Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sábado, 15 de maio de 2010

Serra combateu ditadura

Serra combateu ditaduraO pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, recordou em entrevista à rádio Tupi’, no Rio de Janeiro, sua militância contra o regime militar.


Na quinta-feira, no programa político de seu partido, a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, e o presidente Lula destacaram a participação da ex-ministra na luta contra a ditadura. Ela chegou a ser comparada ao líder sul-africano Nelson Mandela, por ter apoiado ações armadas e, depois, atuado na democracia.

– No golpe militar, em 1964, quando era presidente da União Nacional dos Estudantes, eu estava aqui no Rio, as pessoas me recebiam, mas com muito medo, eu tinha uma cara muito conhecida e era muito perseguido. Naquela época, a UNE era uma entidade mais forte – disse Serra.

Dizendo-se “um sobrevivente do Estádio Nacional’’, numa referência ao local da capital chilena, Santiago, onde muitas pessoas morreram após o golpe militar de 1973, comandado por Augusto Pinochet, o tucano relatou os interrogatórios por que passou no Brasil após voltar do exílio.

– Fui interrogado na época da ditadura. Dois ou três dias seguidos, 12 a 16 horas – afirmou. Serra lançou indireta contra Dilma, afirmando que não se deixa pautar por publicitários e, por isso, mantém um discurso coerente.

Diario Catarinense
Dilma não criou o Luz para Todos, diz colaborador do PT
Os coordenadores da área energética do programa de governo do então candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva em 2002 rejeitam a versão contada por Lula na noite de quinta-feira, no programa de TV do PT, sobre o surgimento do Luz para Todos.


Lula atribuiu a ideia a Dilma Rousseff, então ministra de Minas e Energia e hoje pré-candidata petista ao Planalto, e deu a entender que ela ocorreu depois de ele estar eleito. "Uma das coisas que me impressionaram foi o dia em que Dilma entrou na minha sala me propondo a ideia do Luz pra Todos", afirmou Lula na TV.

Luiz Pinguelli Rosa e Ildo Sauer, coordenadores da área energética do plano de governo petista, afirmam que a ideia já estava nos programas de Lula desde 1989. Em 2002, era chamado de Universalização do Acesso à Energia.

Segundo Pinguelli, que coordenou os programas energéticos de Lula entre 1989 e 2002, o plano em 2002 já era o de criar um programa para universalizar o acesso à energia, com o governo pagando os custos da chegada da rede até a casa.

Já no governo Lula, Pinguelli lembra de documentos que usavam o nome Escuridão Zero para o programa, em clara referência a outro projeto do governo à época, o Fome Zero. "Não dá para reinventar a história nem mentir", diz Sauer.

O Luz para Todos não conta com dinheiro do Orçamento da União. Entre 2003 e 2009, recebeu investimentos de R$ 15,9 bilhões. Desse montante, R$ 11,3 bilhões (71%) saíram de fundos federais abastecidos com percentuais descontados das contas de luz dos consumidores. O restante veio do caixa das empresas (18%) e dos governos estaduais (11%).

O mérito do governo federal está na formatação dessa política pública. Até o final do ano passado, o Luz para Todos havia beneficiado 2,2 milhões de domicílios no interior do país, o equivalente a cerca de 10 milhões de pessoas. Para 2010, dentro da meta prometida, resta um saldo de 853.294 famílias, além de ao menos 495 mil outras para o próximo governo.

Lançado por FHC e parcialmente financiado por fundos federais abastecidos por contas de energia, o Luz no Campo apontava a universalização em 2015, o que foi antecipado pelo Luz para Todos para 2008.

Na prática, pode-se dizer que o programa está na mesma situação do Bolsa Família em relação ao governo tucano: foram criados por Lula, mas baseados, ao menos em parte, em ações anteriores, como Luz no Campo e Bolsa Alimentação.

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, afirmou ontem em nota que a paternidade do programa é do PSDB.

O secretário nacional de comunicação do PT, deputado André Vargas (PR), afirma que o "dado concreto" é que o Luz para Todos ganhou a atual dimensão sob a "coordenação explícita" de Dilma. "Filho feio não tem pai", diz ele.


Fonte: Folha Online
agoraMS.com.br
Retorno de Mardes do PT a Prefeitura de Buerarema

A população de Buerarema, a sua maioria, a revelia, terá que engolir novamente Mardes Monteiro (PT) como prefeito do município.

A decisão foi do TSE e acatada pelo juiz eleitoral Antônio Hygino (foto), que na Câmara de Vereadores, às 09h00min dará posse ao retorno do Prefeito do PT, após uma longa briga nos tribunais.

A posse está prevista para esta segunda-feira, (17), conforme informação do Assessor de Comunicação da Prefeitura, Gilvan Lima que está convidando  toda a comunidade, a imprensa e autoridades.  

A sentença do juiz tornará pública na solenidade de posse, o que depende ainda da presidência da Câmara Buerarema, que sofreu grandes prejuízos nesse período.

Desde o final de julho, a Prefeitura de Buerarema era comandada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Eudes Bonfim.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Caixa investe forte em Itabuna crédito de R$ 80 milhões para empresas
Ao participar da assinatura de um protocolo entre a Caixa Econômica Federal e a Câmara de Diretores Lojistas para o aporte de R$ 80 milhões em créditos para o segmento empresarial, o prefeito José Nilton Azevedo elogiou os que investem e acreditam no desenvolvimento de Itabuna.

A solenidade, no auditório da Caixa, foi presidida pelo superintendente Paulo Nery e teve ainda as presenças do secretário de Industria, Comércio e Turismo, Carlos Leahy, empresários e dirigentes da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna e do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista.

Azevedo destacou a sua gratidão ao empenho e competência da Caixa, como órgão do governo federal, em investir e alavancar o desenvolvimento do município de Itabuna. Lembrou que a cidade sofreu ao longo dos últimos anos as consequências diretas da vassoura-de-bruxa, doença que dizimou plantações de cacau, deixando milhares de trabalhadores desempregados. “Isso produziu um cinturão de miséria no entorno urbano, ampliando as demandas de infraestrutura, serviços públicos e segurança”, frisou.

O prefeito enfatizou ainda a contribuição da Caixa, através do segmento imobiliário, financiando a construção de vários conjuntos, com cerca de 13 mil habitações. “O importante é que Itabuna reage e se mantém como um polo regional de comércio e serviços, com destaque especial para as áreas de saúde e de educação”, complementou.

Investimentos - Além de anunciar o direcionamento de créditos de R$ 80 milhões para o setor empresarial, o superintendente da Caixa, Paulo Nery informou sobre o projeto para a construção da nova superintendência regional e de uma nova agencia nas proximidades do Jequitibá Plaza Shopping. A obra vai ocupar uma área de quatro mil metros quadrados de área construída e vai incorporar uma nova agência, ampliando assim a rede de atendimento aos clientes.

Nery informou que a Caixa vem investindo R$ 60 milhões na construção de moradias através do Programa Minha Casa, Minha Vida, que vai beneficiar mais de 7,5 mil pessoas. As obras também geram empregos na área de construção civil e movimentam o comércio local.

O gerente de linhas de crédito Marcos Vinícius dos Santos Nascimento apresentou um relatório dos investimentos realizados pela Caixa em Itabuna e na região e o presidente da CDL, Jorge Braga, da ACI, Eduardo Fontes e do Sindicom, José Adauto, destacaram a importância da parceria com a Caixa no direcionamento de recursos para investimento nos diversos setores, fortalecendo o potencial de uma cidade que é polo regional de comércio e serviços.
Texto: Kleber Torres Fotos:

Prefeito vistoria obras da avenida Pedro Jorge
(O prefeito Capitão Azevedo aponta limpe do canal que está aeendo feita pela Emasa. Foto alex de Souza - Ascom/Emasa)
Em companhia de técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Emasa e de empreiteiras, o prefeito José Nilton Azevedo vistoriou as obras da avenida Pedro Jorge nesta quinta-feira, a ser inaugurada em 28 de julho. No mesmo período serão entregues à população as obras da avenida Cinquentenário, inteiramente repaginada e da ponte da rua Felícia de Novaes, que dá acesso ao bairro de Fátima e à BR-415, trecho Ilhéus-Itabuna.

O Capitão Azevedo lembrou que as obras da avenida Pedro Jorge são realizadas com recursos próprios, através da receitas do IPTU e vão abrir um novo vetor de desenvolvimento urbano. O projeto inclui a substituição total da rede de esgoto condominial pelo sistema convencional, em paralelo a obras de contenção e de melhoria da drenagem do canal do São Pedro, que passa pelos bairros Pedro Jerônimo, Daniel Gomes e pela Fazenda do Gaúcho.

Durante a vistoria das obras, o prefeito observou homens e máquinas cuidando da limpeza e regularização do canal, melhorando a sua vazão e diminuindo assim os riscos de inundações. O engenheiro da Sedur, João Luiz Barbosa Costa, explicou que as obras estão de acordo com o cronograma e prosseguem em ritmo acelerado. Ele prevê a conclusão até 28 de julho da pavimentação asfáltica da primeira parte da obra, com urbanização e iluminação.

Ele destaca ainda que a limpeza do canal, em fase de conclusão ainda nos próximos dias, vai permitir a drenagem de uma área pantanosa, ajudando até mesmo na eliminação de possíveis focos do mosquito da dengue e evitando o alagamento das áreas de baixada. A pavimentação da pista de rolamento começa em junho.


Texto: Kleber Torres Fotos: Waldyr Gomes

Ilhéus:

Feira de Holambra abre mais uma vez programação do Dia da Cidade 


Abrindo mais uma vez a programação alusiva ao aniversário do município, que está completando 476 anos de fundação e 129 de elevação à categoria de cidade, será realizada na cidade, no período de 27 de maio a 6 de junho, a terceira edição da Feira “Ilhéus em Flor”. A promoção é resultado de uma parceria entre a Fundação Cultural de Ilhéus (Fundaci), Unidade Assistencial Casa da União e instituições públicas e privadas do Sul da Bahia. O evento, que todos os anos é visitado por milhares de pessoas, tem sido uma ótima opção de lazer e de entretenimento. Também conhecida como Feira de Holambra, a iniciativa promove a exposição e a comercialização de cerca de cem mil unidades de mudas e arranjos florais.

A “Ilhéus em Flor”, que deverá ser instalada numa área de cerca de 800 metros quadrados, contará com uma intensa programação cultural realizada todas as noites, com shows e apresentações de artistas locais. A infraestrutura também terá uma praça de alimentação, com direito a diversas opções de doces e salgados. O nome da feira é uma referência ao município paulista que tem na comercialização de mudas e flores sua principal fonte de renda. Localizada a 125 quilômetros da cidade de São Paulo, Holambra é responsável por cerca de 30 por cento das flores colhidas e vendidas em todo o país. De acordo com o presidente da Fundação Cultural de Ilhéus e um dos organizadores do evento, Maurício Corso, o evento será aberto às 18 horas e deverá atrair cerca de 35 mil pessoas.
Ilhéus inicia campanha de combate ao abuso e exploração sexual
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Trabalho de Ilhéus, realiza uma campanha de conscientização da população, com relação ao dia 18 de maio, data que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O Creas vai encerrar um dia de atividades na cidade a partir das 17 horas, na praça Dom Eduardo (próximo à Catedral de São Sebastião) com apresentações culturais idealizadas por adolescentes do Projovem, grupos de idosos, apresentações dos jovens atendidos pelo Creas, atendimento ao público e informações sobre o Disque 100.

O Creas é uma unidade do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) tem como objetivos fortalecer os vínculos familiares, atender crianças e adolescentes que foram vítimas de abuso sexual ou negligência, jovens que cumprem medidas sócio-educativas, pessoas idosas, além de pessoas que tem seus direitos violados ou ameaçados. Em ilhéus, o Creas tem sua sede na Avenida Soares Lopes, nº 1724 e funciona de segunda à sexta das 8 às 17h30min.

Para a coordenadora do Creas, Vânia Darri, “esse projeto foi levado a várias escolas da cidade e visa à conscientização da sociedade para esse problema que pode acontecer com os próprios adolescentes”. A violência sexual contra crianças e adolescentes ainda é um assunto que gera indignação e preocupa a sociedade. Ainda segundo a coordenadora, ”A Bahia é o terceiro maior estado em denúncia de abuso e exploração sexual de menores. Com a informação, muita coisa pode mudar, e ações como essas se destinam a fazer das pessoas, agentes multiplicadores do assunto em seus grupos de convívio”.

Ascom/Ilhéus
Por: Mauricio Maron
LULLA MENTE!

Lula afirmou no programa do PT que percebeu a vocação verdadeiramente social de Dilma quando ela apareceu com a proposta do programa “Luz Para Todos”. E aí a candidata apareceu numa casa que passou a ter energia elétrica, com o testemunho da pessoa beneficiada e tal. A impressão que passou é que o Brasil vivia às escuras até que surgisse… Dilma. Vejam dados oficiais sobre a luz elétrica nas residências brasileiras:

1996 - 79,9%

2002 - 90,8%

2008 - 96,2%

Em 1996, segundo ano do governo FHC, a luz chegava a 76,9% dos lares brasileiros; quando o tucano deixou o poder, a 90,8%: um avanço de 12,64% em seis anos. Também em seis anos, o avanço no governo Lula foi de 5,94% - menos da metade! Lula e Dilma, no entanto, apresentaram o programa como se, antes do governo petista, o país vivesse às escuras.

COMPARAÇÃO COM MANDELA

Lula mentiu ao comparar a ex-terrorista com Mandela. Dilma pegou em armas para matar irmãos brasileiros, independente da raça. Ela não lutava pela democracia, mas para implantar o comunismo no Brasil. Tornou-se uma terrorista. A mão dela armou explosivos para estraçalhar jovens soldados brasileiros na porta de quartéis. A mão dela roubou bancos e planejou friamente o seqüestro hediondo de inocentes. A mão dela lutou para implantar o comunismo no Brasil. Não confundam Mandela com a mão dela. Mandela guiou a África do Sul para a liberdade, a igualdade e a fraternidade. A mão dela? A mão dela é suja do sangue dos seus irmãos brasileiros.

E é bom não esquecer das mentiras antigas de Lulla:

• Lula anunciou a recuperação das rodovias federais, mas fez apenas uma operação tapa-buraco.

• Lula disse que nunca se combateu tanto a corrupção e o crime organizado, mas sua campanha teve caixa 2 de R$ 55 milhões.

• Lula previu que não haveria reajuste das tarifas de eletricidade em 2006, mas os aumentos para residências chegaram a 11,86%, e para a indústria, a 32,14%.

• Lula atacou a política de combate à dengue de FHC, mas foi contra concurso para contratar “mata-mosquitos”.

• Lula prometeu instalar 30 usinas de biodiesel, mas até agora apenas três estão em funcionamento.

• Lula anunciou em 2006 recursos novos de R$ 18,7 bilhões para casa própria, mas R$ 18,15 bilhões já estavam previstos anteriormente nos orçamentos da União e do FGTS.

• Lula foi duro crítico de denúncias de corrupção, mas sobre os escândalos capitaneados por petistas disse que “errar é humano”.

• Lula criticava a remessa de lucros ao exterior, mas entre 2003 e 2006 de cada US$ 10 que entraram no país, US$ 6 foram remetidos às matrizes. No governo FHC, eram US$ 2 para cada US$ 10.

• Lula inaugurou em 2006 o Aeroporto Internacional de Recife, mas a obra já tinha sido inaugurada dois anos antes.

• Lula disse que repassou a Alagoas mais recursos que FHC, mas tinha repassado 72% do que FHC.

• Lula disse que o assassinato do prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel foi político e não era investigado porque envolvia gente graúda, mas não investigou e ainda afirmou que o crime era comum.

• Lula disse que Sarney era um dos maiores latifundiários do Maranhão, mas fez dele um dos seus principais conselheiros.

• Lula disse que Sarney perdeu totalmente a representatividade interna e externa, mas apoiou a eleição e permanência dele na presidência do Senado.

• Lula disse que Sarney governava como um moleque, mas, nos escândalos do Senado, disse que era preciso respeitar a biografia dele.

• Lula disse que não fazia falsas promessas, mas anunciou o plano de desenvolvimento sustentável da BR-163 pela terceira vez.

• Lula criou em 2006 a Universidade Federal do Grande ABC (UFABC), mas até hoje as obras estão prontas.

• Lula prometeu levar água para os moradores da zona rural de Caetés (PE), mas não levou.

• Lula defendia a ética, mas admitiu que o PT fizesse caixa 2.

• Lula defendia a ética, mas tentou abafar o “mensalão”.

• Lula disse que José Dirceu pediu afastamento do comando da Casa Civil, mas afirmou que o demitiu por causa do mensalão.

• Lula disse ter criado a Controladoria Geral da União, mas ela foi criada por FHC.

• Lula afirmou que era plenamente responsável pelo o que acontecia na Presidência, mas negou responsabilidade no “mensalão.”

• Lula prometeu reduzir o déficit da Previdência, mas o rombo das contas do INSS subiu de R$ 17 bilhões para R$ 37,5 bilhões entre 2003 e 2006.

• Lula prometeu o “espetáculo de crescimento”, mas o Brasil foi o país emergente que menos cresceu.

• Lula disse que existiam 300 picaretas no Congresso, mas apóia os senadores Renan Calheiros, José Sarney e Fernando Collor.

• Lula disse que a imprensa tinha um papel muito importante na conquista da democracia, mas agiu para expulsar do Brasil o jornalista Larry Rohter, correspondente do The New York Times no país.

• Lula criticou as privatizações, mas implantou o regime de concessão no setor energético.

• Lula criticou as privatizações, mas privatizou 2.600 quilômetros de rodovias federais.

• Lula criticou as privatizações, mas concedeu à iniciativa privada a exploração de florestas no Pará.

*com informações dos sites: Reinaldo Azevedo, Coturno Noturno e Gente que Mente

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Sarney rejeita dar prioridade a reajuste de aposentados


Por: ANA PAULA SCINOCCA Agencia Estado

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), descartou hoje a possibilidade de inversão da pauta de votações da Casa para colocar como prioridade o projeto que reajusta em 7,7% as aposentadorias acima de um salário mínimo e põe fim ao fator previdenciário. Segundo ele, devem ser obedecidas as regras da Constituição e o Regimento Interno do Senado. Outras três medidas provisórias (MPs) estão à frente. "Antes de votar o reajuste dos aposentados, nós temos que desobstruir a pauta", afirmou.


Sarney ressaltou ter compromisso com a votação da MP, apesar das dificuldades do projeto, como os chamados "erros técnicos" do texto observados pelo líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza. (PT-SP). A questão terá que ser resolvida pelo relator da matéria no Senado, disse Sarney. O relator da MP no Senado ainda não foi indicado.

Começa a recomposição dos passeios da Cinquentenário
A Prefeitura de Itabuna deu início na manhã desta quinta-feira (13) ao trabalho de recomposição dos passeios da Avenida do Cinquentenário. O ritmo de trabalho, de acordo com o secretário de Planejamento e Tecnologia Maurício Athayde, está sendo acelerado para que a conclusão ocorra com a maior brevidade possível.

Athayde esteve no canteiro de obras nesta quinta e destacou a qualidade do piso utilizado nas calçadas. Segundo ele, o material já foi submetido a testes de pressão para aferir sua resistência, que está comprovada. “De cada carga são retiradas amostras para novos testes”, explica o secretário. Além da resistência, também são verificados outras características do material, como a coloração.

A obra da Cinquentenário inclui o recapeamento da via, revitalização dos passeios e novo sistema de iluminação. Há também uma preocupação especial com a questão da mobilidade, por isso a avenida receberá equipamentos que criarão melhores condições para o tráfego de pessoas com dificuldade de locomoção.

Texto: Ricardo Ribeiro – Fotos: Waldyr Gomes

Settran quer ônibus nas ruas


Ao participar na manhã desta quinta-feira, (13) de um encontro com os empresários do transporte urbano de Itabuna, o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Wesley Melo, disse que a preocupação da prefeitura é manter as linhas regulares de ônibus funcionando normalmente na cidade.

"As empresas terão que cumprir o contrato de concessão das linhas e colocar a frota normal porque o povo não pode ficar sem o transporte", afirma o secretário. Ele também defendeu os trabalhadores, ao afirmar que é um direito destes se manifestar em defesa de seus interesses e que as empresas encontrem uma saída para resolver o impasse. “O que não pode é a população ser prejudicada", enfatiza.

Melo também rebateu as críticas do presidente de um dos sindicatos, o Sindirod, Joselito Paulo, quando declarou que a Settran estria defendendo as empresas. "Ele conhece nossa conduta e jamais estaremos beneficiando uma parte ou outra. O único que nós queremos beneficiar, e isso eu não abro mão, é a comunidade", declara.

Wesley Melo lembra que os 30% da frota que estão circulando em Itabuna, conforme determina a lei, não são suficientes para atender a grande demanda e por isso ele garantiu novo encontro com os empresários, a fim de que eles encontrem uma solução, seja por meio de negociação com os trabalhadores ou judicialmente.





Texto: Rosi Barreto – Reportagem Paulo Leonardo – Fotos: Waldyr Gomes




Greve no transporte coletivo de Itabuna

Depois de um encontro ontem entre empresários e sindicalistas dos transportes rodoviário, na Justiça, não houve acordo e o transporte coletivo de Itabuna amanheceu em greve prejudicando o cidadão que tem a sua responsabilidade perante sua família e a sociedade..


O impasse está complicado porque, segundo informações, existem dois sindicatos e os empresários alegam não saber com quem negociar. Com isso a Justiça resolveu encaminhar a questão para a capital do Estado.


Hoje em Itabuna muitas pessoas resolveram fazer o transcurso andando, mesmo com o transporte limitado em 30%, como determina a Lei. Com isso o transporte alternativo, como os mototaxi aproveitam a oportunidade para ganhar um dinheiro a mais.




A greve que até o momento, só atingiu o transporte municipal, poderá dentro de alguns momentos também atingir o interestadual, você que é de fora fique atento. Segundo um dos líderes do movimento a greve não tem prazo para terminar, enquanto os empresários não chegarem a um acordo.

Wesley Melo


O titular da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Settran), Wesley Gonçalves Melo, disse que o interesse  do poder público é exclusivamente manter a regularidade do serviço, de modo que não prejudique os usuários do transporte coletivo.
“Para isso estamos acompanhando a questão de perto no sentido de encontrarmos uma solução o mais rápido  possível entre os empresários e os empregados, pois a população de Itabuna não pode ser prejudicada”, disse.
Cobrança absurda da Agerba prejudica o cidadão


Um vereador da cidade de São José da Vitória foi multado por transportar em seu carro particular pessoas de sua comunidade e que precisavam de atendimento médico.  A Agerba contando com o reforço da TOR (Policia Militar) está desenvolvendo essa operação.

Para o radialista Luis de Zuza que fez a denúncia e também é vereador em São José da Vitória, essa medida do Governo Estadual do PT, é irresponsável e ridícula, pois o cidadão compra seu carro e paga todos os seus impostos, uma carga tributária alem da conta para trafegar em rodovias que são verdadeiros corredores da morte.

Na rádio Jornal de Itabuna, insinuando uma indústria da multa, ele fez um apelo aos deputados, para que seja tomada uma providencia. “Vamos chegar a um tempo que nem nossos familiares vamos poder transportar em nossos veículos” protesta o vereador, e questiona: Será que a Agerba está fazendo isso em nome da Rota, que mantém o monopólio na região?

Mas, como estamos em época de política, tudo é possível!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Atenção Básica homenageia
enfermeiros da rede municipal


Enfermeiros da rede municipal de Itabuna tiveram uma manhã de confraternização nesta quarta-feira, (12). Eles foram homenageados pelo Departamento da Atenção Básica durante evento no Palace Hotel, alusivo ao Dia do Profissional de Enfermagem. Na abertura, a diretora do departamento, Dayse Santos, parabenizou e agradeceu a presença da categoria.

Foi lida a oração do enfermeiro e em seguida a enfermeira-mestra Soraia Santiago fez palestra destacando o crescimento da enfermagem e as possibilidades de atuação do profissional na saúde coletiva. Ela enfatizou que a Associação Brasileira de Enfermagem anualmente lança uma temática que sugere reflexão sobre o papel, a prática social e participação deles nesse contexto.

Mas o ponto de partida, segundo ela, começou na década de 80 com a inserção do enfermeiro no sistema municipal de saúde em Itabuna, “onde ele atuou mais efetivamente conforme as diversas conjunturas conformadas pelas políticas implantadas em cada contexto da gestão no sistema de saúde municipal”.

Antes, o secretário de Saúde de Itabuna, Antônio Vieira, também parabenizou a categoria, lembrando que o enfermeiro é o melhor aliado e o melhor amigo do paciente. “Quando ele recobra os sentidos num hospital, a primeira imagem que tem é desse profissional que se torna cada dia mais competente e compromissado”, elogiou.


texto: Rosi Barreto – Foto – Waldyr Gomes

Ministério da Defesa confirma participação da FTC no Rondon


O Ministério da Defesa (MD) do Brasil confirmou na última sexta-feira (dia 7) a participação da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna na Operação Rei do Baião, que será desenvolvida no próximo mês de julho em diversos municípios do estado de Pernambuco, onde o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é considerado insatisfatório, nas áreas de saúde, educação, assistência social, meio ambiente, e cidadania.

Desde o ano de 2007, a Faculdade já enviou oito equipes às operações do Projeto Rodon, realizadas de Norte ao Sul do País. Com o resultado divulgado pelo Ministério da Defesa, desta vez, a FTC Itabuna aprovou uma proposta de trabalho no conjunto A para atuar na cidade de Ipubi (PE).

A nova equipe de rondonistas será coordenada pela professora Lorena Márcia Cardoso, do curso de Psicologia. Ela, inclusive, participará da viagem precursora ao estado de Pernambuco, no período de 23 a 29 de maio, juntamente os demais professores coordenadores de outras Instituições de Ensino Superior (IES) do país.

O coordenador do Núcleo Rondon na FTC Itabuna, professor Guilhardes Júnior, considera que a aprovação de mais um projeto junto ao MD é fruto do trabalho coletivo e da dedicação da equipe que compõe o Núcleo. Ele adianta que até o dia 18 de junho será realizado o cadastro dos estudantes rondonistas no Sistema do Projeto Rondon.



Ascom – FTC Itabuna
Por: Erivaldo Bomfim


Grandes nomes da MPB confirmados
para o II Festival do Chocolate da Bahia

Além da programação composta por cursos, workshops, exposições e muitos negócios, o II Festival do Chocolate, que acontece entre os dias 02 e 06 do próximo mês, no Centro de Convenções de Ilhéus, também traz em sua programação a apresentação de grandes nomes da música popular brasileira. Este ano, os shows ficarão por conta das cantoras Ana Cañas e Adriana Calcanhoto, que se apresentam dias 04 e 05, respectivamente. A expectativa da organização do evento é repetir o mesmo sucesso do ano passado, que teve como grandes atrações os cantores Jorge Vercilo e Zeca Baleiro.


O evento também contará com apresentações de cantores e bandas regionais. “Esses shows acontecerão durante todas as noites do evento, na área do estacionamento do Centro de Convenções, onde será montada uma grande praça de alimentação, lazer e entretenimento, além de um restaurante com música ao vivo”, afirmou o afirmou o criador e coordenador do evento, e presidente do Convention Bureau, Marco Lessa. Outros três eventos, simultâneos e destinados à públicos específicos, também fazem parte da programação do festival: a Feira do Chocolate, a Jornada do Chocolate e o Planeta Chocolate.


Também conhecida como Adriana Partimpim, Adriana Calcanhoto é considerada uma das maiores cantoras e compositoras do país. Responsável pela venda de mais de 2 milhões de CDs, Adriana ganhou em 2004 um Grammy, de melhor álbum infantil pelo CD “Adriana Partimpim”, entre outros prêmios. Em sua bagagem, ela traz grandes sucessos como “Devolva-me”, “Mais Feliz”, “Mentiras” e “Fico assim sem você”, entre muitos outros. Já Ana Cañas é considerada uma das revelações da música popular brasileira e vem tendo seu trabalho elogiado por nomes como Chico Buarque e Toquinho. Na bagage, grandes sucessos dos seus CDs “Amor e Caos”, de 2007 e “Hein?”, de 2009.


Os ingressos para os shows de Ana Cañas e Adriana Calcanhoto estarão à venda a partir da próxima segunda-feira (dia 17) no stand do Karioca, Encantur (Ilhéus e Itabuna) e no site do evento http://www.festivaldochocolate.com/ onde poderá ser parcelado em até 12 vezes sem juros. O Festival do Chocolate é uma realização da MBiz Empreendimentos e M21 Eventos, em parceria com o Costa do Cacau Convention Bureau e conta com a parceria do Governo do Estado, Prefeitura Municipal de Ilhéus, Associação dos Produtores de Cacau, Instituto Cabruca, Ceplac, Bahiatursa, Sebrae, Associação de Turismo de Ilhéus, Instituto de Turismo de Itacaré, Câmara de Turismo da Costa do Cacau, Conselho de Turismo do Pólo Litoral Sul e Conselho Municipal de Turismo.

Informações, compra de stands e inscrições também podem ser feitas através do site oficial do Festival ou pelo telefone (73) 3231-2100.

Por: Juliana de Moura

Recuperação da BR-349 facilita o tráfego entre Nova Fátima e Capela do Alto Alegre

O deputado estadual Luiz Argôlo esteve presente junto à comitiva do governador Jaques Wagner no último sábado, 08, para participar da entrega do trecho de 25 quilômetros que foi recuperado na BR-349. A estrada faz a ligação entre os municípios de Capela do Alto Alegre e Nova Fátima, localizados na região da Bacia do Jacuípe.

Os investimentos para a realização da obra giram em torno de R$ 9,2 milhões. Além da nova pavimentação, a via ainda recebeu sinalização horizontal e vertical. Argôlo destacou a relevância da obra, observando que ela “cria condições bem melhores para o tráfego de veículos, em uma área que depende da estrada para escora a produção agrícola e pecuária”. Lembrou o deputado que essas são as principais atividades econômicas dos municípios beneficiados.

Além do anel viário em Capela do Alto Alegre, foram anunciadas outras obras, como a construção de uma escola para 960 alunos, que já está sendo finalizada.



Da assessoria do Deputado
Escavadeira Hidráulica nas obras da Pedro Jorge

Uma nova Escavadeira Hidráulica está compondo os trabalhos desenvolvidos pela Emasa e a Prefeitura Municipal de Itabuna na Avenida Pedro Jorge. A Escavadeira Hidráulica foi contratada especialmente pelo presidente da Emasa, Alfredo Mello para a limpeza de 400 metros de sujeira do canal que corta os bairros Pedro Jerônimo e São Pedro.

Conforme flagram as fotos, os trabalhos já estão sendo executados pela Máquina, acompanhados de perto pelo presidente da Emasa, sob a supervisão de Ailson Souza, Renato César, Josevaldo Ribeiro (Josa), César Coutinho e José Ginário Filho.

Alem dessas obras a nova escavadeira hidráulica auxiliará também no empenho máximo, dos trabalhos que estão em andamento da Avenida Pedro Jorge, obedecendo a um cronograma do Prefeito Capitão Azevedo que as entregará no dia da cidade, (28 de Julho) quando Itabuna completa 100 anos de emancipação-politico-administrativa.

Foto: Alex de Souza

terça-feira, 11 de maio de 2010

Câmara rejeita mudanças no Ficha Limpa, que agora vai ao Senado


Na votação desta terça-feira, foram derrubados sete destaques. Outros três já haviam sido rejeitados.

Rodolfo Stuckert da Agencia Câmara


Michel Temer: aprovação do projeto é uma vitória do povo brasileiro.O Plenário concluiu nesta terça-feira a votação do Ficha Limpa (projetos de Lei Complementar 168/93, 518/09 e outros).

O substitutivo do deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), aprovado na semana passada, foi mantido e impede as candidaturas de pessoas condenadas pela Justiça em decisão colegiada por crimes de maior gravidade, como corrupção, abuso de poder econômico, homicídio e tráfico de drogas.

Um acordo entre as lideranças partidárias viabilizou a rejeição de todos os destaques apresentados, e a matéria segue agora para o Senado.

O texto também amplia os casos de inelegibilidade e unifica em oito anos o período durante o qual o candidato ficará sem poder se candidatar. Atualmente, a lei prevê inelegibilidade somente para as condenações finais (transitadas em julgado), e os prazos variam de 3 a 8 anos.

As condenações que podem gerar inelegibilidade são aquelas para crimes com penas maiores que dois anos de privação de liberdade e em situações nas quais houve dolo (intenção de praticar o ato).

O presidente Michel Temer aplaudiu a aprovação do projeto, classificando-a como um "exemplo vivo de democracia". Ele manifestou o desejo de compartilhar com todos os deputados "esta vitória que o povo brasileiro teve com a aprovação de um projeto do povo".

Temer lamentou que a opinião pública não compreenda, em determinados casos, a necessidade de mais tempo para negociar a aprovação de um texto de consenso em benefício da sociedade.

Efeito suspensivo

Segundo o substitutivo de Cardozo, o candidato poderá pedir efeito suspensivo para o recurso que apresentar contra uma decisão colegiada, mas isso dará mais rapidez ao processo, que terá prioridade de julgamento.
Se o recurso for negado, será cancelado o registro da candidatura ou o diploma do eleito.

Cardozo, relator da matéria pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), explicou que o efeito suspensivo tem o objetivo de conciliar dois fatores: por um lado, o desejo da sociedade de evitar que pessoas sem ficha limpa disputem cargos eletivos; e, por outro lado, o direito ao contraditório e à ampla defesa.

Renúncia

O projeto aprovado inclui, na Lei Complementar 64/90, a renúncia para evitar processo de perda de mandato como um dos motivos para tornar o político inelegível. Isso valerá para os titulares do Executivo e do Legislativo em todas as esferas (federal, estadual, distrital e municipal).

Prioridade

A prioridade de julgamento do recurso com efeito suspensivo será sobre todos os demais, exceto mandados de segurança e habeas corpus. O texto prevê, ainda, que a prática de atos pela defesa com a mera intenção de ganhar tempo (recursos protelatórios) provocará a revogação do efeito suspensivo.

Quando o projeto virar lei, os recursos já apresentados contra a decisão de um colegiado poderão ganhar o efeito suspensivo com prioridade de julgamento, se a defesa pedir.

Histórico

José Eduardo Cardozo tomou como base o texto do deputado Indio da Costa (DEM-RJ), relator do grupo de trabalho da Ficha Limpa, criado por Temer para aprofundar a análise do PLP 518/09. Esse projeto, de iniciativa popular, teve cerca de 1,6 milhão de assinaturas colhidas pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

A proposta popular previa que qualquer condenação, mesmo em primeira instância, tornaria o candidato inelegível. Porém, a maioria dessas decisões é tomada por apenas um juiz, o que poderia gerar perseguições em regiões onde o poder econômico ou político influencia julgamentos.

Expressaounica
O projeto agora será encaminhado ao Senado para votação, caso aprovado será dirigido para ser sancionado pelo Presidente Lula, antes de Julho, deste ano.  Será que o brasileiro terá a sua vontade concluida?
Casarão do inicio do século passado pega fogo


Neste momento o casarão Elzo Pinho localizado na zona oeste da cidade de Itabuna, bairro Bananeira, está sendo consumido pelo fogo. O bombeiro auxiliado pela Emasa está no local tentando apagar as chamas.
O Casão estava sob responsabilidade da FICC para transformá-lo em um Museu.


Incendio dominado
O incendio do casarão onde residiu o coronel Tertuliano Guedes de Pinho e que foi doado a FICC, para ser transformado em um museu, conforme mostra a foto (arqueivo) da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Itabuna foi dominado, depois de três horas. O Corpo de Bombeiro contou com o suporte dos carros pipa da Emasa, sob o comando do diretor técnico Marcus Habib. Caso contrário o casarão seria todo destruido pelo fogo. Ainda não se sabe a causa do incendio.

A foto de Waldir Gomes mostra o casarão em foto recente antes de ser atingido pelo fogo.
Esta postagem 21:15

Obra da Cinquentenário:

Qualidade e resistência do novon calçamento estão garantidas
O piso que será utilizado no novo calçamento da Avenida do Cinquentenário, em Itabuna, possui qualidade e resistência muito superiores ao recomendado pelos técnicos. A indicação para esse tipo de material é de uma capacidade de carga de 12 MPA (medida de pressão), enquanto o adquirido pela Prefeitura tem 35,7 MPA.

O fabricante do piso já apresentou testes do produto e uma nova aferição será feita em laboratório da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). “Uma questão importante é que todo o material usado na obra terá necessariamente que atender as especificações definidas junto à Caixa Econômica Federal”, explica o engenheiro Marcos Alan Ribeiro de Farias.

Técnicos da CEF, juntamente com representantes do governo municipal, farão uma vistoria à obra nesta quarta-feira (12), a partir das 9 horas. Segundo Farias, trata-se de uma inspeção de rotina, destinada a apontar eventuais ajustes na execução.

A revitalização da Cinquentenário está orçada em R$ 4 milhões e vai melhorar a estética e a acessibilidade da mais importante avenida de Itabuna. Além da recuperação da pista de rolamento e reforma dos passeios, será reorganizada a rede de cabos de energia elétrica e telefonia e instalado novo e moderno sistema de iluminação.

 Texto: Natália Tavares:

Personalidade:
Jonas um grande nome da Justiça de Itabuna



Jonas de Jesus Sacramento (foto) nasceu em Baixa Grande, próximo ao município de Ruy Barbosa (Sertão baiano), em 10 de Agosto de 1941. Ele diz que não conheceu o “homem da inteligência”, Ruy Barbosa, mas é da mesma terra e bebeu água do riacho da Prata (Pé da Serra) a mesma que Ruy também bebeu.

Com isso, o senhor Jonas, que chegou a Região Sul em 1966, ressalta que, por ter bebido da mesma água da fonte que Ruy Barbosa bebeu, pegou um pouco da sua inteligência, “Ruy que era muito amigo e colega do grande poeta dos escravos e romantismo Castro Alves” acrescenta.

Aqui na região, o primeiro emprego de Jonas Sacramento foi o de servir o Coronel Alcino Bezerra, ajudando a tomar conta do Navio Urubatan no Porto de Ilhéus, onde ficou por oito anos. Em seguida, 1974 veio para Itabuna e foi prestar seus serviços ao Estado no setor da Justiça.

Sua primeira função foi com o saudoso Juiz, Doutor Paulo de Souza, pai dos nobres irmãos Roberto de Souza (vereador em Itabuna), Saulo Pontes, (Engenheiro/Denit) Jussara Pontes (Advogada), Carlos Pontes (Engenheiro/Embasa) e Paulo Pontes (Advogado, OAB/Itabuna).

Nesta função de Serventuário da Justiça permanece até os dias de hoje, já completando cerca de 40 anos. Com isso se tornou uma das pessoas mais ilustres, queridas e confiantes dos magistrados em Itabuna e região.


Jonas Sacramento é pai de sete filhos, todos bem encaminhados em suas respectivas especialidades. Residindo na Rua Osvaldo Cruz, centro, Itabuna, Jonas está encaminhando a sua aposentadoria, mas diz que não vai parar por ai.


Sua aposentadoria ainda não saiu devido ao sumiço de seus documentos quando prestou serviços em Ilhéus, quando o Coronel Alcino Bezerra levou-os para regularização trabalhista no escritório naval, localizado no Rio de Janeiro, “lá eles sumiram” se queixa.

Além disso, senhor Jonas ainda tem uma veia poética veja seus versos:


Alegria vem das tripas.
A dança do carcanhar
Quem não tem barriga cheia
Alegre não pode andar.

* * * * * * * * * * *

Adeus cravo de aurora
Adeus Lina de Campinas
Menina me diga adeus
Que eu vou embora prá Minas
E tornei dar um beijo na Menina!
FAUSTINO ASSUME COMANDO DE PORTO SEGURO


Na tarde da última sexta-feira, dia 07 de maio por volta das 16h00, o Coronel Ivo Silva Santos, comandante da Regional Sul, presidiu a solenidade de posse do novo comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar que começou com um desfile e a revista das tropas.

Com a presença de delegados, vereadores, empresários, representantes da comunidade e prefeitos da região, o Tenente Coronel Paulo Faustino assumiu o Comando da Policia Militar em Porto Seguro.

Coronel Faustino, que é graduado em Direito pela Uesc, é Itabunense e ingressou na PM em 1981, já tendo comandado a 7ª CIPM de Eunápolis, a 8ª CIPM em Itapetinga, e por último vinha comandando a Companhia Especial na Região Cacaueira (CAERC).

Coronel Faustino tem um grande desafio pela frente, comandando a Polícia Militar em Porto Seguro, cidade localizada no extremo sul baiano, pois a cidade é classificada como uma das mais violentas do país.

Segundo informações, sua população vem sofrendo com os arrastões em bairros, toque de recolher no litoral sul, e devido ao alto índice de trafico de drogas, tem um dos maiores índices de homicídios do Brasil.

 
Fotos: PM

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Petrobras tem dívida de R$ 100 bilhões

Da Redaçãoeconomia@eband.com.br

A Petrobras está enfrentando dificuldades no processo de capitalização devido ao endividamento na empresa, que chega a R$ 100 bilhões. De acordo com analistas, a companhia terá que lidar com esta dificuldade nos próximos anos.

Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, sem a capitalização, a Petrobras não terá condições de arcar com os investimentos anunciados, como o desenvolvimento do pré-sal e as novas refinarias.

Capitalização

O assunto esteve em discussão nos últimos dias, depois de medidas aprovadas pelo governo para agilizar o processo. Os bancos JP Morgan e UBS chegaram a rebaixar as ações da empresa, o que culminou na queda das ações da companhia de 7,5%.

Caso não consigam capitalizar, há outro plano como medida. O de colocar as ações no mercado sem a cessão, em uma capitalização de menor porte.

Redação: Bárbara Forte

Expressaounica

Isso ai, é o resultado do dinheiro público  gastos em grandes farras; saindo pela culatra.  Seja interno ou externo! Mas, para Lula que não sabe de nada, tudo anda tudo bem, mas esse processo "bolha" um dia estourarar. Por acaso você sabe quantos funcionários "lombardes" tem a empresa?  
Prefeitura testa novo sistema de iluminação da Cinquentenário

A Prefeitura de Itabuna testa, em conjunto com a Coelba, a primeira das 168 luminárias de leds que vão integrar o novo sistema de iluminação da avenida Cinquentenário. O projeto, segundo o secretário de Planejamento e Tecnologia, Maurício Athayde, prevê a instalação de 118 luminárias grandes – cada uma com 98 leds e lentes multidirecionais – para iluminação das pistas de rolamento, e outras 50 pequenas – com 49 leds – que vão servir de referência para os pedestres nos passeios.

Athayde explica que cada luminária grande terá um custo de R$ 3,1 mil e as pequenas um preço de referência de R$ 1,1 mil, subsidiados pela indústria produtora dos equipamentos. “Itabuna será a primeira cidade do país a contar com este moderno sistema de iluminação, que depois será implantado em Aracaju e Curitiba”. A cidade será capa do folheto internacional da Phillips.

O secretário explica ainda que o sistema de leds será expandido para as pontes da cidade e posteriormente para outras áreas centrais. Destaca que os braços de 1,5 metro serão produzidos em Itabuna, com acompanhamento da equipe da Secretaria de Planejamento, que monitora cada detalhe do plano de reurbanização da avenida.

Cada luminária grande tem uma carga de 72 watts – o que representa 18% em relação ao consumo das lâmpadas convencionais -, com uma economia de 90% de energia e uma luminosidade 60% maior. O detalhe a mais do custo benefício do novo sistema é que o novo equipamento tem uma durabilidade de 25 anos sem precisar manutenção.

Texto: Kleber Torres Fotos: Vinícius Borges
Settran reativa semáforo da  Rua Saturnino José Soares

A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settran), reativou, na sexta-feira (07), o semáforo situado na rua Saturnino José Soares, no bairro de Fátima, na altura da confluência com as ruas Senhor do Bonfim, São João e Santa Maria. O local recebeu sinalização horizontal e vertical, como medida para oferecer mais segurança a motoristas e pedestres.

Por se tratar de um semáfaro que estava desativado há muito tempo, a Settran também vai manter agentes de trânsito na área para garantir que a sinalização seja respeitada. O investimento foi de R$ 12 mil, proveniente de recursos do município.

O secretário de Transporte e Trânsito, Wesley Melo, observa que uma série de melhorias no setor está sendo realizada na cidade. “Além de reativar o semáforo, também estamos revitalizando o abrigo de ônibus que atende a moradores daquela área. A ação inclui a colocação de um assento para proporcionar mais conforto para o usuário de transporte público”, ressalta Wesley, ao lembrar que essa medida faz parte do projeto de revitalização de pontos de ônibus, que está sendo realizado em toda a cidade.

Outros pontos da área urbana de Itabuna também estão recebendo a atenção da Settran. É o caso da Avenida José Soares Pinheiro, onde foram instalados redutores de velocidade, com a devida sinalização. No bairro de Fátima, o cruzamento entre a rua São João e a travessa São Pedro é outro local onde se registram problemas frequentes no trânsito e definido pela Secretaria para a instalação de redutores.

Texto: Natália Tavares Fotos: Vinícius Borges

Itabuna sedirá workshop para
elaboração de projetos culturais

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc) por meio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) promoverá um Workshop sobre a elaboração de projetos culturais. O objetivo é auxiliar produtores, agentes culturais e artistas interessados na formatação de projetos para concorrer em editais e outros mecanismos de incentivo à cultura.

O evento, programado para os dias 26 e 27, no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, atende às constantes solicitações do presidente da Ficc, Cyro de Mattos, que reivindicou, desde o ano passado, à diretora da Funceb, a realização de cursos ministrados por técnicos do estado para que artistas, produtores e agentes culturais itabunenses, pudessem fazer seus projetos, e com isso captassem recursos suficientes para realizar seus próprios empreendimentos culturais.

Mattos informou que as oficinas chegam para cumprir o que deve ser um dos propósitos de cada fundação no setor, ou seja, ensinar os meios que devem ser usados pelos interessados para a captação de recursos. “Uma fundação cultural não é um banco, por isso é preciso que o artista aprenda a buscar os caminhos corretos”, analisa o diretor da Ficc.

Segundo Cyro, uma fundação como a que ele representa, com verbas limitadas, não tem como manter política dessa natureza, de auxílio paternalista ao artista ou entidade cultural. “Não é nem recomendável e nem sequer possível, até porque se a Ficc tivesse condições poderia gerar um ciclo vicioso, acostumando o artista a não andar com os próprios pés”, diz. “O Workshop um pontapé inicial para que eles comecem a se organizar e com isso ter sua iniciativa”, esclarece.

As oficinas terão uma carga horária de 16 horas, divididas em dois dias, sempre das 9 às l3 horas e das 14 às 18. as aulas serão gratuitas e as inscrições podem ser feitas no Cecaf.


 Texto: Rosi Barreto – Fotos: Waldyr Gomes


Ascom/Itabuna
Por: Walmir Rosário
Produtores agrícolas discutirão políticas públicas em Ilhéus

Será realizada em Ilhéus no próximo dia 31 de maio, na praça Dom Eduardo, na avenida Soares Lopes, a partir das 8 horas, uma das edições municipais do Dia Nacional de Agricultura Familiar. Estão sendo esperados para o evento, que irá até às 17 horas, cerca de 1.200 produtores do Litoral Sul, entidade que agrega 26 municípios baianos.

A solenidade de abertura está programada para acontecer às 9 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus (TMI), com as prováveis presenças do prefeito Newton Lima (foto), do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, e do secretário de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, Eduardo Seixas de Salles, entre outras autoridades.



Logo depois da abertura, o TMI sediará uma série de palestras, que abordarão assuntos variados como eletrificação rural, financiamento, aquisição de alimentos e assistência tecnológica. Já na praça Dom Eduardo, além de uma grande exposição de produtos agrícolas, serão montados estandes institucionais da Ceplac, Bahia Pesca e Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), entre outros. No mesmo local, serão realizados vários shows com artistas da terra e oferecidos diversos serviços, como atendimento médico-odontológico e cadastramentos do Programa Bolsa Família.



Durante o evento, como resultado de um convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o prefeito Newton Lima deverá fazer a entrega simbólica de um veículo e de vários móveis que irão servir à Cooperativa de Produtores Agrícolas de Ilhéus. Além de divulgar a produção agrícola familiar da região, o Dia Nacional de Agricultura Familiar também tem como proposta discutir e aprofundar as políticas públicas agrárias de crédito, de assistência técnica e de comercialização de produtos.



A promoção do Dia Nacional Agricultura Familiar do Litoral Sul, que contará com cerca de 40 estandes, é resultado de uma grande parceria envolvendo a Prefeitura de Ilhéus, secretaria estadual de Agricultura, Ministério de Desenvolvimento Agrário, Conselho de Comunidades Rurais do Litoral Sul, Companhia Nacional de Abastecimento, Federação dos Trabalhadores na Agricultura da Bahia (Fetag), Ceplac, Banco do Nordeste e sindicatos de trabalhadores rurais, entre diversas outras instituições.



Território - O Território Litoral Sul abrange uma área de 14.736,20 Km² e é composto por 26 municípios: Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una e Uruçuca. A população total do território é de 828.287 habitantes, dos quais 110.831 vivem na área rural, o que corresponde a 13,38% do total. Ao todo, o território possui 13.929 agricultores familiares, 2.330 famílias assentadas, 11 comunidades quilombolas e 2 terras indígenas. Seu IDH médio é 0,67.

Por: Maurício Maron
Ascom/Ilhéus
Índice de crimes já assusta o Itabunense

Até agora é alarmante o número de assassinato em Itabuna, até hoje (10.05), somam 76 mortes, em apenas 129 dias do ano, o que quer dizer que na cidade em menos de 24 horas acontece mais um crime.

A tendência, aliado a inércia do Governo Jaques Wagner do PT que não toma nenhuma providencia, para conter a violência, é a de que muitas mortes ainda virão pela frente. Todos sabem que a questão da segurança pertence ao Estado como dita a nossa Constituição.

Hoje as policias de Itabuna estão completamente desaparelhadas; não existem viaturas e equipamentos dignos para que o policial exerça com segurança sua profissão e dê a sociedade o direito de caminhar livremente!


O Complexo Policial está abandonado, falta equipamentos no IML, e uma cadeia pública já ultrapassada e obsoleta precisando de ampliação e reformas urgentes!

A maioria dos crimes em Itabuna é gerada pelo tráfico de drogas que deveria ter um combate mais constante. Na cidade a droga só tem uma via; as rodovias! Por que não intensificar as revistas nesses corredores; Br-101 e Ba 415?

Eis a questão: O Governador aplicou todos os seus recursos em outro Estado (o virtual), o que aparece na mídia, ou seja, no rádio, internet e televisão! Lá é tudo bonito e maravilhoso. O nosso aqui, a realidade é outra...

É obrigação do Governo do Estado, proteger o cidadão, quem determina é a Constituição!

domingo, 9 de maio de 2010

Brasileiros desconhecem quanto pagam de impostos

Marcelo Rehder - O Estado de S.Paulo


O brasileiro pode não perceber, mas paga cerca de 55% de imposto na compra de uma máquina de lavar roupa e desembolsa mais 32,25% pelo sabão em pó. O simples ato de acender uma luz já representa transferência de 39,25% do valor pago para os cofres do governo. E o sonho da casa própria, quem diria, chega a custar quase o dobro por causa das mais variadas taxas e impostos que são cobrados no valor final.


A falta de informação do contribuinte aparece numa pesquisa encomendada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) ao instituto Ipsos. Foram entrevistadas mil pessoas em 70 cidades espalhadas pelo Brasil. Os resultados não chegaram a surpreender a Fiesp.


A sondagem mostrou que a maioria da população tem conhecimento de que paga impostos sobre produtos de consumo doméstico, como alimentos, artigos de limpeza, e serviços essenciais, como energia elétrica. No entanto, não faz a menor ideia de quanto paga de tributos sobre cada mercadoria ou serviço.


Cobrança disfarçada. Não se trata de mero descaso. O consumidor desconhece o tamanho da "mordida" porque a cobrança do Leão é feita de forma indireta e disfarçada.


O valor dos chamados tributos invisíveis, que representam mais de 40% da carga tributária no País, já vem embutido no preço final das mercadorias. Pior: o valor dos impostos e taxas não é discriminado na embalagem de cada produto.

"Não podemos culpar o cidadão de ignorância nem de falta de atenção, porque não contam para ele quanto cobram de imposto", diz o diretor do departamento de pesquisas e estudos econômicos da Fiesp, Paulo Francini.

Para ele, além de socialmente injusto, esse sistema fere o conceito de cidadania. "Só pode reclamar pelos seus direitos quem tem consciência dos deveres que está praticando", diz o diretor da Fiesp.

"O controle dos gastos e desperdícios do governo, pela sociedade, fica mais difícil quando os contribuintes não têm a percepção de que são eles que pagam cada centavo das despesas públicas", afirma o consultor tributário Clóvis Panzarini.

Em países do chamado primeiro mundo, como os Estados Unidos e países da União Europeia, o valor dos impostos cobrados sobre o consumo não é incluído no preços dos produtos, como acontece aqui.

Sem contrapartida. Além de possibilitar uma percepção clara do tributo que está sendo pago, outra vantagem desse sistema é permitir que o contribuinte possa fiscalizar como estão sendo usados os recursos arrecadados com o pagamento de tributos.

"O contribuinte brasileiro não recebe a contrapartida em serviços públicos de qualidade, em educação, saúde e segurança", diz o especialista em contas públicas Amir Khair.

Ele pondera que nenhum país que pague uma conta de juros semelhante à que é paga pelo Brasil poderá proporcionar serviços públicos de qualidade. Nos últimos 15 anos, segundo Khair, o País gastou o equivalente a 7,5% do Produto Interno Bruto (PIB) com o pagamento de juros da dívida pública.

Não é por acaso que a carga tributária brasileira é de 35% do PIB e supera com folga a de muitos países do primeiro mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, ela não chega a 25%. Lá, ao contrário daqui, 40% dos impostos são cobrados sobre a renda e a propriedade, e apenas 16% incidem sobre o consumo.


"Os impostos diretos são mais justos, pois permitem gradação de acordo com a renda de cada cidadão", observa Panzarini. "Já os impostos indiretos são regressivos, na medida em que tributam igualmente os desiguais", ressalta o tributarista.

Pobres pagam mais. A discrepância é enorme. Por exemplo, o pãozinho consumido pelo empresário Eike Batista, homem mais rico do País, com uma fortuna estimada em US$ 27 bilhões, traz a mesma carga tributária de 7% do pãozinho consumido por qualquer contínuo do grupo EBX, de sua propriedade, que atua em áreas como petróleo, mineração e logística.

Como os mais pobres gastam a maior parte dos ganhos com produtos de consumo doméstico, eles pagam proporcionalmente mais impostos.

Quem ganha até dois salários mínimos (o equivalente hoje a R$ 1.020) tem 48,9% do rendimento engolidos por impostos, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Já aqueles que recebem mais de 30 salários mínimos (R$ 15.300) têm apenas 26,3% da renda comprometida com impostos.

A cesta básica, que serve de parâmetro de consumo para as famílias mais pobres, carrega quase 15% de tributos.

Na sexta-feira, o preço médio da cesta básica do paulistano estava em R$ 305,76, segundo pesquisa do Procon e Dieese em 70 supermercados na cidade de São Paulo. Desse total, cerca de R$ 45,80 foram transferidos para os cofres do governo, por meio de impostos e taxas. Sem os tributos, o preço da cesta básica cairia para R$ 259,96.

A pesquisa da Fiesp mostrou que 81% dos entrevistados consideram melhor reduzir os impostos sobre a cesta básica do que a manutenção dos altos tributos acompanhada de políticas de transferência de renda.

O Estadão