Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sábado, 31 de julho de 2010

Deputados estaduais tiveram aumento de 84,8% no patrimônio

A Tarde - 31/07/2010 às 20:57

O patrimônio de 47 deputados estaduais baianos praticamente dobrou entre 2006 e 2010, período no qual exerceram o atual mandato. Esses parlamentares ficaram 84,8% mais ricos, aumentando sua declaração de bens de R$ 28,9 milhões para R$ 53,4 milhões. O valor é bem superior à inflação acumulada do período, de 22%.

Os dados são de levantamento feito pela reportagem de A TARDE por meio das declarações de bens entregues pelos parlamentares à Justiça Eleitoral. Dos 63 membros da Assembleia Legislativa, quatro foram excluídos do levantamento porque não são candidatos neste ano e, portanto, não declararam seus patrimônios ao Tribunal Regional Eleitoral. São Eliedson Ferreira (DEM), Emério Resedá (PDT), Fábio Santana (PRP) e Ivo de Assis (PR). Outros dez tiveram redução em seus patrimônios e dois não tiveram alteração.

Economia - Fora os benefícios para exercer o mandato, o salário líquido de um integrante da Assembleia é cerca de R$ 9 mil. Caso não gastassem esse dinheiro com nada, os deputados poderiam economizar R$ 432 mil em quatro anos ocupando o cargo.

Esse valor todo, aplicado na poupança durante o período, chegaria a cerca de R$ 550 mil. Na Bolsa de Valores, aplicação de risco com maiores possibilidades de rendimento, poderia atingir um valor em torno de R$ 1 milhão. Há, entretanto, casos de parlamentares que aumentaram em muito mais que isso seus patrimônios, de acordo com os dados declarados por eles próprios.

O único que alcançou um aumento acima da casa dos R$ 2 milhões foi o deputado Fernando Torres (DEM), natural de Feira de Santana. Em 2006, ele tinha R$ 521 mil em bens, mas neste ano já registra um valor de R$ 2,6 milhões em seu patrimônio (R$ 2,1 milhões a mais).

Em termos percentuais, o crescimento é de 415%. No período, ele adquiriu apartamento em Alphaville (R$ 300 mil), dois veículos (um Citroen C4 de R$ 72 mil e um Polo sedã de R$ 34 mil), um terreno na Fazenda Marquise, em Feira de Santana (R$ 722 mil), e ainda registrou um total de R$ 422 mil de dinheiro em mãos.

Em primeiro mandato na Assembleia, Torres já concorre neste ano a deputado federal. “Tenho postos de gasolina e fazendas de pecuária. Graças a Deus, ganhei um dinheiro com isso”, explicou.

Crescimento - Depois dele, quem mais enriqueceu foi Jurandy Oliveira (PRP), no quinto mandato de deputado estadual e candidato à reeleição. Seu patrimônio saltou de R$ 781 mil para R$ 2,1 milhões em quatro anos (variação de 179%).

Desse crescimento, no entanto, R$ 400 mil se devem a um erro no registro de um apartamento em 2006, que foi declarado sob o valor de R$ 400, mas corrigido para R$ 400 mil em 2010. O resto foram novas aquisições: um apartamento no Itaigara de R$ 490 mil, uma fazenda de R$ 160 mil em Ipirá, 380 cabeças de gado, totalizando R$ 220 mil. Ele é natural do município de Ipirá, a 204 km de Salvador, mas também possui fazendas em outras cidades.

Em terceiro lugar aparece o próprio presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), que aumentou em R$ 1,3 milhão sua declaração de bens. Em 2006, ele possuía patrimônio de R$ 895 mil, mas neste ano registrou R$ 2,2 milhões (155% a mais).

Investidor do setor imobiliário, Nilo comprou um apartamento de R$ 150 mil no Caminho das Árvores, uma sala comercial na Av. Paralela de R$ 69 mil, outro apartamento de R$ 568 mil em Brotas, além de uma casa de praia no valor de R$ 60 mil. Ele possui ainda outros três apartamentos, mais uma sala comercial e um village em Guarajuba, Camaçari.

Leia reportagem completa na edição impressa do Jornal A Tarde deste domingo, 1º, ou, se você é assinante, acesse aqui a versão digital.
a Tarde Online

sexta-feira, 30 de julho de 2010

ILHÉUS URBANIZA ORLA NORTE

 
A Prefeitura de Ilhéus está finalizando o projeto executivo de urbanização da Orla Norte de Ilhéus, Praia do Marciano (rua João Alfredo Amorim), que consumirá investimento de cerca de R$ 1 milhão. Os recursos para as primeira e segunda etapas são oriundos do Ministério do Turismo (R$ 640 mil) e Município (R$ 150 mil). Segundo o secretário Municipal de Governo, Alcides Kruschewsky, os recursos já estão empenhados e foram conseguidos através de Emenda ao Orçamento da União apresentada pela deputada federal Lídice da Mata (cota individual).

A obra será licitada e iniciada ainda este ano, haja vista que a Prefeitura foi, inclusive, informada pela Caixa Econômica Federal de que a verba já se encontra à disposição. Segundo Alcides Kruschewsky, inicialmente, a contrapartida da Prefeitura seria apenas de R$ 36 mil, porém o prefeito Newton Lima envidou esforços para alocar R$ 150 mil para as duas fases do projeto.

De acordo com a concepção do projeto, a urbanização daquela área contará com obras de drenagem, pavimentação com paralelepípedos, calçada, sinalização vertical e horizontal. Na terceira etapa, a obra será complementada através da implantação de um deck de madeira no local onde existe a imagem da sereia, bancos, iluminação indireta, sanitários e dois quiosques para a comercialização de coco verde e acarajé. No projeto também está prevista a construção de um mirante, na área em que se avista a foz do rio Almada e iluminação da praia do Norte.

A urbanização do local é uma antiga reivindicação da população dos bairros do Malhado, Marciano e Barra, e vem complementar o plano de pavimentação de toda a orla marítima de Ilhéus. Atualmente, apenas esse trecho, na orla Norte, e rua da Marambaia, na orla Sul (Pontal), ainda não foram contemplados com pavimentação e outros serviços de infraestrutura.

Informa o secretário municipal de Governo, Alcides Kruschewsky, que lideranças da zona Norte, a exemplo dos vereadores Zé Neguinho, Professora Carmelita e Jailson Nascimento, há muito vinham defendendo esses melhoramentos. “Com a emenda da deputada Lídice da Mata, pudemos tornar possível transformar o sonho dos moradores e lideranças em realidade. Agora, o próximo passo é recebermos o projeto executivo e publicar o edital de licitação, com a finalidade de realizar a urbanização da Praia do Marciano no menor tempo possível”, declarou o secretário.
Servidores públicos municipais de Ilhéus são beneficiados com reajuste salarial de 5,49%

Apesar das dificuldades financeiras que continuam marcando o dia-a-dia da administração municipal, o prefeito Newton Lima atendeu a todas as reivindicações formuladas pelo Sinsepi (Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais). Com data retroativa a 1º de maio, o acordo entre o Município e o Sindicato prevê um aumento para os servidores efetivos de 5,49%, correspondente ao reajuste do índice do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Além disso, também com data retroativa a 1º de maio, o ticket alimentação dos servidores que era de R$ 50,00 passou para R$ 116,03, representando uma majoração de 132,06%.

O secretário da Administração, Antônio Bezerra, informa que o retroativo salarial de 5,49% será pago em três etapas: o mês de maio com o salário de agosto, junho com setembro e julho com o salário referente ao mês de outubro. Já o retroativo de 132,06%, que incidiu sobre o ticket alimentação, será pago, a partir de agosto, em seis parcelas iguais.

Luiz Cláudio Machado (Lu), presidente do Sinsepi, comemora o desfecho das negociações com o governo municipal, reiterando que, “na seara econômica, todas as nossas reivindicações foram atendidas pelo prefeito Newton Lima”. Já o diretor do Sinsepi, Dino Rocha, enfatiza que o fim das negociações demonstrou a sensibilidade do prefeito Newton Lima para com os servidores públicos municipais de Ilhéus, firmando um acordo interessante para todas as partes. “Ganhou o governo porque evitou a possibilidade da deflagração de uma greve por tempo indeterminado, ganharam os servidores porque conquistaram a reposição salarial e o reajuste do ticket alimentação e ganhou o Sinsepi porque aumentou a relação de credibilidade com seus associados”, concluiu Dino Rocha.


Educação - Esta semana, o governo municipal já havia beneficiado os servidores da Educação com um reajuste salarial de 5,49%, igualmente correspondente ao reajuste do índice do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Além disso, no âmbito do mesmo acordo, os professores foram beneficiados com uma majoração de 5,49% no valor do ticket alimentação e com a implementação, a partir do próximo mês de agosto, da chamada ‘Mudança Automática de Referência’, em cumprimento ao parágrafo 11 do artigo 15 da Lei 3.346, de 27 de agosto de 2008.
http://www.ilheus.ba.hov.br/

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Acontecimentos do Centenário de Itabuna

Missa Solene marcou festividades

Um dos momentos mais marcantes das festividades do dia 28 de julho, data na qual a cidade de Itabuna comemorou o primeiro centenário de emancipação política e administrativa, foi protagonizado pela comunidade católica na Catedral de São José, com a Missa Solene presidida pelo bispo Dom Ceslau Stanula e concelebrada por diversos padres da diocese local.

O ato litúrgico, que remonta a uma antiga tradição desde a fundação da cidade, contou com a presença do prefeito Capitão Azevedo; do presidente da Câmara Municipal, Clóvis Loyola; secretários municipais, deputados estaduais e federais, ex-prefeitos, além de descendentes dos migrantes e desbravadores que deram origem à formação étnica do povo grapiúna.
Abrilhantada por um coral formado por 40 vozes, a missa foi iniciada com a leitura de um pequeno texto trazendo à memória a luta pela emancipação da cidade. O bispo diocesano destacou durante a sua homilia que Itabuna cresceu e se desenvolveu tendo como base a fé em Deus e a devoção ao padroeiro São José.

“Portanto, cabe a cada um de nós mantermos vivo o mais importante tesouro que herdamos dos nossos antepassados, que mediante a fé, acreditaram na construção de uma cidade pujante e acolhedora”, frisou o bispo. Dom Ceslau finalizou apresentando ao prefeito os votos de felicidades pelo centenário de Itabuna.

No rito da apresentação das ofertas, foram levados ao altar da Catedral alguns ícones que marcaram o desenvolvimento da cidade nos aspectos econômico, educacional, industrial e da saúde. Antecedendo o início da Missa, o prefeito Capitão Azevedo participou do ato de hasteamento das bandeiras, ao lado do bispo diocesano, do comandante do 15º BPM e uma descendente dos desbravadores.

Monumento

Após a Missa Solene, acompanhado de autoridades e convidados, o prefeito Azevedo seguiu para a Avenida Aziz Maron para a inauguração do monumento “Saga Grapiúna”, que homenageia os desbravadores da cidade, focando os migrantes sergipanos, sírio-libaneses, negros e índios.

O ato, organizado pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), também reuniu descendentes das famílias dos desbravadores. “Preservar a memória daqueles que dedicaram a vida à Itabuna é motivo de orgulho para todos nós, porque nenhuma cidade vive sem conservar a sua história”, disse o prefeito.
Terminada a solenidade, o prefeito seguiu com sua comitiva para a Avenida José Soares Pinheiro para visitar as obras de construção da Escola SEST/SENAT.

Texto: Erivaldo Bomfim - Foto: Vinícius Borges – 29/07/2010

Carnaval da Avenida Cinqüentenário

Um verdadeiro clima de carnaval marcou a inauguração das obras de reurbanização da avenida Cinqüentenário, na noite desta quarta-feira (28), Dia da Cidade. A avenida ganhou moderno sistema de iluminação, passeios de blocos padronizados, com sinalização e acessibilidade para deficientes, e ainda nova pavimentação asfáltica. Tudo isso faz parte do Programa de Humanização da Cidade, desenvolvido pelo governo municipal.

Ao inaugurar as obras, o prefeito Azevedo observou que um dos destaques é a iluminação de leds, cujas lâmpadas têm durabilidade de 20 anos. O conjunto das obras teve custo de R$ 4 milhões.

O novo sistema envolve o uso de diodos semicondutores que quando energizados emitem luz visível por isso LED e consta de 130 luminárias na pista asfaltica e mais 50 de menor porte direcionadas para os pedestres em toda a extensão da avenida.

A reabertura da avenida contou com a participação dos blocos Casos I...responáveis, com um minitrio, além dos Dez Casados e banda e da bateria do Samba & Vida, um projeto comandado pelo líder comunitário Josué Bispo.

Show

Terminou na madrugada de quarta-feira, 28, um grande show com a participação de Fábio Júnior, Chiclete com Banana, Lordão, banda Vera Cruz e John Kelson. As apresentações foram consideradas o ponto alto artístico nos festejos do centenário de Itabuna.
O evento, apesar das chuvas intensas que caíram na região, atraiu um grande público para a avenida Princesa Isabel, onde também houve show (na noite do dia 28) da cantora gospel, Aline Barros. No local foram instalados dois palcos, camarotes e toda uma infraestrutura com apoio do Grupo Chaves e do Jequitibá Plaza Shopping, que completa dez anos de funcionamento em Itabuna.

 Texto: Kleber Torres Fotos: 29-07-2010

Selo comemorativo do centenário

Numa parceria entre o governo municipal e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, foi lançado em solenidade no gabinete do prefeito Capitão Azevedo, no Centro Administrativo Firmino Alves, o selo comemorativo do centenário de Itabuna.
Lançamento do selo

O evento teve a participação de secretários municipais, de representantes da sociedade civil e do gerente local dos Correios, Adailson da Silva. Já a entrega formal do selo para colecionadores e uso em correspondências do governo municipal, contendo uma vinheta com uma foto de Itabuna e do carimbo, será oficializada no dia 4 de agosto.

O prefeito Azevedo considerou o lançamento como um marco nos festejos do centenário de Itabuna através de uma parceria proveitosa com o Correio.

Para Adailson Silva é uma alegria para os Correios participar de um momento importante na história de Itabuna, com o lançamento de uma peça filatélica para homenagear o centenário de uma cidade que é um pólo de desenvolvimento regional.

Ele explicou que no contrato a Prefeitura Municipal de Itabuna detém os direitos para a comercialização e uso dos selos em correspondências oficiais, fazendo também a sua distribuição para colecionadores. Já o carimbo será utilizado por um prazo de 90 dias.

Na mesma solenidade também foi relançada a terceira edição do livro Itabuna, Minha Terra, do jornalista e historiador Adelindo Kfoury.
Texto: Kleber Torres Fotos: 29-07-2010

Galeria de intendentes e ex-prefeitos

Como parte dos festejos do centenário do município, a Prefeitura de Itabuna instalou, no gabinete do prefeito, uma galeria de fotos de todos os intendentes e ex-prefeitos. Além do prefeito, Capitão Azevedo, e de secretários municipais, estiveram na solenidade de inauguração dois ex-prefeitos da cidade: José Oduque Teixeira e Félix Mendonça, este último atualmente deputado federal. Também participaram vereadores, servidores municipais, e dirigentes de entidades de classe.
Discurso do Prefeito, ao lado de Oduque e de Felix

Para o prefeito a inauguração da galeria marca um momento importante e resgata ao mesmo tempo a história de Itabuna, que nasceu no ventre de uma ex-capitania hereditária e se transformou num grande pólo regional. Destacou ainda a “homenagem a homens que construíram a cidade e merecem o respeito de todos, pois fizeram o que era de melhor para a nossa gente”.

Azevedo elogiou as gestões de Félix Mendonça e de José Oduque Teixeira, que deixou dinheiro em caixa na Prefeitura e construiu o prédio do antigo centro administrativo. Lamentou também as dificuldades enfrentadas e que são decorrentes da carência de recursos para uma demanda crescente de serviços.

Ele também criticou a crescente desigualdade social, o que não é um problema itabunense, uma vez que o Brasil ocupa o terceiro no ranking mundial no contraste de riquezas, um fator que contribui para o crescimento da violência e exige das esferas governos mais investimentos em programas sociais.

Ao agradecer as homenagens, o prefeito José Oduque Teixeira destacou a necessidade de agregar a força, a inteligência e o amor dos que trabalham para o progresso de Itabuna, tornando-a uma cidade mais humana e progressista. Elogiou também o governo municipal por investir em obras importantes e em ações na área social.

Félix Mendonça, que exerce o sexto mandato na Câmara Federal, observou que o prefeito Azevedo realiza uma grande obra, numa cidade que empobreceu em conseqüência da crise do cacau, com um forte impacto social e um saldo de 200 mil trabalhadores que acabaram migrando do campo para as periferias das cidades.

O ex-prefeito elogiou a criação da galeria, pois, “aqui estão os construtores da nossa cidade e que trabalharam junto com os pioneiros na construção da rica civilização do cacau”. Anunciou ainda o seu apoio ao projeto do Museu da Cidade, já tombado pelo Iphan e ao elenco de obras visando a solução definitiva do abastecimento de água, o que depende do governo do estado.

O jornalista Adelindo Kfoury entregou ao prefeito Azevedo e ao secretário de Educação, Gustavo Lisboa, exemplares do livro ‘Itabuna, Minha Terra’, fazendo o lançamento simbólico da sua terceira edição. Ele considerou a galeria dos intendentes e ex-prefeitos como um pedaço da história itabunense, salientando a contribuição de cada um deles para o desenvolvimento da cidade.
Texto: Kleber Torres Fotos: 29-07-2010

Azevedo na Pedro Jorge


Na Avenida Pedro Jorge o Prefeito Capitão Azevedo foi recebido com uma grande festa através de sua comunidade. Comunidade essa que ouviu o prefeito debaixo de chuvas sobre a sua luta para transformar a Pedro Jorge. Citou também o grande trabalho, no local  desenvolvido pela equeipe da Emasa.

MAIORIA DOS BAHIANOS APOIA PT

 TRISTE BAHIA                                


Na mais recente edição do Monitoramento de Educação para Todos, divulgado em janeiro pela Unesco, o Brasil ocupa um bisonho 88° lugar no ranking que incluiu 128 países. Nenhuma surpresa. O sistema educacional brasileiro está em frangalhos. Os investimentos do governo Lula são anêmicos. O ministro Fernando Haddad não consegue organizar sem sobressaltos sequer um exame do Enem. Existem no país 14,2 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais, metade dos quais sobrevive no Nordeste.
O Tribunal Superior Eleitoral divulgou há dias o tamanho e o perfil do eleitorado brasileiro. Como registra Roberto Pompeu de Toledo na edição de VEJA desta semana, 5,9% dos 135,8 milhões de eleitores são analfabetos, 14,6 dizem saber ler e escrever, mas não frequentaram a escola, e 33% frequentaram a escola, mas não chegaram a concluir o primeiro grau. Na soma das três categorias, 53,5% do eleitorado na melhor das hipóteses resvalou pela escola.
Até os carrinhos de pipoca estacionados nas portas dos colégios sabem que São Paulo, embora também esteja longe do estágio alcançado por países do Primeiro Mundo, tem o desempenho menos lastimável entre todos os Estados. 
As coisas poderiam ser melhores, não tivéssemos um Presidente  que garante que não é preciso estudar para ser presidente da República. Há sete anos e meio  repete que o maior dos governantes desde a primeira caravela é a prova viva de que a acumulação de conhecimentos é hobby de elitista.
O que dizer a um jovem que precisa de emprego mas não tem o domínio básico da leitura, das primeiras contas, da aritmética, da matemática, do conhecimento básico?  Que ele pode virar presidente da República?
E o “grande comandante” agora apóia uma senhora reconhecidamente incompetente, sem nenhuma experiência e que mentiu ao colocar no currículo que era “Dra.”, coisa que está provado que nunca foi.
E a maioria desta “triste Bahia” ainda vota nessa gente.
Dá pra entender?

terça-feira, 27 de julho de 2010

Segunda audiência pública vai debater
mais uma vez os cursos iniciais do IFBA

O auditório Fernando Leite Mendes, da Fundação Cultural de Ilhéus (Fundação), sediará a segunda audiência pública voltada para a escolha dos cursos que comporão a grade curricular da nova unidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBa), que está sendo construída na rodovia Jorge Amado. O evento, que mais uma vez deverá contar com a participação de autoridades, professores, estudantes e representantes da sociedade em geral, está previsto para a próxima segunda-feira (2 de agosto), a partir das 8 horas. Durante a primeira audiência, realizada no início de junho, algumas sugestões de cursos foram formalizadas, como técnico em eletrificação, em química, em edificações, de programas para jogos e em informática para Internet.



A secretária municipal da Educação, professora Lidiney Campos (foto) informa que a comissão encarregada de propor os cursos iniciais é formada pela Prefeitura de Ilhéus (secretarias de Governo e Educação), Direc-6, Uesc, APPI e Conselho de Educação, entre outros órgãos e instituições. Ela lembra ainda que, entre as diversas possibilidades disponibilizadas pelo IFBa, destacam-se os cursos técnicos de nível médio e de graduação, nas modalidades de bacharelados e engenharias, licenciaturas e graduações tecnológicas, assim como de pós-graduação lato sensu e cursos strictu sensu.

A sede do IFba de Ilhéus, que será inaugurada neste segundo semestre, está sendo construída em uma área de 26 mil metros quadrados. A unidade contará com 11 salas, laboratório de informática, ginásio de esportes, auditório, refeitório e biblioteca. Em todo o país, após uma ampla reestruturação, os Centros de Educação Federais, conhecidos como Cefets, transformaram-se em Institutos Federais de Educação Tecnológica (Ifets) e, agora, IFBa. As unidades possuem como objetivo oferecer educação profissional e tecnológica em todos os seus níveis e modalidades.

IFBa - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBa), criado pela Lei nº 11.892/2008, é resultado das mudanças promovidas no antigo Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia. Com tradição centenária no ensino técnico-profissional, o Instituto atua em sintonia com as demandas profissionais existentes no mercado de trabalho. A entidade opera desde a formação básica, passando por cursos de nível médio, até a graduação e pós-graduação. Hoje, dispõe de graduações, como os cursos superiores de Administração, Engenharia Industrial Elétrica e Engenharia Industrial Mecânica, e de pós-graduação, como o mestrado em Engenharia Mecânica.

Com a expansão da Rede Federal de Educação, o objetivo é que, até o final deste ano, o Ifba consiga englobar os nove campi já existentes - Salvador, Camaçari / Núcleo Avançado em Dias D´Ávila, Santo Amaro, Simões Filho, Valença, Vitória da Conquista / Núcleo Avançado em Brumado, Eunápolis, Barreiras e Porto Seguro, além dos novos campi que estão sendo implantados nos municípios de Feira de Santana, Jequié, Ilhéus, Jacobina, Irecê, Paulo Afonso, Seabra e Bom Jesus da Lapa, totalizando 17 campi.
Ascom/Ilheus
http://www.ilheus.ba.gov.br/

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Deputado Felix Mendonça visita lideranças no Sul da Bahia

O deputado federal Felix Mendonça (DEM-BA) passou o fim de semana no Sul da Bahia, visitando amigos e líderes políticos em Itabuna, Itapé, Barro Preto e Ilhéus. Nesta segunda-feira (27), o deputado será homenageado pela Câmara de Vereadores de Itabuna com o título de Cidadão Itabunense.

Santana, Bomfim e Felix Mendonça
No sábado (24), Felix Mendonça (foto) almoçou em Barro Preto com o ex-prefeito José Bomfim e caminhou pelo centro da cidade, acompanhado do candidato a deputado estadual Coronel Santana (PTN). À noite, participou de ato público em Itapé, organizado pelo ex-candidato a prefeito Humberto Matos (PV) e o candidato a deputado estadual Augusto Castro (PSDB). No domingo, reuniu-se com João e Ricardo Xavier, dirigentes do PMDB de Itabuna.
Em Itapé, Felix Mendonça falou sobre a candidatura do filho, Felix Mendonça Junior, para a Câmara Federal. “Transfiro a minha luta para ele, que nasceu em Itabuna, é filho da nação grapiúna e será uma voz em defesa do cacau e dos municípios desta região no Congresso Nacional”.
Da Assessoria de Imprensa – 26.07.10

Vliy Modesto:

Vily Costa Modesto a caminho dos 50 anos de rádio em Itabuna

Vily Modesto
Hoje esse espaço pertence ao nosso já folclórico Vily Modesto com mais de 45 anos de rádio. Vily, para quem, não o conhece, é uma pessoa difícil, fechado e enigmático. Para quem o conhece e priva de sua intimidade, Vily é uma pessoa afável e sensível para com o problema de seu semelhante. Está sempre presente para prestar sua solidariedade e ajudar o amigo.

Nasceu em Itabuna

Quase como toda a população itabunense, Vily Costa Modesto é filho de pais sergipanos e nasceu em Itabuna, no bairro da Conceição em 18 de Junho de 1942, filho de Joaquim Costa Modesto e de Maria Alexandrina dos Santos. Divorciado, do enlace nasceu o competente Vily Junior, hoje o responsável pelo setor comercial do Jornal A Tarde, em Itabuna, para todo o sul da Bahia.

Estudos

Vily Modesto estudou no famoso Colégio Chalub, passando depois pelo Celina Braga, de onde se transferiu para a Macro-Moderna Associação Brasileira de Ensino, estabelecimento onde concluiu o seu segundo grau e curso profissionalizante em Itabuna. Chegou a faculdade, mas não a concluiu.

Primeiro emprego

Tendo como professor, Joseph Kaufmann, da área de química, e um dos diretores da indústria, teve seu primeiro emprego na Helvécia Indústria de Cacau, localizada no Parque Hugo Kaufmann, no Bairro Jardim Vitória. E Vily já começou ocupando a chefia de laboratório, como analista das amêndoas e da manteiga do cacau, responsável também pelas assinaturas dos boletins, onde ficou por três anos, quando mudou de ramo, partindo para o rádio e o jornal.
Ingresso no rádio

Vily Modesto ingressou no rádio em Itabuna em 1967,através dos microfones da antiga Rádio Clube, (hoje Nacional) e depois foi para Rádio Difusora, a convite do então deputado Paulo Nunes. Em seguida,. atendendo convite de José Oduque Teixeira foi participar do quadro da Rádio Jornal de Itabuna. Naquela época, ao lado de profissionais como: Waldeny Andrade, Plínio de Almeida, Ariston Caldas, Raimundo Galvão, Marfisio Cordeiro, Hélio Fernandes, Carlos Spinóla, Curtney Guimarães, Ricardino Batista, Alex Kfoury, Gesil Sampaio, Gonzalez Pereira, dentre outros cobras do rádio itabunense, tornou-se uma das principais vozes dessa terra. A Emissora tinha como diretora comercial, já que a jornalística, pertencia a Waldeny Andrade, a ibicaraiense Marilene Santos,hoje segundo informações, pertencente ao quadro da Petrobrás, com sede em Salvador.

Rádio Jornal

Essa emissora, na época, tinha o padrão da Rádio Jornal do Brasil (Rio de Janeiro), com uma programação “Classe A”. Hoje com 44 anos de rádio, o radialista e jornalista Vily Modesto, após lançar o programa ”Órbita 70”, que contava com músicas selecionadas, noticiário e distribuição de brindes de patrocinadores, do comércio local: Óticas Teixeira, Doll Modas, Casas Pernambucanas, Supermercado Messias, Rosemblaite, Itacomcal e outros, mudou a sua marca para “Show Messias” e mais tarde “Programa Vily Modesto” sempre às 06:00 horas da manhã,

História do rádio

Dentro do rádio, Vily Modesto tornou-se amigo de vários artistas e cantores, entre eles, o rei Roberto Carlos, um dos grandes amigos que ganhou na carreira. Mas, na sua trajetória do rádio ele gosta mesmo é de lembrar dos concursos de beleza, para a escolha das “rainhas” e” garota verão”, quando reunia as mulheres mais bonitas e graciosas do sul da Bahia. Eventos que também contavam com a organização e participação do saudoso, colunista social, Adilson Cezimbra (Dikas) hoje na eternidade.

“Durma com Jô e acorde com Vily”

Devido ao seu horário, depois do lançamento do Programa do Jô, na madrugada, gerou o slogan “Durma com Jô e acorde com Vily”. Mas as coisas nunca foram fáceis. Vily passou por muitas dificuldades, mas sempre manteve um programa “alto astral”.

Atualmente, como todo profissional do rádio itabunense, quando os horários e os espaços do rádio são leiloados, Vily Modesto tem enfrentado adversidades, mas permanece firme com seu programa, que se tornou em um dos grandes líderes de audiências do rádio em todo o Sul da Bahia.

Jornal a Tarde

Ainda dentro da comunicação, Vily Modesto foi um dos pioneiros da instalação e desenvolvimento da Sucursal do Jornal A Tarde, de Salvador, para o sul da Bahia, em Itabuna, local onde prestou seus serviços por 29 anos, na função de Chefe da Sucursal do Sul da Bahia.

Participando do comércio

Além do rádio e do jornal, Vily Modesto sempre foi um dos grandes defensores para o desenvolvimento do comércio de Itabuna, com uma participação sempre ativa, iniciativa essa que lhe levou a ser presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), e diretor da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, a nossa centenária ACI, onde permanece até hoje no Conselho de Comunicação da entidade.

No Governo Paulo Souto, assumiu a sub-gerencia da SUDIC para a região, devido a sua grande amizade com o Senador ACM, que sempre teve “cadeira cativa” em seus programas de rádio. O que lhe levou também a ser diretor de turismo da Prefeitura Municipal de Itabuna, na gestão do Prefeito Fernando Gomes.

Itabuna & Região

Vily é um otimista. Sobre Itabuna ele diz que “Vejo a cidade com um novo surto de progresso, graças ao trabalho da iniciativa privada, principalmente. Quando a região, ninguém vai atrapalhar o desenvolvimento regional, porque ele já está consolidado”,. Acrescentando: “Eu, particularmente, acredito muito em Itabuna e Ilhéus, daqui a dez anos essa região será tudo aquilo que realmente todos nós sonhamos”.

Centenário de Itabuna

Ele finaliza afirmando que: “Desejo que Itabuna continue sempre agradando a todos que aqui nascem, e aqueles que chegam, e aqui produzem riquezas”.

FRASE DO MÊS:

Uma cidade não só se faz de asfalto, arranha-céus, solo e cimento, mas, também dfe união, respeito ao próximo, alma e amor”

Texto Joselito dos Reis
Ailson Souza um grade trabalho pela Emasa


Ailson Souza
Destacamos hoje o trabalho de Ailson Souza, gerente de saneamento da Emasa, frente às obras executadas pela empresa, na administração Municipal de Itabuna: “Governo: A Força do Povo”, que ao lado de Renato, Josa, André, Val, Barão, Carlinhos, Genário, César, Moisés, José Batista, Marcelo, Mamede, e sob a supervisão dos diretores: Jorge Neves, Marcus Habib e Alfredo Mello tiveram participação direta na construção das Pontes do São Roque, e Felicia de Novais, além das Avenidas do Cinqüentenário e Pedro Jorge.

Obras essas que já estão sendo entregues agora no centenário de Itabuna, dia 28 de Julho, numa luta incansável do Prefeito Capitão Azevedo que com a disposição que tem e a coragem que Deus Lhe deu ainda tem muito por fazer!

Registramos esse fato para que o mesmo não caia no esquecimento dos anais de nossa tão sofrida memória.