Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

domingo, 5 de dezembro de 2010

O QUE O RIO DE JANEIRO NOS ENSINA



                                  Pr.   Rosemar Vila Nova Cavalcante (Mel)

          “... e não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal” 

Temos acompanhado pela mídia todos os estragos promovidos pelo crime organizado na cidade do Rio de Janeiro. Agora que foi estourada a blindagem dos “morros”, é possível visualizar o estrago produzido pelo mal na vida daquelas pessoas.

O narcotráfico (o mal) “governou” toda periferia daquela grande cidade, e tudo isto pela ausência do estado (o bem) em promover ações que pudessem, minimamente, contribuir para garantir a dignidade dos moradores daquele lugar. Foi quase vinte anos de ausência absoluta da chamada “ordem do bem”. A semente do mal foi plantada e se colheu “roubo, morte e destruição”, tudo que alimenta o arquiinimigo Satanás, que lucrou sobremaneira com este caos.

O mal plantado, para ser arrancado, está precisando de muito confronto e violência; ainda não foi  extirpado totalmente, pois o “inimigo foi tirado da casa, e a casa ficou limpa, mas se não for ocupada virão outros inimigos, uma legião mais forte, e ocupará a casa e a destruirá em definitivo”.

Este episódio nos ensina lições sobre o desenvolvimento da nossa espiritualidade em relação a Deus.

1)      Não podemos nos aproximar minimamente do mal, em qualquer dimensão e intensidade, pois se ele se instalar, ele habitará, comandará a nossa vida, e depois para erradicá-lo, tirá-lo, provocará muito sofrimento, muita dor.

2)      Ausência de relacionamento, envolvimento com Deus, abre portas para que Satanás promova desgraças.

3)      Não devemos brincar, nem subestimar o Diabo, “dando lugar a ele”, pois certamente ele produzirá a morte em todas as variantes.

4)      Precisamos nos manter acordados neste tempo de muitas distrações, pois poderemos nos tornar vítimas da ação do inimigo, que gosta de “semear joio” na nossa sementeira (Mateus 13.14-20)

Por fim, “fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu poder...para que possa manter-se firme no dia mal” (Efésios 6.10-20).

*Mel, é Pastor Sênior, da Igreja Batista da Esperança, em Itabuna.

Nenhum comentário: