, receberão, no ato da inscrição, uma camiseta comemorativa. Além de troféus e medalhas de participação, a corrida temática distribuirá cerca de 8 mil reais em prêmios.

Segundo - A corrida de rua, que cresce a cada ano no Brasil, já o segundo esporte mais praticado no país perdendo apenas para o futebol. Na opinião de Afonso Maria Zeni, o sucesso das edições anteriores da corrida, inclusive com repercussão em mídia nacional, como o Programa ‘Vamos Correr’, da Emissora ESPN/Brasil, deve refletir no aumento de participantes.

Como uma modalidade altamente democrática, prossegue o coordenador do evento, “a corrida de rua permite a confraternização esportiva, abrangendo juízes, médicos, empresários, trabalhadores do comércio, funcionários públicos e atletas profissionais e amadores vindos de várias cidades da Bahia (Porto Seguro, Jequié, Camacan e Salvador) e até mesmo, de outros estados, como São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina, entre vários outros”.

A III edição da Corrida Costa do Cacau conta com a aprovação da Federação Bahiana de Atletismo, entidade que destaca o crescimento dos clubes de corrida, formados por profissionais de educação física, com especialidade em atletismo. A organização da prova é feita pela empresa Costa do Cacau Comunicação, que oferece a parte operacional, incluindo kit participação, hidratação e alimentação, além de premiação em dinheiro.

 Inscrição e outras informações pelo portal www.costadocacau.com.br, com formulário online a partir de 15 de agosto e divulgação posterior dos locais de inscrição. A corrida segue com o regulamento da federação, bem como com o termo de responsabilidade dos atletas, seguro e congresso técnico. O evento já tem como parceiros confirmados a Unifisio, Médico Center, Ilhéus Praia Hotel, Liga de Atletismo de Ilhéus e Associação Itabunense de Atletismo.
Ascom?Ilheus
Por - Walmir Rosário
www.ilheus.ba.gov.br

Itabuna se prepara para mobilização contra a dengue

Começaram em Itabuna, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde/Diretoria de Vigilância Epidemiológica, as reuniões preparatórias para a execução do Projeto de Mobilização Social para a Prevenção e Controle da Dengue. A iniciativa da Secretaria Estadual de Saúde, com apoio técnico e operacional da Fundação Luís Eduardo Magalhães - FLEM (Grupo Executivo de Trabalho - GET Dengue), acontecerá inicialmente em dez municípios baianos que apresentaram índices de infestação predial elevado.

Os municípios contemplados com a ação são Salvador, Teixeira de Freitas, Jequié, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Senhor do Bonfim, Porto Seguro, Irecê e Guanambi, sendo também escolhidos 10 bairros com maior índice de infestação em cada cidade.

Pela programação da SESAB, o Seminário de Sensibilização para a Mobilização Social, que visa apresentar o projeto ao município e articular uma rede de parcerias, será realizado em Itabuna nos dias 1º e 2 de dezembro.

Itabuna

As ações em Itabuna estão sendo coordenadas por Florentino Souza Filho, Diretor do Departamento de Vigilância à Saúde e por Sandovaldo Carvalho Menezes, Coordenador Municipal de Endemias, que se reuniram na quarta, 17, no auditório do Hospital de Olhos Beira Rio, com os representantes dos bairros selecionados, tendo como objetivo o de programar as reuniões em cada localidade para a escolha dos articuladores locais.

Os bairros escolhidos para as ações em Itabuna foram: Califórnia, Fátima, Maria Pinheiro, Novo Horizonte, Pedro Jerônimo, Santa Inês, São Pedro, Santo Antonio, Sarinha e Sinval Palmeira, que receberão os coordenadores do projeto a partir da próxima semana.

Com o slogan “Atitude! Bahia Unida Contra a Dengue”, o projeto será executado até o mês de julho de 2011.

Ramiro Aquino – Foto: Pedro Augusto – 18/11/2010

Itabuna já tem diagnóstico da realidade da criança e adolescente

Foi durante um Seminário, realizado na tarde da última terça-feira (16), que o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Itabuna apresentou à sociedade civil organizada, aos representantes ONGs (Organizações Não Governamentais) e de instituições governamentais, o resultado do Diagnóstico Municipal da Realidade de Crianças e Adolescentes.

Na solenidade de abertura do evento, a presidente do CMDCA, Celeste Aída Seara, ressaltou o quanto é gratificante para o Conselho e demais instituições envolvidas na defesa e promoção dos direitos da criança e do adolescente, ter em mãos um documento científico que trata da realidade em que vivem as crianças e adolescentes itabunenses.

“Para a construção e implementação de políticas públicas este Diagnóstico é de extrema importância, porque ele dará fundamentação para que as ações possam de fato ter como meta prioritária a garantias dos direitos da criança e do adolescente”, frisou Celeste. A presidente do Conselho ressaltou a imprescindível parceria estabelecida com a Fundação Votorantim, que custeou todo o trabalho dos pesquisadores.

O secretário de Assistência Social, José Antonio Formigli Rebouças, que também representou no ato o prefeito Capitão Azevedo, enfatizou que a implementação de políticas públicas neste setor deve ser encarada como coisa séria e prioritária. “A defesa e promoção dos direitos da criança e do adolescente de Itabuna é algo urgente porque as estatísticas nos mostram o quanto eles estão vulneráveis à situação de violência e risco social”, disse o secretário.

Rebouças também parabenizou o Conselho e demais entidades envolvidas na realização do diagnóstico que, segundo ele, retrata a realidade vivenciada tanto pelas crianças e adolescentes, quanto por suas famílias e as instituições que atuam na promoção e na defesa dos seus direitos. Também falaram na solenidade o diretor geral da FTC Itabuna, Cristiano Lôbo, e a psicóloga componente da comissão responsável pelo diagnóstico, Jaqueline Modesto.

Apresentação

Apresentando os resultados do trabalho que foi desenvolvido desde janeiro deste ano, o geógrafo Roberto José da Silva adiantou que, com a conclusão do diagnóstico, Itabuna encaminhará a Fundação Votorantim, juntamente com as propostas de intervenção, a fim de que a instituição possa aprová-las e, com isso, assegurar recursos para serem investidos em programas de defesa da criança e adolescente.

“Todos os dados farão parte de um livro que deverá ser editado até o final deste ano para que todas as instituições e organismos de governo, do judiciário e do legislativo tenham conhecimento”, observou.

Após a apresentação do relatório, os participantes puderam apresentar sugestões como contribuição ao plano de trabalho que será construído pelo CMDCA. A presidente do Conselho adiantou que a ordem de prioridade será o das propostas de ação voltadas para a defesa dos direitos da criança e do adolescente.

Erivaldo Bomfim – Foto: Vinicius Borges – 18/11/2010

A BAHIA ESTÁ PIOR




O deputado federal José Carlos Aleluia, lamenta em nota divulgada por sua assessoria, a queda dos índices de desenvolvimento da Bahia. Na nota, Aleluia ((DEM) informa que o resultado de estudo do IBGE, revelou ter o PIB de Santa Catarina superado o baiano.

 “O governo de Jaques Wagner vive comemorando índices significativos de crescimento, mas o que se vê na realidade é a perda de participação da Bahia na economia nacional”, assegura o deputado.

 “Nunca antes na história do Brasil, a economia da Bahia foi menor do que a de Santa Catarina. Até 2006, a Bahia era a sexta economia do País. Agora é a sétima. Esperamos que o legado do próximo mandato do governador Jaques Wagner não seja deixar a economia baiana ainda menor, sendo superada por Pernambuco e Ceará”, comenta.

Falta de água em Itabuna tem dias contados


Prefeito Azevedo querendo dar dignidade ao povo
 O Ministério das Cidades liberou para Itabuna R$ 55,97 milhões dos R$ 824 milhões destinados ao estado da Bahia fazendo parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), pois os projetos apresentados pelo município foram aprovados pelo Governo Federal.

No Pacote constam à construção da barragem no Rio Colônia, no município de Itapé, o que vai solucionar o problema da falta de água em Itabuna e outras cidades que são cortadas pelos Rios, Colônia e Cachoeira.

A aprovação dos recursos também beneficiará a urbanização de alguns bairros da cidade, entre eles, o da Bananeira. Outra boa notícia, é que, dentro do pacote serão destinados recursos para o tratamento de esgoto, em menor proporção do que é necessário, pois, Itabuna hoje precisa de R$ 80 milhões para resolver o problema em definitivo.

Para as obras da barragem foram alocados R$ 23 milhões, enquanto para os outros projeto de urbanização, R$ 33 milhões. Portanto, está de parabéns toda a população de Itabuna e, especialmente, o Prefeito, mais popular do Itabuna, Capitão Azevedo.

A pedra é dura, mas a água bate-bate até que fura! Já dizia minha vó!
Foto: Alex de Souza

DE NOVO???!!!

Alguns partidos, e determinadas figurinhas carimbadas, vivem produzindo factóides para aparecer na mídia. Tem gente que nem se importa que falem mal. O importante é falar dela. É o caso do PC do B, particularmente de Itabuna.

A nível nacional o partido é um mero apêndice do PT. A nível municipal ele é mais eclético. Já se aliou a Fernando Gomes e Ubaldo Dantas, quando estes estiveram no poder.

Ultimamente vem se agarrando a Geraldo Simões, a quem só deixará, se sentir que o político perdeu a liderança que - quer queiramos ou não - ainda tem sobre parte do eleitorado itabunense.

Tudo isso é um prólogo para falar do último factóide comunista: que vai lançar candidato próprio em 2012 a prefeito de Itabuna.

Essa lenga-lenga também foi dita e repetida há dois anos passados. Diziam que lançariam um ex-vereador como candidato a Prefeito, nem que a vaca tussisse. Agora lemos, quase todos os dias no jornais locais, a mesma cantilena, a mesma "decisão irrevogável".

Entramos, conscientemente, na onda da "aparecência", apenas porque gostaríamos de deixar um recado para os jornalistas, quando forem repetir, republicar tal matéria.

Por favor senhoras e senhores, quando publicarem as tais declarações, escrevam o seguinte pé de página:
 * onde se lê lançar candidato a prefeito, leia-se" tentar emplacar um vice e alguma secretária em caso de vitória".

É DURO SER TRABALHADOR BRASILEIRO

Segundo informações da Agência Estado, os trabalhadores brasileiros estão menos protegidos que a média dos trabalhadores de países emergentes e das economias ricas. Essas são algumas das conclusões da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que publicou ontem o primeiro levantamento em 15 anos sobre todas as políticas sociais de 184 países e aponta como programas de assistência são fundamentais para lidar com a pobreza.

Apenas uma a cada cinco pessoas no planeta se beneficia de algum tipo de programa social, a grande maioria delas nos países ricos. A constatação é de que 84,6% da população mundial desempregada não recebe benefícios ou seguro desemprego. Quase cem países não dão sequer um centavo a seus desempregados, a maioria deles na África.

Mas, entre os países que contam com algum programa social, a OIT aponta o BRASIL  como um dos piores em termos de assistência aos desempregados. No BRASIL, 93% dos desempregados não recebem qualquer tipo de assistência ou seguro desemprego. 

Trabalhadores em países como a Bulgária, África do Sul, Rússia, China, Ucrânia, Turquia e outros emergentes estão em situação melhor que a do brasileiro. Na China, por exemplo, 13% dos desempregados recebem ajuda. Na Tailândia, são 15%.

Comentário nosso:
Além disso, o governo do partido dos trabalhadores  (PT)  ainda é contra aumentar a reposição salarial dos aposentados; de melhorar o salário mínimo e conceder um salário digno aos policiais brasileiros. 
Como diz o ditado, cada povo tem o governo que merece...

EU QUERO SER TIRIRICA QUANDO CRESCER

Em 2006, os salários dos deputados, senadores e do presidente da república foram atualizados, com uma correção de 28,5%. Inflação cheia.
 
Passados quatro anos, os deputados, senadores e a nova presidenta querem um aumento de 62%. Isso mesmo: 62%. Até o final de 2010, a inflação acumulada de 2006 a 2010 será de no máximo 22%. Ou seja: eles receberão um aumento real de 40%.

Serão bilhões e bilhões de dinheiro público, nos próximos anos, destinados a pouco mais de 600 bolsos, em detrimento de investimentos em favor de 190 milhões de brasileiros.  

O salário de um deputado será reajustado para R$ 26,7 mil. O mesmo salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal. O Tiririca vai ganhar a mesma coisa que o Gilmar Mendes.

Se o Tiririca não der um único discurso, não participar de uma única votação, não apresentar um único projeto de lei, ninguém vai cobrar nada e o dinheirama vai estar lá depositada, no final do mês. Tiririca é apenas um entre 513. Gilmar Mendes é um entre 11 e as sessões do Supremo Tribunal Federal são levadas ao ar, ao vivo, pela TV Justiça. Se Tiririca passar quatro anos matando os colegas de rir na hora do cafezinho, vai ganhar a mesma coisa que Gilmar Mendes.

Não que as sessões do STF não sejam verdadeiras palhaçadas, algumas vezes. Mas não dá para comparar palhaços com ministros. Mostrar ao país este tipo de injustiça não é assunto de capa de nenhum grande jornal. Não vira campanha e nem petition online. Não é pauta para o Jornal Nacional.

Não aparece um único deputado de oposição para fazer uma simples analogia sobre o que os parlamentares querem dar de aumento para si mesmos, em relação ao que estão discutindo para o salário mínimo que tem impacto na vida de dezenas de milhões de eleitores.

Não aparece um único senador para dizer: "colegas, nós não podemos querer para nós mesmos o que nós não estamos conseguindo para os trabalhadores brasileiros, isto não é ético, isto não é honesto, isto é uma prova do quanto somos corruptos!"  

Por isso, com licença, deixa eu botar o meu nariz de palhaço aqui. Eu quero ser o Tiririca quando crescer.

*publicado originalmente pelo Coturno Noturno    http://coturnonoturno.blogspot.com/

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

DE QUEM É A CULPA?


Estamos cansados de ouvir falar mal de políticos.
Mas de quem é a culpa pela existência desses trastes?
A culpa é da desinformação do povo brasileiro. Povo que não tem acesso à internet, a jornais e revistas. E quando tem, não sabe se utilizar das informações corretamente.

A maioria do povo brasileiro sabe das coisas apenas através da TV, que trata apenas de dar a notícia suscinta, sem analisar os fatos que a compõe.

Daí que ninguém liga para a eleição de Deputados e Senadores, que só aparecem na TV, na maioria das vezes, como ladrões e aproveitadores. Dificilmente eles são mostrados em uma matéria positiva.
E a maioria termina votando em qualquer um, “apenas por votar”, para cumprir uma obrigação. Alguns, no dia seguinte a eleição, nem se recordam em quem votou...
Mas são esses Deputados e Senadores, as pessoas que vão criar as leis sob as quais viveremos todos nós.

Quantos fichas sujas foram eleitos?
Os analfabetos políticos brasileiros não enxergam a real importância do Legislativo Brasileiro e se preocupam (?) apenas com o Executivo.

Passada a eleição, começamos a ver a besteira que foi feita. Vejam a guerra por cargos e benesses que grassa entre os partidos que elegeram a terrorista, e prestem atenção ao que estão aprovando os atuais deputados e senadores, no afogadilho de final de mandato.

Na verdade, o grande problema do Brasil é o analfabetismo, primo irmão da desinformação.
O IBGE relata que o Brasil tem 14 a 15 milhões de analfabetos absolutos (não sabem ler e escrever, embora alguns consigam ler números familiares) e quase um em cada quatro brasileiros sai do Ensino Fundamental sem saber ler e escrever bem. É o analfabetismo funcional.

O analfabeto funcional, mal sabendo ler e escrever, têm dificuldade para compreender textos curtos e localizar informações, inclusive as que estão explícitas.

Quanto à Matemática, lida com os números que são familiares, como os de telefones e os preços, ou realiza cálculos simples.
Essa triste condição é parte da vida de 39 milhões de brasileiros, entre os quais estão inclusos Lulla, Tiririca e outros menos votados.

E como nossos políticos sobrevivem graças a falta de cultura e informação do povo, não tem o menor interesse que as coisas mudem.
E mesmo quando dizem querer mudar, terminam dando com os burros n’água, pela total incapacidade intelectual. Vejam a miséria em que transformaram o ENEM.

Os dados de analfabetismo funcional por região brasileira mostram que, o nordeste concentra o maior número de analfabetos absolutos e funcionais. A Bahia concentra 30,6% dos analfabetos funcionais e 16,7% dos analfabetos absolutos brasileiros. Está apenas um pouco melhor que o Piauí e Alagoas.
A verdade é que Legislativo e Executivo refletem a cultura de um povo. 

Presidente, Governadores, Senadores, Deputados Federais e Estaduais, Prefeitos e Vereadores são representantes de um povo, conjunto de pessoas que normalmente elege alguém baseado nos seus princípios éticos, morais, religiosos e culturais.

Prefeito cobra apuração do desvios de material da ADEI

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, determinou ao Corregedor do Município, Florisvaldo Monteiro para que apure com rigor o desvio de material de construção dos depósitos da Administração dos Estádios de Itabuna (ADEi) e o acompanhamento do inquérito em andamento na 6ª Coordenadoria Regional de Polícia.

De imediato, o prefeito também determinou o afastamento de todos os servidores supostamente envolvidos no caso até o final das investigações policiais, que podem apontar outros nomes no processo.

Ele ressalta ainda, governo atua com transparência e seriedade, agindo de acordo com a lei, não compactuando com erros e desvios cometidos por quem quer que seja.


SAGCS – PMI Texto: Kleber Torres Fotos: 17-11-2010

Itabuna quer recursos para obras do canal do São Pedro

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, acaba de encaminhar documentação técnica para a Caixa Econômica Federal em que solicita a avaliação do projeto das obras de macrodrenagem do canal do São Pedro.

A obra, com 330 metros de extensão, tem um investimento previsto de R$ 987 mil através do governo federal e inclui mais uma contrapartida de R$ 41 mil da Prefeitura Municipal.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Fernando Vita destaca que além deste projeto, o governo municipal concluiu, em parceria com a Emasa, as obras de esgotamento sanitário e águas pluviais da continuação da avenida Pedro Jorge, no São Pedro, com cerca de um quilometro de extensão.

Ele anuncia a retomada gradual da segunda etapa das obras – a primeira foi concluída com a inauguração, em 28 de julho, da pista pavimentada e infraestrutura da avenida Pedro Jorge no bairro Pedro Jerônimo -, com a continuação das obras de contenção nas áreas de relevo acidentado.

Vita observa ainda que, em função da limitação de recursos do governo municipal, as obras de pavimentação asfáltica da pista de rolamento serão concluídas no próximo ano.

O titular da Sedur salienta ainda uma série de projetos negociados com o governo federal e do estado, que vão permitir injetar na economia itabunense R$ 130 milhões para obras de infraestrutura e habitação popular.

Kleber Torres Fotos: 17-11-2010

TSE cassa registro de senador eleito pelo Tocantins

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, ontem (16), o registro de candidatura de Marcelo Miranda, eleito senador por Tocantins em 3 de outubro. Por 5 votos a 2, o TSE considerou o político inelegível, com base na Lei da Ficha Limpa (LC 135/2010). Miranda teve o mandato de governador daquele estado cassado em setembro de 2009, por abuso de poder político nas eleições de 2006.

O Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE-TO) havia deferido o registro de Miranda, mas o Ministério Público Eleitoral (MPE) recorreu ao TSE alegando que o político não poderia ser candidato nas eleições 2010, pois estaria enquadrado nas hipóteses de inelegibilidade previstas tanto na Lei das Inelegibilidades (LC 64/90), quanto na nova redação dada a ela pela Lei da Ficha Limpa.

O julgamento do caso teve início em 1º de outubro, mas foi interrompido por duas vezes em razão de pedidos de vista.

Com a decisão do TSE de cassar o registro de candidatura de Marcelo Miranda, ele não poderá ser diplomado senador pelo estado de Tocantins no próximo dia 17 de dezembro. Com isso, a vaga no Senado cabe a Vicentinho Alves (PR), terceiro colocado no pleito, com cerca de 330 mil votos.

Ex-governador de Tocantins, Miranda obteve cerca de 340 mil votos válidos, conquistando a segunda vaga do estado ao Senado. O primeiro colocado foi João Ribeiro (PR-TO), que recebeu 375 mil votos. Marcelo Miranda ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Vicentinho Alves

Se confirmado o veto ao segundo colocado, assume Vicente Alves de Oliveira, conhecido como Vicentinho Alves. Com 53 anos, ele é casado e natural de Porto Nacional (TO). Vicentinho ocupa atualmente o cargo de deputado federal.

Membro de diversas comissões da Câmara, ele obteve destaque como relator da CPI da Subnutrição das Crianças Indígenas. Também foi prefeito de Porto Nacional, deputado estadual e governador interino de Tocantins em 2004.

Dono de um patrimônio de cerca de R$ 9,5 milhões, o parlamentar declarou limite de gastos de campanha no valor de 10 milhões. Seu primeiro suplente é João Costa Ribeiro Filho (PSDB), advogado, 42 anos, natural de Monte Carmelo (MG). O segundo suplente é Agimiro Dias da Costa (PSDB), 46 anos, pedagogo, natural de Babaçulândia (TO).


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Finalmente vamos saber que esqueletos estão guardados no armário da terrorista Dillma Rousseff


 Os ministros do Superior Tribunal Militar desautorizaram decisão do presidente da Corte e liberaram ao jornal Folha de S. Paulo acesso aos autos do processo que levou a terrorista, eleita presidente, Dillma Rousseff (PT) à prisão durante o período da ditadura (1964-85).
O jornal havia protocolado no Tribunal mandado de segurança para ter o direito constitucional de poder acessar os documentos. Contudo, o presidente do STM, Carlos Alberto Soares, negou o acesso, por duas vezes, alegando querer evitar uso político dos documentos.
Em nova sessão marcada por discussões, dez ministros do Tribunal votaram pela liberação do acesso. Para eles, trata-se de um "processo histórico", por isso o veto configurava censura e ia contra a liberdade de imprensa. Somente o relator do mandado de segurança, Marcos Torres, votou contra. O julgamento havia sido suspenso duas vezes. Agora, a Folha poderá consultar o processo após a publicação da ata da sessão, o que deve ocorrer na próxima semana.
Arquivado desde 1970, o processo traz informações de Dillma e outros terroristas que atuaram na organização comunista armada VAR-Palmares. Presa no início de 1970, ela foi condenada por subversão, e solta no final de 1972.
A advogada da "Folha de S.Paulo", Tais Gasparian, lamentou que a decisão tenha saído apenas depois das eleições. “Foi uma vitória da sociedade, mais que uma vitória da 'Folha de S.Paulo'. Esses documentos históricos jamais poderiam ser subtraídos. É lamentável que o pedido tenha sido deferido pós eleições”, disse.
A maioria dos ministros entendeu, como afirmou o ministro José Coelho Ferreira, que “Uma pessoa que deseja servir a Pátria como homem ou mulher pública não pode desejar que fatos históricos relacionados à sua vida sejam subtraídos da informação do povo. Assim como não pode subtrair do público fatos personalíssimos de sua vida, como a saúde”.
Nunca saberemos se as informações poderiam ter mudado o curso das eleições presidenciais.

SAS convoca os beneficiários do “Minha Casa, Minha Vida”

Terminado na última sexta-feira, dia 12, o prazo previsto pela Secretaria de Assistência Social (SAS) para que os primeiros 596 itabunenses possíveis beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida atendessem à convocação para a entrega de documentos e complementação das informações cadastrais, um total de 168 titulares não atenderam ao chamamento. A relação está disponível no site da Prefeitura de Itabuna (www.itabuna.ba.gov.br) e afixadas nas unidades de saúde, Centro de Referência da Assistência Social (Cras 1 e 2) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

Com isso, a Divisão de Habitação e Combate à Pobreza da SAS decidiu prorrogar até a próxima sexta-feira, dia 19, a data limite para que os convocados possam comparecer à Casa do Bolsa Família, situada à Travessa Juarez Távora no bairro São Caetano, local onde está sendo feita a coleta da documentação e informações. De acordo com o diretor da Divisão de Habitação, Márcio Abreu do Bom Conselho, o não comparecimento dos beneficiários poderá caracterizar em desistência.

Ele ressalta que mesmo que o convocado não tenha mais interesse em ser beneficiado pelo Programa é necessário atender à convocação e assinar um termo de desistência. “Terminado este novo prazo, iremos realizar o procedimento de busca ativa, visando identificar quem são essas pessoas e porque não atenderam ao chamamento feito. A nossa intenção é que até o dia 26 de novembro possamos enviar à Caixa Econômica Federal todas as informações cadastrais para análise”, afirma Márcio Abreu.

Cadastro de Espera

O diretor de Habitação da SAS acrescenta que, caso haja desistência, os convocados serão substituídos por novos titulares do cadastro de espera. Segundo Abreu, após o envio da documentação, a Caixa poderá num prazo mínimo de dois dias divulgar a relação definitiva das primeiras 496 famílias que receberam os imóveis do Empreendimento Pedro Fontes I, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, localizado no bairro São Roque.

No procedimento de seleção, de acordo com a Portaria do Ministério das Cidades nº 140, de 5 de abril de 2010, a Caixa utilizará como prioritários os critérios de famílias residentes em áreas de riscos e vulnerabilidade social e mulheres como chefes de família, além dos critérios estabelecidos pela Prefeitura: está inscrito no Cadastro Único da Assistência Social (CadÚnico); renda de até 1 salário mínimo; e famílias contendo três os mais filhos menores residindo na casa.

Os convocados devem comparecer à Casa do Bolsa Família munidos dos seguintes documentos: Carteira de Trabalho; RG (identidade); CPF; Título de Eleitor; Certidão de Nascimento ou Casamento de todas as pessoas que residem com os beneficiários maiores de 18 anos, inclusive o esposo ou companheiro; e Certidão de Nascimento ou Identidade dos menores residentes com o titular beneficiário. Até o início de janeiro de 2011, após confirmação da Caixa Econômica Federal, deverá ser divulgada nova relação com novos 500 possíveis beneficiários da segunda etapa do Programa.

Por - Erivaldo Bomfim - Foto: Waldir Gomes – 16/11/2010




Mangabinha e Manoel Leão terão novos postos de saúde em 120 dias



O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, participou em companhia do secretário da Saúde, Antônio Vieira e dos vereadores Wenceslau Júnior e Raimundo Pólvora, bem como de lideranças comunitárias, das solenidades de lançamento das pedras fundamentais dos postos de Saúde nos bairros da Mangabinha e no Emanoel Leão.

As obras estarão concluídas no prazo de 120 dias, através de uma parceria do governo municipal com o Ministério da Saúde e Caixa Econômica Federal, a quem compete os repasses dos recursos. O custo previsto é de R$ 305 mil e as obras serão executadas pela Constrel.

Ao destacar a importância dos projetos para oferecer condições adequadas a unidades de saúde, que funcionavam de forma inadequada e em imóveis residenciais adaptados, o prefeito lamentou as dificuldades enfrentadas pelos municípios empobrecidos e com as obrigações aumentando cada vez mais.

Azevedo ressaltou ainda, que Itabuna apresentou um crescimento populacional no último Censo, com impacto na gestão pública e é hoje uma cidade com sérios problemas de infraestrutura.

“Recebemos também os problemas herdados das disputas políticas entre as duas lideranças políticas que se alternou no poder ao longo do tempo, o que foi nocivo para o desenvolvimento da cidade e para a sua população”, argumentou o prefeito.

Como exemplo, ele citou os problemas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano que precisaria de um quadro de mil servidores e hoje, tem um efetivo de apenas 80 trabalhadores para atender à demanda de obras de infraestrutura.

A expectativa para reverter esse conjunto de dificuldades, seria, segundo o Capitão Azevedo, a captação de recursos da ordem de R$ 160 milhões, através de vários projetos junto ao governo federal e que contemplariam as demandas da população na área de infraestrutura e serviços públicos.

O secretário Antônio Vieira observa que as duas novas unidades do Programa de Saúde da Família – através de emenda parlamentar João Almeida, do PSDB -, serão implantadas com todos os pré-requisitos exigidos pelo Ministério da Saúde, com sala de atendimento médico e dentário, de esterilização, farmácia, depósitos de insumos e tudo o mais.

Cada unidade vai ocupar uma área de 250 metros quadrados, sendo 200 de área construída. Já foram, segundo o secretário, recuperadas as unidades de referência Alberto Barreto, na Califórnia; José Edites, no São Caetano; Moise Hage, no Lomanto Júnior e Roberto Santos, no Santo Antônio, além dos postos do Jorge Amado, Pedro Jerônimo e Fátima.

“Estamos negociando mais R$ 3,2 milhões de uma emenda parlamentar do deputado Paulo Magalhães para a reforma de todas as unidades da rede municipal de saúde até o final da nossa gestão”, complementou.

O diretor da Constrel, Lídio Vila Nova, informou que o prazo para conclusão da obra é de quatro meses e que a rapidez na assinatura do contrato e lançamento da pedra fundamental vai permitir acelerar todo o processo.

No Emanoel Leão, o prefeito foi recebido pelo presidente da Associação de Moradores, Gerson Luiz dos Santos e pelo empresário Daniel Leão, que doou a área para construção da unidade de saúde.

Por: Kleber Torres
Foto Arquivo

HUGO CHAVEZ, O CHEFÃO DO TRÁFICO

 Por Roger F. Noriega

O presidente venezuelano Hugo Chávez deve estar muito preocupado com o fato de que um homem definido pelo presidente Obama como um dos mais importantes chefes do tráfico internacional de drogas, Walid Makled-Garcia, pode contar em breve a procuradores federais americanos tudo o que sabe sobre os altos membros do governo venezuelano que foram cúmplices em suas operações de tráfico de cocaína.

O depoimento devastador de Makled-Garcia vem no vácuo de novos indícios do apoio de Chávez a grupos terroristas da Espanha, Colômbia e Oriente Médio e seu apoio ilegal explícito ao programa de armas nucleares do Irã.

Lenta mas inevitavelmente, Chávez está sendo desmascarado como o cabeça de um regime criminoso.

De acordo com um uma acusação formal do governo federal, revelada em Nova Iorque terça-feira passada, de 2006 até agosto de 2010, Makled-Garcia trabalhou com membros do governo venezuelano no envio de toneladas de cocaína a partir de pequenas pistas de pouso naquele país para a América Central, México e por fim aos Estados Unidos. O procurador-público de Manhattan Preet Bharara chamou Makled-Garcia de "o chefe dos chefes." De fato, o Departamento de Justiça o apontou como "um alvo prioritário"; um dos traficantes de narcóticos mais perigosos e produtivos.

Makled-Garcia já foi conhecido como um dos empresários mais ricos da Venezuela. Ele entrou na mira das autoridades antidrogas americanas há um ano, quando suspeitou-se que ele estava usando os negócios de sua família na cidade venezuelana de Puerto Cabello e suas ligações com o exército venezuelano e traficantes colombianos para contrabandear cocaína. Com a cumplicidade ativa de dezenas de importantes autoridades venezuelanas, Makled-Garcia dirigiu uma rede de contrabando usando pistas de pouso em território venezuelano. A família também é acusada de estar envolvida em dezenas de assassinatos, incluindo o de um importante jornalista venezuelano e um traficante colombiano.
Com base em seu indiciamento, o governo colombiano prendeu Makled-Garcia em 18 de agosto e agora está analisando um pedido de extradição do réu.

Enquanto isto, em uma entrevista à rede de TV colombiana RCN, na semana passada, Makled-Garcia disse ter provas bastantes de corrupção do narcotráfico no alto escalão do governo - inclusive vídeos e dados bancários - "para os Estados Unidos intervirem e invadirem a Venezuela, como fizeram com (Manuel Antonio) Noriega, no Panamá."

"Dei dinheiro a 15 generais venezuelanos," disse o prisioneiro de 41 anos à RCN. "Se eu for preso por causa de um (avião) DC-9 carregado de drogas vindo do Aeroporto Simón Bolivar, o general Hugo Carvajal [diretor da inteligência militar venezuelana], o general Henry Rangel Silva [chefe da inteligência interna], o general Luis Mota [comandante da guarda nacional] e o general Nestor Reverón [chefe da divisão anti-drogas] tem que ir para a cadeia pelo mesmo motivo."

Em uma entrevista ao jornal venezuelano El Nacional, mês passado, Makled-Garcia disse: "Como prova do que estou dizendo, tenho recibos e números de contas onde depositei dinheiro em nome de esposas, irmãos e irmãs" de "ministros, generais, almirantes, coronéis e cinco deputados da Assembléia Nacional."

Michele M. Leonhart, chefe da [agência nacional de combate às drogas] Drug Enforcement Administration emitiu uma declaração na quinta-feira, deixando claro que ela espera que Makled-Garcia seja entregue às autoridades americanas. "Devido ao trabalho excepcional de nossos parceiros na Colômbia e em outras partes, Makled-García está atrás das grades e aguardando a extradição para os Estados Unidos pelos crimes deste inquérito," ela disse. "Ele construiu um imenso império global do tráfico baseado em atividades criminosas. Sua prisão terá um impacto mundial no fornecimento de drogas e estamos comprometidos com a garantia de que ele vá à justiça nos Estados Unidos."

Chávez, é claro, está desesperado para pôr as mãos em Makled-Garcia. Ele apelou ao presidente colombiano Juan Manuel Santos para que mandasse o prisioneiro venezuelano para seu país de origem, onde ele seria sem dúvida silenciado pela polícia e juízes chavistas.

É improvável que Santos arrisque a aliança de longa data de seu país com Estados Unidos enviando Makled-Garcia para qualquer parte que não eles. Além do mais, como signatário da Convenção contra a Tortura da ONU, o governo colombiano também deve dissipar as preocupações relativas aos direitos humanos estando determinados a que Makled-Garcia não seja submetido a tortura, como será, se for entregue à Venezuela.

Em uma entrevista de TV realizada durante uma visita a Cuba, Chávez disse, no domingo, que ele esperava que os Estados Unidos usassem as afirmações Makled-Garcia "contra a Venezuela e seu presidente," como um pretexto para "levar a Venezuela à Corte Criminal Internacional, para incluir a Venezuela entre os estados que apóiam o narcotráfico e o terrorismo, como parte do jogo do império para promover uma escalada contra a Revolução Bolivariana."

A rede criminosa da Venezuela está na mira da polícia e do governo americanos e Makled-Garcia está pronto para envolver ministros e líderes militares. Alguns podem achar que a cabala não vai mais alto do que o círculo íntimo de Chávez. Mas Chávez parece estar mais bem informado.

* Roger F. Noriega foi embaixador na Organização de Estados Americanos, entre 2001 e 2003, e trabalhou no Departamento de Estado, de 2003 a 2005. É membro do American Enterprise Institute e diretor administrativo do Vision Americas LLC, que representa clientes americanos e estrangeiros.

The American Tradução: DEXTRA