Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sábado, 23 de outubro de 2010

AGRESSORES DE SERRA SÃO AMIGOS DE LULLA

Outro dia, tentando transformar a vítima(Serra) em réu, uma prática costumeira petista, andaram falando no programa da Dilma sobre "gato escondido com o rabo de fora". E os ratos terminaram deixando não apenas o rabo, mas todo o corpo de fora,. Os agressores de Serra são amigos de Lulla, que deixou de ser Presidente para ser chefe de uma facção crimososa. Quem descobriu e publicou as fotos foi o Lucio Neto, confiram em http://lucioneto.blogspot.com/

A VITORIA DAS NULIDADES

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir da honra, a ter vergonha de ser honesto.
Ruy Barbosa
 A revista Veja desta semana revela o tipo de governo produzido pela mentalidade petista de se apossar do estado, aparelhá-lo e usá-lo em seu benefício partidário. A reportagem desta semana relata as tentativas ousadas de petistas de alto coturno de conspurcar um dos mais antigos e venerandos ministérios da República, o da Justiça. A revista teve acesso a conversas que mostram o braço direito do presidente Lula, Gilberto Carvalho, e a candidata à Presidência Dilma Rousseff tentando  usar o Ministério da Justiça para executar “tarefas absurdas”, como fazer "dossiês" contra adversários, coisa que foi corriqueira na Casa Civil.

As pesquisas sérias mostram hoje um rigoroso empate técnico entre quem é do bem (Serra) e a boneca de ventríloco de Lulla. Isto é verdade, não é chute ou torcida. Antes da votação, no primeiro turno, afirmamos aquí que haveria segundo. Erramos?

Apesar da Bahia estar dando um péssimo exemplo, ainda existem baianos e baianas "que não fogem à luta".
E estes baianos e baianas devem arregaçar as mangas e tentar mostrar para os desavisados, o mal que esta turma já causou ao Brasil e como a "coisa" no poder pode piorar.
Deixem de lado aqueles que estão fanatizados pelo PT ou que estão mamando em alguma boquinha, e concentrem-se nas pessoas de boa fé, que estão sendo enganadas pela propaganda nazista de Lulla & Cia., que ensina que uma mentira repetida mil vezes vira verdade.

Se no domingo próximo ela vencer, podem crer, será a vitória das nulidades.



MAIS UMA FALCATRUA DA TURMA DA DILMA

 Minha gente, o caso é sério. A PeTelhada está em polvorosa. O cadáver de Celso Daniel, assassinado para esconder casos de corrupão, está assombrando. Gilberto Carvalho e o PT foram denunciados.(O partido e o chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva são acusados de participação numa quadrilha que cobrava de empresas de transporte para desviar R$ 5,3 milhões dos cofres públicos) É lama escorrendo prá todo lado. E ontem, uma testemunha da Operação Shaolin, abriu o bico na televisão. Vejam a matéria no blog Comunidade Gente Decente (http://gentedecente.com.br/home.html), e vejam o que acontece com gente honesta quando se mistura com o PT. É imperdível.
:Em tempo: como Lulla não aceitou debater com FHC, ele escreveu uma carta aberta ao molusco. Leiam aí ao lado.

Exclusivo - Petistas intimidaram e xingaram Dom Luiz, bispo de Guarulhos, que recebeu ameaças. Mas ele não se cala: “Recomendo voto contra Dilma por causa de suas idéias favoráveis ao aborto”

23/10/2010
às 5:13
Vocês sabem o que penso. Entendo absurda a liminar concedida pelo ministro Henrique Neves, do TSE, que permitiu à polícia federal apreender o “Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras”, em que a Comissão em Defesa da Vida, da Regional Sul I da CNBB, exortava os católicos a não votar em políticos que defendam a descriminação do aborto.
A impressão do texto foi encomendada por Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo de Guarulhos. O PT tentou acusar uma espécie de conspiração, afirmando que se tratava de uma iniciativa do PSDB, já que uma das sócias da gráfica Pana é filiada ao partido. Os petistas só se esqueceram de informar, como noticiou este blog, a empresa imprimiu material de campanha para outros partidos - inclusive para o PT. Num deles, uma central sindical exortava seus filiados a votar em Dilma, o que é ilegal.
Pois bem. Dom Luiz concedeu uma entrevista ao repórter Kalleo Coura, da VEJA, em que desmoraliza mais uma farsa petista. Foi ele quem realmente encomendou a impressão do texto, não o PSDB. Sem receio de defender os princípios da Igreja de que é bispo, reafirma a sua posição contrária ao aborto, diz que se sentiu censurado e reitera que os fiéis não devem votar na petista Dilma Rousseff por causa de suas idéias, favoráveis à descriminação: “Agora, depois do primeiro turno, ela se manifestou muito religiosa, dizendo-se contra o aborto e contra a união de pessoas do mesmo sexo. Quer dizer: tudo aquilo que atrapalhou a sua eleição no primeiro turno, ela tirou da campanha. Você pode confiar numa pessoa que assume posições contraditórias? Ninguém muda de idéia deste jeito. O lobo perde o pêlo, mas não perde o vício. Ela não é confiável”.
Dom Luiz revela também que os petistas tentaram intimidá-lo: “Fui agredido por militantes do PT, que, há dez dias, fizeram um escarcéu debaixo da minha janela, às duas da manhã, com palavrões e rojões. Cheguei até a ser ameaçado”. Sem receio, Dom Luiz avisa: “Ninguém pode botar um cadeado, uma mordaça, na minha boca. Podem apreender um papel, mas nada altera minhas convicções”. Leia os principais trechos da entrevista..
VEJA - Foi o senhor quem decidiu imprimir dois milhões de cópias do “Apelo a todos os brasileiros e brasileiras”?
Dom Luiz -
Sim. Fiz isso para tornar conhecida a minha posição política em defesa da Igreja e da vida. Essa publicação visava justamente defender a vida de seres humanos que não pediram para nascer e não têm condições de se defender. Trata-se de um documento oficial, assinado por três bispos. Não era um panfleto. É um documento autêntico da igreja.
O senhor se sentiu censurado com a apreensão dos folhetos?
Dom Luiz -
laro que sim! Foi um ato totalmente antidemocrático, uma agressão à minha pessoa. Afinal de contas, eu tinha autorizado a publicação. Essa cassação impediu não só a impressão do documento como sua distribuição. Sinto que fui perseguido. O governo fala tanto em liberdade de expressão, mas esta apreensão foi um atentado a um princípio constitucional. A minha opinião foi censurada.
O senhor defende explicitamente que os fiéis não votem em Dilma Rousseff?
Dom Luiz -
Minha recomendação é essa por causa das idéias favoráveis ao aborto que ela tem. Em 2007, numa entrevista, ela chegou a dizer que era um absurdo a não-descriminalização do aborto no Brasil. Então ela é favorável a isso. Agora, depois do primeiro turno, ela se manifestou muito religiosa, se dizendo contra o aborto e contra a união de pessoas do mesmo sexo. Quer dizer: tudo aquilo que atrapalhou a sua eleição no primeiro turno, ela tirou da campanha. Você pode confiar numa pessoa que assume posições contraditórias? Ninguém muda de idéia deste jeito. O lobo perde o pêlo, mas não perde o vício. Ela não é confiável.
O PT chegou a dizer que havia “indícios veementes” de participação do PSDB nas encomendas dos folhetos. Isso ocorreu?
Dom Luiz -
Em circunstância nenhuma eu agi de acordo com orientações partidárias. Eu falei, repito, assino e afirmo: “Não tenho partido político”. Eu sou um ser político, sim, mas não partidário. Se tomei partido nesta eleição, não foi a favor do PSDB, foi contra o PT e a Dilma. As razões são claras: sou contra o aborto e a favor da vida. Não fui procurado por partido político nenhum! Fui apenas agredido por militantes do PT, que, há dez dias, fizeram um escarcéu debaixo da minha janela, às duas da manhã, com palavrões e rojões. Cheguei até a ser ameaçado.
Como foi isso?
Dom Luiz -
Recebi cartas anônimas. Uma delas dizia: “O Celso Daniel foi assassinado, tome cuidado”. Fiz um boletim de ocorrência por causa disso, mas não tenho medo. Se fizerem qualquer coisa contra mim, será um tiro no pé. Será pior para eles.
É papel de um bispo se posicionar politicamente?
Dom Luiz -
O papel do bispo é orientar os seus fiéis sobre a verdade, sobre a justiça e sobre a moral. Ele deve apresentar a verdade e denunciar o erro. Foi o que fiz. Tenho todo o direito - e o dever - de agir do modo que agi. Não me arrependo de ter falado o que falei. Faria tudo de novo! Se surgir um candidato que seja contra os princípios morais, contra a dignidade humana e contra a liberdade de expressão, irei me levantar de novo.
O senhor irá continuar distribuindo documentos similares aos apreendidos?
Dom Luiz -
Se a Justiça liberar, vou. De qualquer forma, vou continuar manifestando minha opinião. Ninguém pode botar um cadeado, uma mordaça, na minha boca. Podem apreender um papel, mas nada altera minhas convicções.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Morre aos 97 anos em Ibicaraí D. Anita Habib

Faleceu no inicio da noite de hoje (22) a viúva do grande cacauicultor Abidala Habib, senhora Anita Habib aos 97 anos de idade, na cidade de Ibicaraí, Sul da Bahia. 


Anita era uma das pessoas mais conceituadas da cidade de Ibicaraí e de toda a região do cacau.  O seu corpo está sendo velada na Fazenda Entre Rios, próxima a Villa Santa Isabel (antigo “Os 41”) entre Itabuna/Ibicaraí.

O seu sepultamento acontece amanhã, dia 23, às 16h00min no mesmo local onde o seu corpo está sendo velado.

D, Anita Habib tinha um carinho todo especial do ex-prefeito de Itabuna Fernando Gomes, pois nesta Fazendo ele passou sua juventude, e considerava Abidala e Anita grandes incentivadores do seu destino vitorioso dentro da política brasileira.

Este blog com muito pesar edita esta nota, agradecendo também a informação que chegou até nós, através do diretor técnico da Emasa e sobrinho da família Marcus Habib.

Feijoada do Amor em sua 12ª edição acontece neste sábado

Solidariedade, amor e caridade. Esses são os três principais ingredientes com os quais o Lions Clube Itabuna Sul prepara a 12ª Feijoada do Amor, que acontece neste sábado, dia 23, a partir das 12 horas na quadra de esportes do Colégio Sistema, em benefício das obras assistências promovidas pelo Lions.

Para oportunizar a participação de vários segmentos da sociedade, o clube de serviço colocou à venda 600 camisas. A decisão de limitar o número de convidados foi feita pela diretoria do Lions, visando assegurar o bem-estar dos participantes. Durante a Feijoada, haverá sorteio de brindes e apresentações musicais.

Segundo o coordenador da comissão organizadora, Jorge Braga (foto, camisa bege) a realização da Feijoada do Amor é o mais importante evento promovido pelo Lions, que conta com o apoio de diversas instituições e empresas da cidade. Ele destaca também o envolvimento de artistas regionais que fazem questão de participar sem cobrar nenhum cachê nas suas apresentações.

“O objetivo maior proposto pelo Lions, que é o de servir ao próximo mais carente em suas necessidades, é compreendido pela sociedade itabunense que, sensibilizada, participa tão somente pelo fato de poder contribuir para minorar o sofrimento do outro”, elucida Braga.

Também integrando a comissão organizadora, o companheiro leonino Paulo Henrique Miranda destaca o comprometimento dos demais membros do clube de serviço como um fator preponderante para o bom êxito da Feijoada. Hoje, o Lions Itabuna Sul conta com 60 integrantes, que são os responsáveis diretos pela venda das camisas e por toda infraestrutura para a realização do evento.

Por:  Erivaldo Bomfim

ARTISTA POPULAR ENQUADRA BANDIDAGEM

Estamos chegando ao final de semana. Hora de descontrair um pouco. Lembram-se daquela famosa música que diz " se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão"?
Essa música vai no mesmo caminho. Divirtam-se:

Novo deputado Gilberto Santana prega a transparência

Recinto da Igreja totalmente lotado
Muitos amigos, familiares e eleitores estiveram ontem (21) as 19 horas, na Igreja Nossa Senhora da Vitória (Jardim Vitória) para parabenizar duplamente o Coronel Gilberto Santana, pela sua vitória como deputada estadual e também pela passagem de seu aniversário numa Missa de Ação de Graças celebrada pelo Padre Alexandre, que em seu sermão pregou a honestidade do político e sua determinação dada por Deus.

Após a Missa, o novo deputado estadual, agradecendo a presença de todos e, que, todos se sentissem abraçados defendeu a transparência do político, em relação a sua atenção e honestidade com o erário público. Santana demonstrou muita confiança em seu discurso, dando a certeza de que será um grande representante desta “pobre e rica região” junto à Assembléia Legislativa. Prometeu ser independente em defesa do povo.
Foto: Alex de Souza

BR 101 SERÁ INTERDITADA

Imagem de Arquivo

Produtores rurais de Buerarema estão se concentrando neste momento (10:15 h) na Praça da Prefeitura de Buerarema, de onde seguirão para a BR 101.
Eles fecharão a rodovia por tempo indeterminado, como forma de protestar contra a demarcação de terras para os índios(???) e pela falta de ação do governo em decorrência de novas invasões perpetradas.

Segundo informações do PM Jota Jorge, pelo telefone, o início da interrupção deverá acontecer (segundo informações dos produtores) até o meio dia.

BRINCADEIRA TEM HORA

 Dora Kramer - O Estado de S.Paulo

Em primeiro lugar, o presidente Luiz Inácio da Silva é a última pessoa com autoridade moral para falar em farsas ou em "mentira descarada", visto que é protagonista da maior delas: a falácia segundo a qual recebeu uma "herança maldita" e que estabilidade econômica, a abertura do Brasil para o mundo, o crescimento e a entrada de milhões do mercado consumidor deve-se exclusivamente ao seu governo.
Há pouco seu governo inteiro junto com sua candidata à Presidência produziram "mentiras descaradas" ao repudiarem as denúncias de que havia na Receita quebras de sigilo fiscal de adversários políticos e que um esquema de tráfico de influência e corrupção estava montado a partir da Casa Civil.
Lula também se precipitou ao atribuir as quebras de sigilo a uma "briga de tucanos". Baseava sua tese no fato de o mandante ser repórter do Estado de Minas sem saber que à época Amaury Ribeiro estava em férias a serviço de outrem.
O presidente da República dá razão ao antecessor que o chama de "chefe de uma facção", quando escolhe insuflar a violência no lugar de contribuir para apaziguar os ânimos.
É o que faria um estadista.
Justiça se faça, Lula não ficou só em sua tentativa de ridicularizar o episódio. Muitos na imprensa partiram para ironias, achando um exagero a reação de José Serra atingido, afinal, só por "uma bolinha de papel".
Foram duas imagens captadas em dois momentos diferentes, comprovou-se ao longo do dia. Mas, ainda que o candidato tucano tenha feito drama, continuam sendo inaceitáveis os ataques de militantes contrariados com a passagem do tucano pelas ruas de Campo Grande (RJ). Brincar com isso é má-fé, tratar como banal a violência eleitoral e, sobretudo, não entender o valor em jogo.
Impedir um ato de campanha com tumultos é violência. Bem como foi violência atirar um balão cheio de água sobre o carro onde estava a candidata Dilma Rousseff ontem em Curitiba. O balão não a atingiu, mas poderia ter atingido. Ainda assim resta a intenção: agredir.
O presidente da República condenará uma violência, mas aprovará a outra? Ou dirá que estava apenas condenando o "teatro" do adversário? Nisso não é crítico autorizado.
É partícipe e mesmo condutor de uma caminhada em direção ao retrocesso: a nos tornarmos permissivos com o uso da violência na política, assim como já estamos no rumo de revogar a integralidade do preceito do livre pensar.

VAI CAIR

 Este imóvel, no centro da cidade, tem tudo para desabar a qualquer momento. Sem telhado, sujeito a todas as intempéries, é uma bomba relógio.
O mais grave, é que ao seu redor, todos os dias ficam muitas pessoas que trabalham com venda e compra de motos e automóveis.
Sem falar nos transeuntes, uma vez que é um local movimentadíssimo.
A Defesa Civil de Itabuna, o Ministério Público ou a Prefeitura, tem que tomar uma providência urgente.

O que não pode, é deixar acontecer uma tragédia anunciada, e depois ficar jogando a culpa uns nos outros.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

PARA ONDE VÃO NOSSOS IMPOSTOS

 O noticiário da televisão mostra que o Governo Lulla bate recordes de arrecadaçao de impostos. São bilhões de reais que são arrancados de todos os brasileiros. E o que temos de volta? Onde estão sendo empregados estes bilhões?
Além de desviados criminosamente pelas erenices e filhos, estão indo para outros países. A prova está neste vídeo:
A campanha do PT, cheia de ódio plantado dia após dia pelo líder máximo, espalhou, nas principais cidades, turbas de militantes pagos para constranger simpatizantes da oposição, atacando carros com adesivos, xingando e ofendendo os eleitores.
Fiquem atentos. Não respondam as provocações. Não corram riscos. Não enfrentem a escória  escolhida a dedo pela pelegada sindical.
Não caiam na armadilha de ter qualquer tipo de enfrentamento. É gente treinada para promover balbúrdias e incidentes.
Lembrem que, na hora de votar, não há nada a temer, visto que o voto é secreto e, lá dentro, ninguém poderá saber  da sua escolha. 
Preservem-se !
O importante é vencer esta eleição e salvar o Brasil de uma Ditadura Corrupta de Partido Único.
Antonio Vieira recebe Kevin Nicholas Giunta em seu gabinete




Rubem, Zahara, Marta Mary, e os doutores: Vieira e Kevin
Visitando o Brasil por várias vezes, o médico norte americano do Missouri (Estados Unidos), Kevin Nicholas Giunta, casado com a brasileira e itabunense Marta Mary resolveu permanecer nas terras grapiúna.

Hoje a tarde ele manteve contato com o Secretário de saúde do Município, Dr. Antonio Vieira (foto) quando na oportunidade Kevin expôs sobre a sua intenção de montar um consultório em Itabuna.

Dr. Vieira, como sempre,  em seu gabinete na Prefeitura de Itabuna recebeu o médico norte americano e sua comitiva, com muita fidalguia e prometeu ajudá-lo no que for necessário, já que sua especialidade (Quiropraxia) e rara no município.
Dr. Kevin, 48 anos de idade, fez doutorado em Quiropraxia na Cleveland Universit de Kansas City. Em Itabuna ao lado de sua esposa, que foi funcionária da Emasa, dentro de alguns dias estará inaugurando o seu consultório.

Marta e Kevin desembarcaram no Brasil com a proposta de trazer para Itabuna um novo conceito de tratamento de problemas nas articulações, coluna vertebral, pescoço, tensão muscular, hérnia de disco entre outras.

Quiropraxia

É indolor, sem uso de medicamentos, sem cortes ou perfurações simples e eficaz. É chamado de Quiropraxia o tratamento para corrigir as subluxações vertebrais que inclui ajustes manuais que podem ser aplicados adjunto com equipamentos tais como a Spinal Decompression Therapy que é uma mesa computadorizada para descompressão espinhal.

Em breve divulgaremos suas instalações. Mais informações sobre Quiropraxia no http://www.quiropraxia.org.br/

PADRE ADVERTE CRISTÃOS

Depois que a tropa de choque petista, os "camisas vermelhas", sitiaram uma gráfica em São Paulo, para evitar que material da Regional Sul da CNBB fosse distribuido ao povo de Deus, o Padre Paulo Ricardo ensina como contornar o ataque dos nazistas petistas. Vejam:

 

Azevedo defende mobilização da sociedade contra violência

Uma mobilização do governo e da sociedade civil na luta contra a violência foi defendida pelo prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, ao presidir a quarta reunião ordinária do Gabinete de Gestão Integrada de Itabuna, na FTC.

Ele condenou o tráfico de drogas que instaurou nas cidades brasileiras uma verdadeira guerrilha urbana e impõe a sentença de pena de morte para os jovens, exigindo uma pronta reposta do governo e da própria população.

O prefeito defendeu ainda a parceria do governo municipal com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, que disponibiliza recursos para 100 diferentes tipos de programas voltados para o combate à violência, com ações em áreas carentes de serviços e investimentos em políticas de inclusão social.

Azevedo manifestou ainda a sua preocupação com a questão da violência em Itabuna, cidade que figurou no topo do ranking brasileiro para os jovens em situação de risco: “O problema é que as pessoas estão abandonadas e nós precisamos estar unidos para abaixar estes índicadores”.

Ao lembrar que uma limitação do governo municipal é a falta de recursos para enfrentar uma verdadeira epidemia de violência, o prefeito destacou a necessidade de integração das ações de segurança e de uma soma de esforços conjuntos das instituições, que não podem ficar de braços cruzados.

No caso de Itabuna, a questão se agrava, segundo ele, porque a cidade cresceu de maneira desordenada, cercada por um verdadeiro cinturão de pobreza e desigualdade social: “Além do mais vivemos num pais capitalista, com todas as suas contradições”.

A secretaria executiva do GGI, Luisa Aragão Padilha Leal destacou que o Gabinete de Gestão tem uma ampla agenda para aprovação do regimento interno, formatação das comissões técnicas - de pesquisa e sistematização, planejamento, capacitação, legislação e operações, - e elaboração do Plano Municipal de Segurança Pública.

A reunião discutiu e aprovou, ainda, a celebração de termo de cooperação técnica com o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), prevendo a implantação em Itabuna do Projeto Começar de Novo, que visa a reinserção social de presos egressos do sistema prisional, cumprindo penas alternativas, bem como adolescentes em conflito com a lei, através do incentivo ao trabalho e a profissionalização.

O projeto engloba ações culturais, educacionais, de capacitação e de inserção no mercado de trabalho, o que é previsto na legislação federal e na Lei Municipal 2.116, de 26 de janeiro de 2009, que instituiu o Programa de Incentivos e Empregos de Egressos do Sistema Prisional.

Por - Kleber Torres Fotos: Vinícius Borges 21-10-2010

O mestre deu a partida

21 de outubro de 2010
Dora Kramer - O Estado de S.Paulo

Em entrevista ao jornal espanhol El País no início deste ano, o presidente Luiz Inácio da Silva manifestou convicção na vitória. "Dificilmente perco essa eleição", disse, a despeito de o adversário à época apresentar vantagem nas pesquisas.
Lula sabia do que estava falando: da disposição de usar e abusar de todos os métodos - quase infinitos - à disposição de um presidente da República para cavar o êxito que o levaria a bater recordes históricos de transferência de votos e a lograr espaço de honra no panteão dos presidentes eleitoralmente mais bem-sucedidos do Brasil.
Para isso decretou que sua prioridade absoluta no último ano de mandato seria eleger Dilma Rousseff. Paralisou o governo, mobilizou toda a administração na perseguição dessa meta, rasgou a Constituição, violou todas as regras da boa conduta, atacou violentamente a todos que enxergou como adversários.

Tão violentamente que governadores aliados ao governo e eleitos no primeiro turno criticaram direta e abertamente o presidente, atribuindo à sua conduta agressiva a perda dos votos suficientes para eleger Dilma no dia 3 de outubro passado.
Não é de estranhar, portanto, a atitude dos manifestantes petistas que ontem agrediram o candidato José Serra durante um ato de campanha na zona oeste do Rio de Janeiro.
Em 2002 o presidente recém-eleito Luiz Inácio da Silva agradeceu ao presidente que deixava o posto, Fernando Henrique Cardoso, a correção da atitude neutra à qual atribuiu, junto com a eficiência da Justiça Eleitoral, a sua eleição.
Oito anos depois, o presidente Lula faz o oposto do que considerava o melhor para o Brasil. Desqualifica a Justiça, afronta a legislação e usa de maneira escabrosa a máquina pública; sem freios nem disfarces.
Não há outra conclusão possível: Lula só leva em conta o que é melhor para si, já que passados esses anos certamente fez a conta de que a "correção" de FH fez o antecessor não eleger o sucessor.
Como não quer correr o risco, Lula apropria-se indevidamente do patrimônio público, comete todas as infrações à sua disposição, leva o governo para a ilegalidade e ainda se vangloria como quem dissesse que vergonha é roubar e não poder carregar.
O pior para ele é que com tudo isso ainda pode perder. O melhor para o País já foi feito quando o eleitorado criou esse espaço de confrontação final. Do qual o presidente da República abusa sem nenhum escrúpulo, aparentemente com a concordância do Ministério Público.
A tropa que entrou em choque com a campanha tucana no Rio fez o que o mestre ensinou: vale tudo e mais um pouco para tentar ganhar a eleição.

CAMINHADA PRÓ SERRA

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

MISSA ENCOMENDADA

Foi o próprio PT quem informou que contratou o Vox Populi e o Ibope para "fazerem pesquisas". Até aí nada de mais. O caso é que, no primeiro dia do levantamento, a direção do PT "já sabia" qual seria a diferença. E informou ao blogueiro petista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, que publicou no twitter. A pesquisa, no máximo, deveria ter chegado a uns 30% do "campo".  É golpe eleitoral. É uma vergonha a Rede Globo participar de tamanha armação a favor da candidata oficial.
E os números recém anunciados pelo Ibope, tanto quanto o foram os do Vox Populi, batem com o que Ricardo Noblat publicou antecipadamente.
Resumo da Ópera: o PT indica os números que quer e o Vox Populi e o Ibope entram com o "nome".
Dia 31 os dois institutos serão novamente desmoralizados, como já foram em 03 de outubro.

O BRASIL EM PERIGO

 Quem é mais velho, sabe o que foram os “camisas negras” de Mussolini, e as SA de Hitler. Eram grupos para-militares usados para agredir violentamente os adversários.
Os mais novos conhecem a versão venezuelana de Hugo Chaves e, infelizmente, conhecem agora as “milícias petistas” de Lulla, Dilma e Zé Dirceu.
Não foi à toa que o jurista Helio Bicudo, um dos fundadores do PT, ao declarar voto em SERRA, disse que: “voto em SERRA para proteger a Democracia no Brasil”.
Alguns poderiam até pensar que ele estaria exagerando, mas depois da agressão contra   SERRA e seus acompanhantes ( até um pastor da Assembléia de Deus apanhou) no Rio de Janeiro, está provado que o ex-vice prefeito de São Paulo, no governo de Marta Suplicy, sabe o que está falando.
As “milícias petistas” estão agindo graças ao estímulo do próprio Lulla, que vem destilando ódio em seus comícios, onde vem pregando a divisão de classes, demagogicamente.
Os petistas estão apavorados com a perda das regalias. Estão usando de todas as táticas sujas para vencer a eleição. Estão usando os “pelegos” dos sindicatos ( que estão mamando nas tetas do governo ), estão usando notórios corruptos como Sarney, Renan Calheiros e Collor e botaram prá valer a sua milícia.
Esta eleição virou um divisor de águas: é votar em SERRA para restaurar a Democracia e a Honradez no Brasil, ou votar em Dilma e ver nosso país afundar de vez na lama da corrupção, do peleguismo sindical, da violência institucionalizada e da banalização dos valores morais e cristãos. Se Dilma ganhar, caminharemos a passos acelerados para uma Ditadura Partidária no Brasil.

"Na primeira noite eles aproximam-se e colhem uma flor do nosso jardim e não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam o nosso cão, e não dizemos nada.
Até que um dia o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. 
E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada."


QUE DEUS NOS PROTEJA E ILUMINE O POVO BRASILEIRO !

Serra é agredido em pancadaria por militantes do PT no Rio

Xingado e atingido por um objeto, presidenciável tucano chamou de fascista manifestação dos militantes adversários

Em caminhada em Campo Grande, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, o candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, foi hostilizado por militantes do PT, que vestiam camisetas e portavam bandeiras do partido.


Houve grande confusão e Serra chegou a ser atingido na cabeça por um objeto. Uma repórter de Rede Globo também foi atingida na cabeça por uma pedra. Militantes do PSDB e do PT trocaram xingamentos e agressões sem que houvesse interferência da polícia. A caminhada tucana teve que ser interrompida.


“São tropas de assalto do PT. Isso é próprio de movimentos fascistas. Isso é uma tropa de assalto. Lembram-se das tropas de choque dos nazistas? Isso é típico de movimentos fascistas, como eles são”, disse Serra dentro de uma farmácia, onde se refugiou enquanto esperava a multidão se acalmar.


Quando saiu da farmácia, o candidato decidiu enfrentar as dezenas de manifestantes petistas que aguardavam à porta, em meio a militantes de seu próprio partido. Ele fez "45" com as mãos (o número de seu partido) enquanto ouvia palavrões. Um manifestante chamou Serra de "f.d.p" e Serra revidou o xingamento.
Segundo os militantes do PT, a manifestação não foi planejada por causa da visita de Serra. “Nossa militância marca ponto no calçadão de Campo Grande todos os dias”, disse Edson Alves, 50 anos, que disse ser filiado ao PT há 30 anos.


De acordo com outro petista que estava ao seu lado, um militante do PSDB agrediu um dos manifestantes, causando sangramento em seu supercílio. Os militantes do PT gritavam “Serra ladrão, onde está o dinheiro do Paulo Preto?”, outras palavras de ordem e xingamentos. Não houve intervenção da polícia.


Durante a confusão, Serra entrou em vários estabelecimentos para tentar escapar dos petistas. Depois de cerca de 15 minutos de empurra-empurra, o tucano chegou a entrar no seu carro, se dizendo grogue, e permaneceu lá por alguns minutos. Tentou voltar à caminhada e, por fim, se retirou e seguir sua agenda no Rio de Janeiro.


O presidenciável estava acompanhado de seu vice, Indio da Costa, que faz aniversário hoje, e dos ex-candidatos derrotados ao governo do Rio e ao Senado Fernando Gabeira e Marcelo Cerqueira. Questionado, Indio não justificou a escolha do local. Disse apenas que queria comemorar o seu aniversário no Rio.


Atendimento médico


Logo após a caminhada estava agendada uma visita às obras do estádio do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro. Mas o helicóptero que levava Serra, fez um desvio e foi para a Clínica Sorocaba, em Botafogo, zona sul do Rio.


No local, Serra foi atendido pelo médico especializado em cirurgia de cabeça e pescoço, Jacob Kligerman. O atendimento durou cerca de meia hora e de acordo com a clínica, teve um procedimento de rotina. Após o atendimento, o candidato deu continuidade à sua agenda.
IG Rio

Quiropraxia está chegando em Itabuna

Doutor Kevin Nicholas Giunta chega a Itabuna

Visitando o Brasil por várias vezes, o médico norte americano do Estado de Missouri, Kevin Nicholas Giunta, onde descobriu o amor de sua vida, a jovem Marta Mary em Itabuna, resolveu permanecer nas terras grapiúna.

Dr. Kevin e sua esposa, a itabunense, Marta
 Dr. Kevin, com 48 anos de idade é especialista em Quiropraxia, fez doutorado na Cleveland Universit de Kansas City. Em Itabuna ao lado de sua esposa, que foi funcionária da Emasa, dentro de alguns dias estará inaugurando o seu consultório.

Marta e Kevin desembarcaram no Brasil com a proposta de trazer para Itabuna um novo conceito de tratamento de problemas nas articulações, coluna vertebral, pescoço, tensão muscular, hérnia de disco entre outras. 

Como funciona a Quiropraxia

É indolor, sem uso de medicamentos, sem cortes ou perfurações simples e eficaz. É chamado de Quiropraxia o tratamento para corrigir as subluxações vertebrais que inclui ajustes manuais que podem ser aplicados adjunto com equipamentos tais como a Spinal Decompression Therapy que é uma mesa computadorizada para descompressão espinhal. Em breve divulgaremos suas instalações.


Mais informações sobre Quiropraxia no http://www.quiropraxia.org./

A DEBANDADA CONTINUA

 A candidatura de Dilmão de Lulla é um Titanic. A cada dia que passa, mais e mais ex-aliados fogem do naufrágio que se avizinha e pulam para o barco seguro de SERRA. É um verdadeiro "salve-se-quem-puder".

O apoio que o candidato José Serra (PSDB) buscava no Rio Grande do Sul desde o início da campanha foi conquistado a 12 dias do segundo turno. O ex-governador Germano Rigotto e o ex-prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, (ambos do PMDB) declararam ontem que vão votar no tucano.
A declaração de voto foi acompanhada pela maioria dos deputados estaduais e federais eleitos pelo PMDB, todos favoráveis a Serra. Em outra reunião, Rigotto e Fogaça encontraram-se com o governador eleito de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM), o vice-governador eleito Eduardo Pinho Moreira (PMDB) e os senadores eleitos Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB). A missão dos aliados de Serra é reverter a diferença de cerca de 400 mil votos que Dilma teve no Rio Grande do Sul.
No Paraná, o governador eleito Beto Richa (PSDB) começa hoje uma série de viagens pelo interior do Estado para, além de discutir programas de seu futuro governo, fazer campanha em prol de Serra. O candidato tucano chegará ao Paraná amanhã, para uma visita a Maringá acompanhado de Richa.

FELIZMENTE FHC VENCEU

Quando da disputa eleitoral entre FHC e Lulla, o atual presidente foi contra o Plano Real, plano que mudou a face do Brasil. Foi a partir do fim da inflação que FHC pode criar as bases para o soerguimento do Brasil. Se Lulla tivesse sido eleito naquela oportunidade, estaríamos até hoje sofrendo com a inflação e o Brasil progressista de hoje seria uma grande Cuba, onde falta tudo ao povo. E Dilmão, a invenção de Lulla, em entrevista a Folha de São Paulo, concorda que, sem o Plano Real de FHC não teríamos o progresso que temos hoje. É A HERANÇA BENDITA DO PSDB. Vejam o vídeo:

Parabéns, Coronel!

O coronel Gilberto Santana que se elegeu deputado estadual, tornando-se um legitimo representante do povo do sul da Bahia, hoje (21) comemora mais um aniversário.

Aproveitando a oportunidade está convidando todos seus parentes, amigos e eleitores para uma Missa de Ação de Graças que será celebrada às 7 horas da noite na Igreja Nossa Senhora da Vitória, bairro Jardim Vitória.

A vitória de Santana foi realizada através de muita luta e suor derramado, mas Deus lhe deu essa graça, e com certeza ele se tornará em um grande líder de nossa gente.

Ao coronel Santana este blog desejamos  muita saúde, paz e felicidades para reger os seus projetos, que com certeza, deverão ser muitos em benefício de uma sociedade tão sofrida e carente.

Não esqueçam, a missa será celebrada hoje (21) às 19 horas, no Jardim vitória. Parabéns, Coronel, que Deus, nosso Pai Supremo Lhe dê muita Luz para conduzir mais um destino.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

PSDB acusa Vox Populi de favorecer Dilma nas pesqusas

Marcos Coimbra, do Vox Populi, responde: “Acusações assim acontecem quando uma pesquisa não é favorável a um candidato”

Nara Alves, iG São Paulo | 19/10/2010 15:44

O PSDB acusou o Vox Populi e outros institutos de pesquisa de produzir propositadamente resultados favoráveis à candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff. Em coletiva de imprensa nesta terça-feira na sede da campanha do tucano José Serra, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, classificou os institutos de “cabos eleitorais”. Nominalmente, Guerra citou apenas o instituto Vox Populi. “No primeiro turno, o Vox Populi se destacou mais que os outros. Não dava para acreditar que foi um erro. Foi uma safadeza”, afirmou.

Foto: Agência Estado
Sérgio Guerra durante entrevista coletiva em SP
O presidente do Conselho do Vox Populi, Marcos Coimbra, vê com serenidade a agressão verbal de Sérgio Guerra. “Acusações assim acontecem quando uma pesquisa não é favorável a um candidato”, afirmou. Coimbra ressaltou que o instituto presta serviços para o PT, assim como para o próprio PSDB. Ele lembrou ainda que, no primeiro turno, o PSDB fez acusações semelhantes com relação ao instituto Sensus e, ainda assim, utilizou a pesquisa no horário eleitoral quando esta apontava subida de Serra.

Coimbra ressaltou que pesquisas não trabalham com certezas. “Pesquisas trabalham com probabilidades. Não é matemática, é estatística. (...) Institutos de pesquisas duráveis, que resistem ao tempo, não vendem certezas. Só vende certeza quem não conhece pesquisa. Vendemos pesquisas bem feitas”, disse.

Nas declarações que deu, Sérgio Guerra deixou claro o motivo de sua irritação: “Esse tipo de interferência (a pesquisa) induz a mais erro, interfere sobre a animação dos nossos companheiros, prejudica o desempenho das campanhas”, disse.

A pesquisa eleitoral é, sem dúvida, um dos principais insumos das campanhas políticas. Seus números orientam o tom dos candidatos, mobilizam ou paralisam a militância, estimulam ou retraem os financiadores. Sempre que são divulgados, os números produzem dois tipos de reações principais. Quem está na frente diz que pesquisa não ganha eleição. E quem está atrás, critica a metodologia e, em alguns casos, até mesmo a lisura dos institutos.

O iG procurou, e não encontrou, uma única acusação verbal desferida pelo PSDB contra o Vox Populi, nem qualquer questionamento à correção do seu trabalho, nas corridas estaduais em São Paulo e Minas Gerais, onde o instituto previu a vitória dos candidatos tucanos em primeiro turno.

Criminosos sequestram família de gerente do BB de Ibirapitanga

PorFilipe Costa -Criminosos sequestraram o sub-gerente  do Banco do Brasil, a mulher dele e o filho, de apenas 10 anos, no começo da manhã desta terça-feira (19), na cidade de Ibirapitanga, sul da Bahia. O crime aconteceu no momento em que os pais levavam a criança para o colégio. Segundo a polícia, o bando pretendia forçar o funcionário da agência, identificado apenas como Marcelo, a liberar o acesso ao cofre do banco.


Testemunhas perceberam a situação e acionaram a polícia. Soldados de outras cidades da região e até de Salvador foram enviados ao município. Assustados, os criminosos libertaram as vítimas por volta do meio-dia. Apesar de abalados, todos passam bem. Eles foram mantidos reféns em uma área isolada da cidade, rodeada por vegetação.

Dois suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos na tarde desta terça-feira, segundo o delegado responsável pelo caso, Frank Geyer. Ele acredita que a quadrilha seja composta por até 14 pessoas.


A agência do Banco do Brasil de Ibirapitanga, que desta vez não chegou a ser assaltada, já havia sido alvo de bandidos há cinco meses, quando seis homens roubaram dinheiro da unidade e ainda usaram o gerente, dois policiais militares e o vigilante do estabelecimento como escudos durante a fuga.

A Tarde Online

MENTIRA TEM PERNAS CURTAS

Apresentado por Dilma no debate como uma revolução nos modos de patrulhar fronteiras, o único Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado) existente no país está parado num galpão a cerca de 40 km de Foz de Iguaçu, no aeródromo em São Miguel do Iguaçu (PR).
A cidade de São Miguel do Iguaçu é conhecida por estas bandas de MT como Rio Bostinha, terra do diretor geral do Dnit Luiz Antonio Pagot, de Blairo Maggi e de mais uma meia dúzia de “prósperos” empreiteiros que prestam serviços ao Dnit.
O aparelho não voa há pelo menos dois meses, segundo revelou reportagem da Folha de SP de hoje. E mais: a aeronave em teste não pertence ao governo brasileiro, mas a uma empresa israelense. O primeiro equipamento comprado só deve chegar no ano que vem e custou cerca de R$ 8 milhões.

COMO LER O RESULTADO DA VOX POPULI

A pesquisa da Vox Populi foi publicada hoje. Como eles erram, mas erram feio, sempre a favor de Dilmão, se compararmos com o erro do primeiro turno, teremos  a seguinte leitura:
 Primeiro Turno, resultado previsto da Vox:
 Dilmão 51%
 SERRA  24%

Resultado das urnas
Dilmão 46.91%
 SERRA 32,61

A pesquisa da Vox, deu 4,09% a mais para Dilmão e 8.61% a menos para SERRA
Se fizermos a correção da Pesquisa de hoje, o resultado é o seguinte:
Dilmão 51 – 4.09 =  46.91
SERRA 39 + 8.61 = 47.61
CONCLUSÃO: Os números verdadeiros mostram SERRA Á FRENTE.

A CENTRAL DE MENTIRAS ATACA DE NOVO !!!

 VEJAM VOCÊS COMO A COISA FUNCIONA:
O BLOGUEIRO PETISTA RICARDO NOBLAT, POSTOU NO BLOG DELE, QUE
AS PRÓXIMAS PESQUISAS DO VOX POPULI E DO IBOPE TRARÃO 
GRANDES  NOVIDADES EM FAVOR DE DILMÃO.
SEGUNDO NOBLAT, O VOX POPULI TRARÁ UMA DIFERENÇA A FAVOR DA  TERRORISTA DE 11 PONTOS PERCENTUAIS E O IBOPE DE 12 PONTOS PERCENTUAIS.
SÓ QUE UMA DAS PESQUISAS CITADAS, AINDA REALIZA O TRABALHO DE CAMPO, AINDA NÃO TERMINOU, MAS O MÁGICO NOBLAT JÁ SABE O
RESULTADO DAS PESQUISAS ENCOMENDADAS PELO PT.

DÁ PRA ACREDITAR?

SE OS RESULTADOS DE AMBAS AS PESQUISAS FOREM ESTES ANUNCIADOS AÍ AO LADO, ISTO SE CONSTITUI EM  FRAUDE ELEITORAL.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

SERRA AGRADECE INTERNAUTAS

 

DEBANDADA II

 COM AS MÃOS NA CABEÇA....
A terrorista Dilma está com as mãos na cabeça prá não perder o juizo. De futura Presidenta, vê-se como futura ex-nada, execrada até pelo seu criador, o Lulla.
O jornalista Claudio Humberto diz em seu blog, que as relações entre Dilmão e Lulla, estão de tal modo estremecidas, que eles pouco se falam. Suportam-se apenas...
O resto do bando está em polvorosa tentando salvar as boquinhas.
E a debandada continua.
O ex-governador do Maranhão José Reinaldo Tavares (PSB), candidato ao Senado Federal nestas eleições, declarou apoio ao candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra.
“Vou votar no Serra pelas suas qualidades, ele é extremamente competente e preparado, já demonstrou tais virtudes em todos os cargos por onde passou, tanto na Prefeitura quanto no Governo de São Paulo. Além disso, ele tem o melhor projeto para o Maranhão”, declarou José Reinaldo.
Questionado sobre a decisão de ir contra a orientação nacional de seu partido, o PSB, que deliberou pela candidatura da petista Dilma Rousseff, o ex-governador respondeu que não poderia está do lado daqueles que são aliados do grupo Sarney.

Homem ligado a Dilma é acusado de fraude, diz revista

Presidente de estatal teria participado de ilícito envolvendo empréstimo internacional

16 de outubro de 2010
14h 31

Agência Estado


BRASÍLIA - Reportagem publicada pela revista Época neste fim de semana aponta que uma empresa subordinada à Eletrobras teria sido usada para concessão de garantias de empréstimo externo para empresa privada de forma fraudulenta. Por trás do esquema, segundo a revista, estaria Valter Luiz Cardeal Souza, presidente do Conselho de Administração da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), ligado politicamente à candidata à Presidência pelo PT, Dilma Rousseff.


O banco de fomento Kreditanstalt für Wiederaufbau (KFW), controlado pelo governo da Alemanha, estaria movendo um processo por danos materiais e morais contra a CGTEE por causa de um empréstimo internacional no valor de 157 milhões de euros. O dinheiro seria usado para a construção de sete usinas de biomassa de geração de energia no Rio Grande do Sul e no Paraná. A CGTEE teria dado as garantias ao banco de fomento alemão, em março de 2005, para a empresa Winimport construir as usinas.


No entanto, a reportagem revela que, em 2007, quando a Winimport deixou de quitar parte do financiamento, o KFW procurou a CGTEE para cobrar as garantias e foi informado de que a estatal não tinha conhecimento desse aval. A Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe empresas do governo de serem fiadoras de empréstimos internacionais a empresas privadas. Investigação da Polícia Federal, iniciada naquele ano teria constatado fraude nas garantias, sumiço do dinheiro e envolvimento de nove pessoas. Elas respondem a processo por formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa e estelionato. O nome de Cardeal não consta entre os acusados no processo.


De acordo com a revista, que teve acesso ao processo do KFW contra a CGTEE, o banco alemão "afirma ter evidências de que Cardeal teria conhecimento, desde o início, da emissão de garantias ilegais e fraudulentas", para que as empresas privadas brasileiras obtivessem o empréstimo. Teria afirmado ainda, na ação, que a então ministra Dilma Rousseff teria tomado conhecimento do contrato em 30 de janeiro de 2006, durante um seminário, em Frankfurt, sobre investimentos em infraestrutura e logística no Brasil.


A reportagem informa que a assessoria de Dilma confirma a participação no seminário na Alemanha, mas nega ter visto apresentação sobre o negócio. Das sete usinas que seriam construídas, três pela Winimport e quatro pela empresa Hamburgo, cinco nunca teriam saído do papel e as outras duas estariam abandonadas, segundo a Época. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já teria multado a Winimport por atraso no cronograma de uma das usinas.

Propina

Em outra denúncia, reportagem da revista Veja aponta o assessor da Casa Civil, Vladimir Muskatirovic, advogado conhecido como Vlad, como intermediário da cobrança de R$ 100 mil de propina para liberar documento autorizando a mudança societária da TV Cidade, afiliada da Record no Maranhão. O deputado Roberto Rocha (PSDB-MA) disse à revista que foi "extorquido" para acelerar a alteração.


Em 2007, Rocha diz ter sido recebido pela então secretária executiva da Casa Civil Erenice Guerra e pelo assessor Vlad. Ambos teriam prometido resolver o assunto que se arrastava desde 2003. Da conversa com Erenice e o advogado Vlad, o deputado diz que só resultou a cobrança da propina.


Subordinado de Erenice no Ministério das Minas e Energia, Vladimir Muskatiroviv foi para a Casa Civil quando ela foi convidada por Dilma para assumir a secretaria-executiva da pasta. Ele permaneceu no cargo mesmo depois de Erenice ter sido obrigada a sair como pivô do esquema de cobrança de propina nos contratos federais com empresas privadas. Vlad negou ter recebido propina.

Serra recebe apoio de Gabeira e Feldmann para 2º turno

GUSTAVO URIBE - Agência Estado - às 18:00 horas


De suéter verde, cor do PV, o candidato do PSDB à sucessão presidencial, José Serra, recebeu no começo da tarde de hoje o apoio do deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ) e do ex-candidato do PV a governador de São Paulo Fabio Feldmann. O evento, ocorrido na capital paulista, também contou com a participação de lideranças do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governador de São Paulo, Alberto Goldman.

Serra agradeceu o apoio individual dos verdes - já que o partido declarou-se oficialmente neutro neste segundo turno - e destacou que tem uma "convicção de economista" de que a maneira mais inteligente para desenvolver uma economia é de um forma sustentável, como reivindica a principal bandeira do PV.

Em discurso de 25 minutos, o candidato do PSDB defendeu medidas de desenvolvimento sustentável, o aumento da matriz energética limpa brasileira e o financiamento da economia verde, como a concessão de financiamento a equipamentos que poupem energia. O tucano criticou o que chamou de um "círculo vicioso" que, segundo ele, ocorre no atual governo em relação a projetos da área energética, como o da construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu.

De acordo com o candidato, a concessão da usina se transformou em "um verdadeiro atropelo". "No final, se atropela e acaba-se embarcando num processo caríssimo, cujas consequências não temos muita ideia do que sejam", afirmou. O candidato defendeu que o projeto de Belo Monte seja refeito.

Conforme o candidato tucano, há no País um potencial imenso de desenvolvimento da economia sustentável. "Se pegar um quarto do dinheiro de Belo Monte, dá para avançar em toda essa área." Serra avaliou ainda que o sistema de hidrovias no Brasil foi abandonado pelo atual governo.

''Elixir''

Um dos primeiros a discursar no evento, em um palco improvisado no antigo comitê de campanha de Feldmann, Gabeira relembrou seu apoio à candidatura de Serra no primeiro turno e considerou que o discurso do tucano o fascina em uma eleição "tão raivosa".

"Um governo de unidade nacional é uma coisa que soa para mim como um elixir", elogiou. Gabeira pediu a Serra que, se eleito, tenha uma ótima relação com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). "A população do Rio precisa disso", afirmou.

Feldmann, um ex-tucano, comparou sua situação atual à da ex-candidata do PV à Presidência Marina Silva. "Eu estou para o PSDB como Marina está para o PT", comparou, relembrando que Marina foi uma das fundadoras do PT e permaneceu no partido por 30 anos. Ele elogiou Serra como um homem obstinado e criticou a candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT). "A adversária de José Serra tem muita dificuldade em entender o que é desenvolvimento sustentável."

Mudança climática

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso destacou que a discussão da mudança climática tem de ser uma realidade no Brasil e aumentou o tom das críticas à candidata petista. "A visão do crescimento a qualquer preço quem encarna é a Dilma. É a ideia de fazer crescer, crescer e crescer. O Brasil vai crescer, mas a questão é outra."


Afinado com o discurso do PV, FHC posicionou-se contra a mudança do Código Florestal e a construção de novas usinas nucleares no País. "Não podemos admitir que se mude o Código Florestal", defendeu.

Emasa normaliza fornecimento de água

Transformador que deu a pane
Devido a uma falha na linha de distribuição de energia para a Estação Intermediária de Mutuns o que forçou a interrupção de água em 50% durante cinco dias, a direção da Emasa informa à população que o problema já foi contornado desde ontem (17) à noite.


Removendo para conserto
Coelba no local repõe canela
O trabalho de recuperação da linha foi realizado em parceria com a Coelba, pois envolveu a pane também de um mega transformador da Emasa.


Para que o fornecimento atingir a sua capacidade máxima demandará ainda um prazo de oito dias, enquanto isso a população tem a sua disposição o telefone 08000.73.11.05 para qualquer informação ou reivindicação.

DEBANDADA

Depois que o PMDB abriu caminho, com vários diretórios regionais apoiando SERRA, outros partidos que apoiam (ou apoiavam) Dilma, começam a debandar para o lado de SERRA. É o famososo "salve-se-quem puder".
Dois motivos acontecem para a debandada: 1) os mais éticos e sérios, descobriram ( finalmente ), que entregar o Brasil à Dilma é suicídio coletivo e 2) aqueles que não gostam de viver na "oposição" já sentiram o clima de velório do PT e querem estar longe do entêrro da candidatura de Dilma, que é apenas uma "invenção" de Lulla, que já não tem mais poder, pois entregará o mandato em 70 dias.
Assim:

PDT de Mato Grosso é Serra
Esta semana a executiva do PDT de Mato Grosso, seu presidente Otaviano Pivetta (foto), que foi candidato a vice governador na chapa de Mauro Mendes, e apesar de não ter sido eleito, obteve 32% dos votos, e o senador eleito José Pedro Taques, devem anunciar o apoio do PDT a José Serra. Mesmo com a pressão da executiva nacional do partido, as lideranças estaduais estão dispostas a enfrentar e declarar o apoio a Serra.

Já o PSB deve seguir rachado uma vez que Mauro Mendes está integrado ao grupo que vai declarar apoio ao Serra e o presidente do partido, deputado federal reeleito Valtenir Pereira, já se declarou apoiador de Dilma desde o primeiro turno.

O PV, que também fez parte da aliança “MT muito mais”, seguirá com Serra no estado.A decisão foi tomada durante uma reunião na casa do presidente do PPS em MT Percival Muniz, que está articulando a manutenção do grupo e seu apoio ao Serra.

Dilma tem perdido “soldados” em seu imenso exército no Nordeste. O prefeito de Jucás (CE), Helânio Facundo, aderiu à candidatura de José Serra sem medo de ser expulso do PCdoB, o seu partido.


Gabeira com Serra

Hoje mesmo acontece um ato de integrantes do PV, encabeçados pelo candidato derrotado ao governo do Rio, Fernando Gabeira, de apoio a SERRA.
O evento de hoje será no comitê do candidato derrotado ao governo paulista, Fábio Feldmann. Além de Gabeira, é dada como certa a presença de Eduardo Jorge, que coordenou a área de saúde do programa de governo de Marina e é secretário da prefeitura de São Paulo.
Feldmann disse que Serra, Geraldo Alckmin, e talvez até o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso devem comparecer.

Aliados de Lulla ficam divididos no Rio

Enquanto o PR do Rio mantém suspense sobre a posição no segundo turno da eleição presidencial, outros partidos da base do presidente Lulla acentuaram as divisões internas, com novas adesões à campanha do tucano José Serra.
Com um pé em cada canoa, PMDB, PP e PTB deixam as portas abertas para se aproximarem do futuro governo, seja ele do PT ou do PSDB.

SUL DO BRASIL

No Rio Grande do Sul, os peemedebistas, depois da neutralidade do primeiro turno, indicaram o voto em Serra, conforme anúncio do deputado Eliseu Padilha(PMDB-RS), e se associam a grupos dissidentes como os liderados pelos ex-governadores Orestes Quércia em São Paulo, Jarbas Vasconcelos em Pernambuco e Luiz Henrique em Santa Catarina.

PP LIBEROU GERAL

O PP  no Paraná, em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul está com o presidenciável tucano.